Carteabak Carteolol bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é CARTEABAK e para que é utilizado
2. Antes de utilizar CARTEABAK
3. Como utilizar CARTEABAK
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar CARTEABAK
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

CARTEABAK 10 mg/ml colírio, solução
Cloridrato de carteolol

Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É CARTEABAK E PARA QUE É UTILIZADO

Este medicamento é um bloqueador beta para administração ocular.
É utilizado no tratamento de certos tipos de doenças oculares que envolvem hipertensãointra-ocular (glaucoma e hipertensão ocular).

2. ANTES DE UTILIZAR CARTEABAK

Não utilize CARTEABAK
– se tem alergia (hipersensibilidade) ao cloridrato de carteolol ou a qualquer outrocomponente de CARTEABAK.
– em caso de:
. asma e doença crónica dos brônquios e pulmões com obstrução pulmonar,
. insuficiência cardíaca não controlada com o tratamento (deficiente funcionamento docoração não controlado com o tratamento),
. choque cardiogénico (choque de origem cardíaca),
. alterações da condução cardíaca (bloqueio aurículo-ventricular de segundo e terceirograus),
. angina de Prinzmetal (tipo de dor anginosa no peito),
. doenças do nódulo sinusal do coração (incluindo bloqueio sino-auricular),
. bradicardia (pulso inferior a 45 a 50 batimentos por minuto) (redução do ritmocardíaco),

. doença de Raynaud e alterações da circulação periférica (alterações circulatórias nosdedos com dormência e alterações arteriais periféricas),
. feocromocitoma não tratado (produção excessiva de uma hormona que provoca umahipertensão arterial grave),
. pressão arterial baixa (hipotensão),
. tratamento com floctafenina (medicamento usado no tratamento da dor),
. tratamento com sultoprida (medicamento utilizado sobretudo na terapêuticapsiquiátrica).

Tome especial cuidado com CARTEABAK
– Se utiliza CARTEABAK, são necessários controlos oftalmológicos regulares,especialmente para verificar se não existe resistência ao fármaco (o medicamento torna-
se menos eficaz em caso de tratamento prolongado).
– Se é tratado para um tipo específico de glaucoma (glaucoma de ângulo fechado), colírosmióticos podem ser combinados com CARTEABAK.
– Se efectuou um tratamento cirúrgico do glaucoma, necessita de saber que foramreferidos casos de descolamentos da coroideia (a coroideia é um dos revestimentos doolho) com a administração de maleato de timolol (um agente bloqueador beta, tal como asubstância activa do CARTEABAK).
– Se utiliza CARTEABAK, não deverá associar este tratamento a certos antagonistas docálcio (bepridil, verapamil, diltiazem),
– Se toma bloqueadores beta por via sistémica, avise o seu médico.
– Se utiliza CARTEABAK, recomenda-se que não utilize nenhum outro colírio contendoum bloqueador beta.
– Não interrompa subitamente o tratamento sem a recomendação do seu médico.
– Não injecte, não ingira.

Precauções gerais
– Interrupção do tratamento: não interrompa subitamente o tratamento, particularmente sesofre de angina de peito,
– Antes de iniciar o tratamento, por favor avise o seu médico caso sofra de alguma dasseguintes perturbações ou caso se encontre nalguma das seguintes situações:
. asma,
. insuficiência cardíaca ou antecedentes de perturbações cardíacas graves,
. bradicardia,
. bloqueio aurículo-ventricular de primeiro grau,
. feocromocitoma,
. doentes idosos e doentes com insuficiência renal e hepática,
. diabetes: deverá reforçar a monitorização dos seus níveis de açúcar no sangue pois ossinais preliminares de hipoglicemia podem ser mascarados,
. psoríase,
. se for submetido a um ciclo de dessensibilização,
. tirotoxicose (doença da tiróide).
– Se vai ser submetido a uma intervenção cirúrgica, informe o seu anestesista de que estáa utilizar este medicamento.

Precauções relativas à utilização de lentes de contacto
– Evite a utilização de lentes de contacto durante o tratamento pois são secretadas menoslágrimas; tal encontra-se geralmente associado aos bloqueadores beta.

Ao utilizar CARTEABAK com outros medicamentos
– se o seu médico lhe prescreveu outro colírio, deverá fazer um intervalo de 15 minutosentre as duas administrações.
– Se está a tomar um medicamento para a pressão arterial, por favor informe o seu médicoou farmacêutico.
– Por favor, informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomadorecentemente outros medicamentos, nomeadamente: floctafenina, sultoprida, algunsantagonistas do cálcio (bepridil, verapamil, diltiazem), incluindo medicamentos obtidossem receita médica.

Por favor, informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomadorecentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Gravidez e aleitamento
– Este medicamento pode ser usado durante a gravidez caso seja necessário.
No caso do tratamento ser mantido até ao final da gravidez, recomenda-se uma atentamonitorização clínica do recém-nascido durante vários dias, pois certos efeitos dosbloqueadores beta surgem também nas crianças.
– Não se recomenda o aleitamento se o tratamento com este medicamento for consideradonecessário.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Poderá sentir uma turvação temporária da visão após a administração oftálmica domedicamento. Espere até recuperar a visão normal antes de conduzir um veículo ouutilizar qualquer máquina. CARTEABAK pode também induzir outros efeitossecundários (tonturas, fadiga) que provavelmente afectarão a sua capacidade de conduzirou utilizar máquinas. Se tem quaisquer dúvidas, por favor consulte o seu médico.

Desporto
A substância activa deste medicamento pode originar um resultado positivo nas análisespara pesquisa de fármacos.

3. COMO UTILIZAR CARTEABAK

Utilize CARTEABAK sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seumédico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Posologia
– Adultos

A dose habitual é de uma gota no olho afectado, duas vezes por dia (de manhã e à noite).
– Crianças
Não existe experiência em bebés prematuros, recém-nascidos e crianças. Deste modo,não se recomenda a utilização deste colírio nestes doentes.
Idosos
Não é necessária qualquer alteração da posologia, siga a posologia indicada para os
Adultos.

Modo de administração
Este medicamento destina-se a ser administrado no olho (uso oftálmico).
Lave cuidadosamente as suas mãos antes de usar o colírio.
Evite tocar com a extremidade do conta-gotas no olho ou nas pálpebras.
Instile uma gota no olho afectado, olhando para cima e puxando a pálpebra inferiorsuavemente para baixo.
Feche o frasco após a sua utilização.

Frequência de administração
Duas administrações por dia (de manhã e à noite).

Duração do tratamento
Utilize CARTEABAK sempre de acordo com as indicações do médico.

Se utilizar mais CARTEABAK do que deveria
Se aplicar demasiadas gotas ou se ingerir acidentalmente o conteúdo do frasco, poderásentir, entre outros efeitos, tonturas, ou poderá ter dificuldade em respirar ou sentir que asua frequência cardíaca diminuiu.
Consulte imediatamente o seu médico ou farmacêutico.

Caso se tenha esquecido de utilizar CARTEABAK
Instile a dose de que se esqueceu, logo que possível. Contudo, se for quase o momento deadministrar a dose seguinte, não instile a dose de que se esqueceu.
Se tiver qualquer dúvida, consulte o seu médico.

Se parar de utilizar CARTEABAK
A pressão no interior do seu olho pode aumentar e danificar a sua visão.
Não interrompa o tratamento sem pedir uma opinião ao seu médico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, CARTEABAK pode causar efeitos secundários, noentanto estes não se manifestam em todas as pessoas; estes efeitos secundários sãosemelhantes aos observados com os bloqueadores beta tomados por via oral.

Doenças do sistema imunitário
Lúpus eritematoso disseminado.
Sinais e sintomas de uma reacção alérgica incluindo hipersensibilidade, como é o caso deedema de Quincke (inchaço súbito da face e do pescoço), erupções cutâneas evermelhidão.

Doenças do metabolismo e da nutrição
Hipoglicemia (diminuição dos níveis de açúcar no sangue).

Doenças do sistema nervoso e do foro psiquiátrico
Dores de cabeça, tonturas, depressão, insónias, pesadelos, aumento dos sinais e sintomasde miastenia (fadiga muscular), diminuição da libido, impotência.

Afecções oculares
Sinais e sintomas de irritação ocular, incluindo uma moderada sensação de queimaduraou de ardor no início do tratamento, vermelhidão da conjuntiva, conjuntivite, inflamaçãodas pálpebras, inflamação da córnea, diminuição da sensibilidade da córnea e olho seco.
Perturbações visuais incluindo turvação da visão, alterações de refracção (devidas porvezes à suspensão do tratamento miótico), pálpebra superior descaída, visão dupla,descolamento coroideu (a coroideia é um dos revestimentos do olho) após a cirurgia doglaucoma.

Cardiopatias e vasculopatias
Perturbações cardíacas (desmaios, palpitações, perturbações do ritmo cardíaco,bradicardia, hipotensão, insuficiência cardíaca, atraso ou agravamento de um problemado ritmo cardíaco pré-existente), problemas a nível da circulação sanguínea (falta deenergia, doença de Raynaud, arrefecimento das extremidades, por exemplo, das mãos edos pés).

Doenças respiratórias, torácicas e do mediastino
Dispneia (dificuldade em respirar), tosse, broncospasmo.

Doenças gastrointestinais
Secura de boca, dores no estômago, gases, náuseas, vómitos, diarreia.

Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneos
Queda de cabelo.
Sintomas cutâneos, incluindo erupções cutâneas, reacções de hipersensibilidade (verdoenças do sistema imunitário), erupções psoriasiformes ou agravamento da psoríase.

Perturbações gerais e alterações no local de administração
Fadiga, dores no peito.

Sinais biológicos

Foram observados casos raros de aparecimento de anticorpos antinucleares, apenasexcepcionalmente acompanhados de sintomas clínicos de lúpus eritematoso disseminado,que desapareceram com a suspensão do tratamento.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR CARTEABAK

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize CARTEABAK após o prazo de validade impresso na cartonagem e no frascoa seguir a EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Após a primeira abertura, o frasco não deve ser conservado mais de oito semanas.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de CARTEABAK
– A substância activa é o cloridrato de carteolol na concentração de 10 mg/ml.
– Os outros componentes são cloreto de sódio, fosfato dissódico dodeca-hidratado, fosfatomonossódico di-hidratado, água para preparações injectáveis.

Qual o aspecto de CARTEABAK e conteúdo da embalagem
CARTEABAK é um colírio, solução e apresenta-se em frascos contendo 5 ou 10 ml desolução. É um líquido incolor e límpido.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

LABORATOIRES THEA
12, rue Louis Blériot
63017 CLERMONT- FERRAND CEDEX 2
FRANÇA

Fabricante

Laboratoires THISSEN S.A.
4-6 rue de la Papyrée
1420 BRAINE-L?ALLEUD
BÉLGICA

Ou

EXCELVISION
27, rue de la Lombardière
ZI la Lombardière
07100 ANNONAY
FRANÇA

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico
Europeu (EEE) sob as seguintes denominações:

Bélgica, França, Holanda, Itália, Luxemburgo, Polónia, Portugal: CARTEABAK

Este folheto foi aprovado pela última vez em