Cervinca bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Cervinca e para que é utilizado
2. Antes de tomar Cervinca
3. Como tomar Cervinca
4. Efeitos Secundários Cervinca
5. Como conservar Cervinca
6. Outras informações

Cervinca 10 mg Comprimidos
Vincamina

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

1. O QUE É Cervinca E PARA QUE É UTILIZADO
Grupo farmacoterapêutico: 2.13.1 Medicamentos utilizados no tratamento sintomático das alterações das funções cognitivas.
Cervinca é um medicamento que contém como substância activa a vincamina.
Cervinca está indicado no défice cognitivo ligeiro.

2. ANTES DE TOMAR Cervinca
Não tome Cervinca
– Se tem alergia (hipersensibilidade) à vincamina, ou a qualquer outro componente de Cervinca.
– Se tem hipertensão (elevada pressão sanguínea) intracraneana.
– Se sofreu de acidente vascular cerebral.
– Se sofreu de enfarte do miocárdio recentemente.

Tome especial cuidado com Cervinca
– Se tem perturbações do ritmo cardíaco.
– Se tem antecedentes de enfarte do miocárdio.
– Se tem níveis baixos de potássio na corrente sanguínea (hipocaliémia) que podem causar fraqueza muscular, contracções ou ritmo cardíaco anormal (deverá ser previamente corrigida).

Tomar Cervinca com outros medicamentos
Informe sempre o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Deve evitar-se a associação de Cervinca com diuréticos da ansa ou medicamentos potenciadores de Torsade de Pointes, pelo efeito cardiogénico.
O uso concomitante de vincamina com barbitúricos deve ser evitado devido à acção potenciadora dos barbitúricos (sedativa, hipotensora).

Tomar Cervinca com alimentos e bebidas
A vincamina pode ser administrada conjuntamente com os alimentos.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Os estudos de teratogenicidade foram apenas realizados em animais, verificando-se não haver efeito embriotoxico ou teratogénico em doses terapêuticas.
A elevada biodisponibilidade do fármaco sugere a sua presença no leite materno, que embora não estudada em humanos, indica uma necessidade de ponderar a relação risco/benefício em mulheres a amamentarem.
Assim dada a escassez de dados Cervinca não deve ser administrado a grávidas ou puérperas que amamentam.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não foram observados efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas durante a terapêutica com Cervinca.

Informações importantes sobre alguns componentes de Cervinca
Cervinca contém lactose mono-hidratada. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.
Cervinca contém vermelho de Ponceau 4R (E124) o qual pode causar reacções alérgicas.
Cervinca contém amido de trigo. O amido de trigo é adequado para indivíduos com doença celíaca. Doentes com alergia ao trigo (diferente da doença celíaca) não devem tomar este medicamento.
Cervinca contém óleo de rícino hidrogenado o qual pode causar distúrbios no estômago e diarreia.

3. COMO TOMAR Cervinca
Tomar Cervinca sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
Cervinca é administrado por via oral, recorrendo a um pouco de água.
A dose habitual, nos adultos é de 60 mg/dia, divididos em três tomas diárias.
A dose deve ser estabelecida pelo clínico, caso a caso, e em função do peso e idade do doente.

Se tomar mais Cervinca do que deveria:
Não são conhecidos casos de sobredosagem, no entanto, se tomar mais Cervinca do que deveria contacte o seu médico ou farmacêutico.
Os efeitos tóxicos que resultam de doses elevadas são: hipotensão persistente, sedação, alterações electrocardiográficas. Nestes casos, para além da lavagem gástrica, poderá ser administrado um agente precipitante dos alcalóides, como a tintura de iodo ou o tanino em solução, ou sulfato de atropina.

Caso se tenha esquecido de tomar Cervinca
Caso se tenha esquecido de tomar uma dose de Cervinca tome-a assim que se lembrar, contudo se a altura da próxima toma estiver próxima não tome a dose esquecida.
Não tome uma dose a dobrar para compensar um comprimido que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Cervinca
Só deve parar de tomar Cervinca após completar o tratamento indicado pelo médico.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS Cervinca
Como todos os medicamentos, Cervinca pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.
Na terapêutica com vincamina os efeitos secundários são ligeiros e transitórios, observando-se no geral uma boa tolerabilidade.
A nível gastrointestinal, os efeitos secundários são pouco frequentes verificando-se náuseas e vómitos, dor abdominal e diarreia.
Por via oral, apenas se descreveram quadros raros de arritmia ou síncope sem gravidade.
Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneos podem revelar-se raramente como prurido (comichão) e muito raramente como reacção exantemática.
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR Cervinca
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar a temperatura inferior a 25º C. Conservar na embalagem de origem para proteger da luz e da humidade.
Não utilize Cervinca após o prazo de validade impresso no blister e na embalagem exterior, após “VAL.”
O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.
Não utilize Cervinca se verificar sinais visíveis de deterioração (tumescimento ou alteração da cor).
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES
Qual a composição de Cervinca
– A substância activa é a vincamina. Cada comprimido contém 10 mg de vincamina.
– Os outros componentes são: Amido de trigo, lactose mono-hidratada, talco, estearato de magnésio, óleo de rícino hidrogenado e Vermelho de Ponceau 4R (E124).

Qual o aspecto de Cervinca e conteúdo da embalagem
Cervinca apresenta-se em comprimidos, de cor rosa, acondicionados em blister de
PVC-Alu/LDPE, em embalagens de 20 e 60 unidades.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante
Laboratórios Basi – Indústria Farmacêutica, S.A.
Rua do Padrão, 98 – 3000-312 Coimbra
Portugal
Telefone: 239.827021
Telefax: 239.492845
E-mail: [email protected]

Este folheto foi aprovado pela última vez em: 20-09-2007