Cofedron Paracetamol bula do medicamento

Neste folheto:
1.O que é o Cofedron e para que é utilizado.
2.Antes de tomar Cofedron.
3.Como tomar Cofedron.
4.Efeitos secundários possíveis.
5.Como conservar Cofedron.
6.Outras informações.


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Cofedron 1000 mg Comprimido efervescente

Paracetamol

Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento:
-Conserve este folheto. Pode ter a necessidade de o reler.
-Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
-Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes
prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
-Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não
mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É COFEDRON E PARA QUE É UTILIZADO

Cofedron está indicado no tratamento sintomático da dor ligeira a moderada e/ou emestados febris (duração <3 dias) resultantes de infecções gripais ou de doençasinfecciosas.

Também é aconselhado como analgésico em afecções dolorosas, tais como: cefaleias,enxaquecas, nevralgias dentárias, intercostais, faciais, dores pré-menstruais, doresreumatismais, torcicolos, dores musculares e tendinosas, fracturas, entorses, dores nodecurso de intervenções O.R.L, dores em estomatologia (dores pós-operatórias, doresapós o tratamento ortopédico de fracturas, dores após electro-coagulação), artrosesdolorosas (artrose do joelho e artrose da anca);

2. ANTES DE TOMAR COFEDRON

Não tome Cofedron:

-Se tiver alergia (hipersensibilidade) ao Paracetamol ou a qualquer outro componente de
Cofedron.
-Em casos de insuficiência hepática;
-Se tem intolerância hereditária à fructose, devido à presença de sorbitol comoexcipiente;

Tome especial cuidado com Cofedron:
Em casos de insuficiência hepática (devido á dose unitária por comprimido, pois poderálevar a uma situação de hepatotoxicidade), alcoolismo crónico ou em casos deadministração concomitante de medicamentos hepatotóxicos, tais como o fenobarbital,fenitoína, glutetimida, carbamazepina ou rifampicina, pois poderão potenciar o efeitotóxico do paracetamol.

Se sofre de insuficiência renal.

Se sofre de doenças hereditárias raras de intolerância à galactose, deficiência de lactasede Lapp, ou deficiência de absorção da glucose-galactase.

Cofedron não deve ser utilizado para a auto-medicação da dor, durante mais de 7 dias nosadultos ou mais de 5 dias em crianças, excepto se prescrito pelo médico, pois uma dorintensa e prolongada pode requerer avaliação e tratamento médico.

Cofedron também não deve ser usado para auto-medicação da febre elevada (superior a
39ºC), febre de duração superior a 3 dias ou febre recorrente, excepto se prescrito pelomédico, pois estas situações podem requer avaliação e tratamento médico.

O uso prolongado de analgésicos, ou o uso inapropriado de doses elevadas pode provocardores de cabeça que não devem ser tratadas com doses aumentadas do medicamento.

O uso prolongado deste medicamento pode provocar alterações renais.

Tomar Cofedron com outros medicamentos
A toxicidade do paracetamol poderá ser potenciada pela administração simultânea deindutores enzimáticos, tais como: o álcool ou anti-epiléticos.

A administração repetida de doses terapêuticas do Cofedron, poderá eventualmentepotenciar a resposta aos anticoagulantes cumarínicos e aumentar a concentração sérica docloranfenicol.

A absorção gastrointestinal do paracetamol pode ser dificultada por fármacosanticolinérgicos ou analgésicos opiáceos, os quais atrasam o esvaziamento gástrico.

Deve-se ter precaução se tiver a tomar colestiramina, pois esta reduz a absorção doparacetamol.

Assim e para que se observe o efeito analgésico máximo, o paracetamol deve seradministrado 1 hora antes ou 4 horas depois da colestiramina.

A absorção do paracetamol pode ser aumentada por substâncias, tais como ametoclopramida e a domperidona. Contudo é possivel de tomar em simultâneo com oparacetamol.

Potenciação dos efeitos da varfarina com a toma continuada de doses elevadas deparacetamol.

A toma em simultâneo de paracetamol e AZT pode aumentar a incidência ou agravar aneutropénia.

Não associar a outros medicamentos contendo paracetamol, salicilatos ou outros anti-
inflamatórios não esteróides, devido ao risco aumentado dos efeitos secundários renais.

Foram referidas reacções adversas no fígado, as quais são associadas ao usoconcomitante de paracetamol com substâncias antivirais, tal como a zidovudina.

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Gravidez e aleitamento
Se for prescrito paracetamol, durante o período de gravidez ou aleitamento, deverá serpor um curto espaço de tempo. Existe evidência da segurança do paracetamol durante agravidez. O paracetamol é excretado pelo leite materno, mas em quantidadesclinicamente insignificantes.
Em doses terapêuticas este medicamento pode ser prescrito na fase de aleitamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não foram observados efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Cofedron
Cofedron contém na sua composição lactose, sorbitol e 330.55 mg de sódio/comprimido.
Avise o seu médico se sofre de intolerância à lactose ou se faz um regime de dieta combaixo teor de sódio.
.

3. COMO TOMAR COFEDRON

Tomar Cofedron sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médicoou farmacêutico se tiver dúvidas.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Cofedron édemasiado forte ou demasiado fraco.

Não altere as doses nem a duração do tratamento a seguir indicados:

A posologia usual de Cofedron:

Adultos e crianças com idade superior a 14 anos: Um comprimido efervescente cada 6a 8 horas conforme for necessário.
Normalmente, não devem ser ultrapassados os 3 g de paracetamol/dia, ou seja 3comprimidos/dia.
No caso da artrose dolorosa (artrose do joelho e da anca) a posologia é de 4 g/dia (4 x 1comprimido).

As tomas devem ser espaçadas com intervalos de pelo menos 4 horas e não ultrapassar os
4 comprimidos efervescentes em 24 horas. A duração do tratamento deve ser a mais curtapossível e não exceder o período sintomático.

Insuficiência renal: Em caso de insuficiência renal grave (depuração da creatininainferior a 10 ml/min), o intervalo entre as tomas deverá ser de, pelo menos, 8 horas e nãoexceder 3 g diários de paracetamol.

Insuficiência hepática: Em caso de insuficiência hepática o número de tomas diáriasserá reduzida tanto quanto possível.

Em idosos: Estudos realizados até à data não demonstraram problemas específicos nestegrupo etário, assim poderá seguir a posologia geral do medicamento se não houvercompromisso da função renal.

Em qualquer caso, a posologia máxima, é de 4g/dia.

Deitar o comprimido efervescente em meio copo de água, deixar dissolver e de seguidabeber.

Se tomar mais Cofedron do que deveria:

No caso de uma sobredosagem acidental, contacte imediatamente o seu médico ou ohospital mais próximo. O tratamento recomendado na sobredosagem consiste apenas naadministração de tratamento sintomático de suporte, lavagem gástrica e vigilânciahospitalar.

A administração I.V de N-acetilcisteína nas primeiras 12 horas após a ingestão podeimpedir a lesão hepática e, nas 36 horas seguintes minimizar aqueles efeitos.

Aos doentes com falência hepática, deverá administrar-se uma solução de glucose IVpara prevenir a hipoglicémia.

Caso se tenha esquecido de tomar Cofedron:
Tome o comprimido logo que se lembrar ou então, deverá ser retomado na próxima toma.
Não duplique as doses.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSIVEIS

Como os demais medicamentos, Cofedron pode ter causar efeitos secundários emalgumas pessoas.

Nas doses e duração de tratamento preconizadas, os efeitos secundários devidos ao
Cofedron são habitualmente desprezíveis. Tendo sido referidos casos raros dehipersensibilidade ao paracetamol.

Doenças gastrointestinais:
Raros: Náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal, pancreatite;

Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneos:
Raros:rash cutâneo, eritema ligeiro ou urticária; edema de Quinke; angioedema;

Cardiopatias e Vasculopatias:
Raros: hipotensão e outros sinais de anafilaxia;

Doenças do sangue e do sistema circulatório:
Raros: leucopénia, pancitopénia, neutropénia ou púrpura trombocitopénica;

Afecções hepato-biliares:
Raros: icterícia e insuficiência hepática

Doenças renais e urinárias:
Raros: insuficiência renal; ardor ao urinar, diminuição da quantidade de urina,aparecimento de hemoglobina na urina.

No entanto, a administração prolongada de paracetamol, em doses terapêuticas elevadas
(superiores a 2 g por dia), poderá ser responsável por insuficiência renal e peloaparecimento de hepatite crónica.

No caso de aparecimento de reacções alérgicas, deve interromper imediatamente otratamento.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR COFEDRON

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conservar Cofedron na embalagem de origem.

Não tome Cofedron após expirar o prazo de validade indicado na embalagem. O prazo devalidade corresponde ao último dia do mês indicado.
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Cofedron
A substância activa é o Paracetamol doseado a 1000 mg.
Os outros ingredientes são: Povidona, Hidrogenocarbonato de sódio, ácido cítricoanidro, sorbitol, lactose mono-hidratada, sacarina sódica, aroma de limão, leucina, ácidoascórbico.

Qual o aspecto de Cofedron e conteúdo da embalagem
Cofedron, 1000 mg, comprimidos efervescentes, estão acondicionados num tubo depolipropileno fechado com uma tampa em polietileno com sílica gel desidratada, que porsua vez irá ser acondicionada em caixa de cartolina litografada.

Titular de Autorização de Introdução no Mercado
Laboratórios Azevedos ? Indústria Farmacêutica, S.A.
Estrada Nacional 117-2
2614-503 Amadora

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o Titular de
Autorização de Introdução no Mercado.

Este folheto foi aprovado pela última vez em