Dermovate Solução Cutânea bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Levulan, Loprox Solução,

 

Neste folheto:

1.  O que é DERMOVATE Solução cutânea e para que é utilizado

2.  Antes de utilizar DERMOVATE Solução cutânea

3.  Como utilizar DERMOVATE Solução cutânea

4.  Efeitos secundários possíveis

5.  Conservação de DERMOVATE Solução cutânea

6.  Outras informações

Dermovate

Solução Cutânea

Propionato de clobetasol

Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento

Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.

A substância activa é o propionato de clobetasol.

Os outros componentes são: álcool isopropílico, carbómero 980 NF, hidróxido de sódio e água purificada.

1. O QUE É DERMOVATE Solução Cutânea E PARA QUE É UTILIZADO

Solução cutânea para aplicação no couro cabeludo.

Embalagem com um frasco contendo 100 ml de solução.

DERMOVATE Solução cutânea pertence a um grupo de medicamentos denominados anti-inflamatórios esteróides de utilização tópica.

DERMOVATE Solução cutânea está indicado em dermatoses do couro cabeludo que respondem aos esteróides, tais como: psoríases e eczemas resistentes.

2. ANTES DE UTILIZAR DERMOVATE Solução cutânea

Não utilize DERMOVATE Solução cutânea nas seguintes situações:

  • Hipersensibilidade à substância activa ou a qualquer dos excipientes;
  • Infecções do couro cabeludo;
  • Dermatoses em crianças com idade inferior a 1 ano, incluindo dermatite.

Tome especial cuidado com DERMOVATE Solução cutânea

É muito importante que evite o contacto de DERMOVATE Solução cutânea com os olhos. Não utilize DERMOVATE Solução cutânea próximo de uma chama.

A terapêutica contínua e prolongada com DERMOVATE Solução cutânea deverá ser evitada quando possível, particularmente em lactentes e crianças.

Os corticosteróides tópicos poderão ser prejudiciais na psoríase por vários motivos, incluindo recaída, desenvolvimento de tolerância, risco de psoríase pustulosa generalizada e desenvolvimento de toxicidade local ou sistémica devido a alterações na função de barreira da pele. Se utilizado na psoríase é importante a monitorização cuidadosa do doente.

Deve utilizar-se terapêutica antimicrobiana apropriada sempre que ocorra infecção das lesões inflamatórias em tratamento. Em caso de alastramento da infecção deve interromper a terapêutica corticosteróide tópica e a administração sistémica de anti-infecciosos, e contactar o seu médico.

A infecção bacteriana é facilitada pelo calor e pela humidade induzidos pelos pensos oclusivos, pelo que deve limpar a pele antes de aplicar um novo penso.

Gravidez e aleitamento

Informe o seu médico se estiver grávida, se planeia engravidar ou está a amamentar.

Dado que não existe evidência adequada da segurança da sua utilização na gravidez ou aleitamento, só se deve considerar a utilização de DERMOVATE Solução cutânea em qualquer destas situações se o benefício para a mãe justificar qualquer risco potencial para o feto ou lactente.

Efeitos sobre a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas

Não foram estudados efeitos sobre a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas.

Tomar DERMOVATE Solução cutânea com outros medicamentos

Não foi relatada nenhuma interacção. No entanto, deve informar o seu médico sobre todos os medicamentos que utiliza, inclusivamente os que adquiriu sem receita médica.

3. COMO UTILIZAR DERMOVATE Solução cutânea

Aplique uma pequena quantidade no couro cabeludo duas vezes por dia, de manhã e à noite, até observar a melhoria da situação.

DERMOVATE Solução cutânea pode ser usada em ciclos de tratamento repetidos de curta duração para controlar o agravamento da doença. Se for necessário tratamento esteróide contínuo deverá usar-se uma formulação menos potente.

Duração do tratamento

Utilize DERMOVATE Solução cutânea conforme as recomendações do seu médico. Caso não observe melhoria da situação contacte o seu médico.

Se utilizar mais DERMOVATE Solução cutânea do que deveria:

Se, acidentalmente, aplicar uma quantidade superior à recomendada, não é provável que ocorram consequências graves.

Em caso de sobredosagem crónica ou utilização incorrecta, podem surgir sinais de hipercortisolismo. Nesta situação, deve interromper gradualmente e com acompanhamento médico a aplicação tópica de esteróides.

Caso se tenha esquecido de aplicar DERMOVATE Solução cutânea

Caso se esqueça de aplicar DERMOVATE Solução cutânea na altura recomendada, proceda à sua aplicação quando se lembrar.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Quando utilizado nas quantidades recomendadas e durante o período de tempo apropriado, a maioria dos doentes não tem problemas relacionados com o tratamento. As formulações de Dermovate são geralmente bem toleradas. No entanto, como com todos os medicamentos, alguns doentes poderão sentir efeitos indesejáveis.

O uso prolongado de quantidades elevadas de corticosteróides, ou o tratamento de áreas extensas, pode resultar em absorção sistémica suficiente para provocar os efeitos de hipercortisolismo. Este efeito é mais provável em lactentes e crianças, e caso sejam utilizados pensos oclusivos. Após tratamento prolongado poder ocorrer atrofia local.

Suspeita-se que, em casos raros, o tratamento da psoríase com corticosteróides (ou a sua suspensão) terá provocado a forma pustulosa da doença.

Foram relatadas reacções cutâneas locais incluindo: comichão, ardor, eritema (vermelhidão) e erupções cutâneas.

Caso surjam sinais alérgicos, INTERROMPA a aplicação de DERMOVATE Solução cutânea e contacte o seu médico imediatamente.

Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. CONSERVAÇÃO DE DERMOVATE Solução cutânea

Não conservar acima de 25°C.

Não utilize DERMOVATE Solução cutânea após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Este folheto foi revisto pela última vez em: Março de 2004.