Indapamida Adimap Indapamida bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é a Indapamida Adimap
2. Antes de tomar Indapamina Adimap
3. Como tomar Indapamida Adimap
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Indapamida Adimap
6. Outras Informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Indapamida Adimap 1,5 mg Comprimidos de libertação prolongada

Indapamida

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É INDAPAMIDA ADIMAP E PARA QUE É UTILIZADO

Indapamida Adimap pertence a uma classe de medicamentos designados de ?diuréticos?que aumentam a produção de urina pelos rins.

É utilizada no tratamento da tensão arterial elevada (hipertensão).

2. ANTES DE TOMAR INDAPAMIDA ADIMAP

Não tome Indapamida Adimap
– se tem alergia (hipersensibilidade) à indapamida ou a qualquer outro componente de
Indapamida Adimap;
– se tiver alergia (hipersensibilidade) a outras substâncias da mesma classe da indapamidaconhecidas como ?sulfonamidas?, tais como trimetoprim ou co-trimoxazol.
– se sofre de doença renal grave
– se sofre de doença hepática grave
– se sofre de uma perturbação cerebral e do sistema nervoso central, causada por doençahepática (encefalopatia hepática)
– se tem um baixo nível de potássio no sangue.

Tome especial cuidado com Indapamida Adimap
Informe o seu médico:

– se tiver problemas de ritmo cardíaco;
– se tiver problemas no fígado ou rins;
– se tiver diabetes
-se tiver de efectuar testes para avaliar o funcionamento da glândula paratiroideia;
– se sofrer de gota;
– se tiver problemas de pele tais como rash, alteração da cor da pele, inchaço ousensibilidade da pele à luz solar (fotossensibilidade) enquanto estiver a tomar estemedicamento.

Antes do início e durante o tratamento com Indapamida Adimap, o seu médico podepedir análises para monitorizar os níveis de potássio, cálcio e sódio no sangue. Isto éespecialmente importante em doentes idosos ou que sofrem de doença hepática, cardíacaou em doentes com hiperactividade da glândula paratiroideia.

Os atletas deverão ter em consideração de que este medicamento contém uma substânciaactiva que poderá originar um resultado positivo nos testes de doping.

Ao tomar Indapamida Adimap com outros medicamentos
Por favor informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomadorecentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Não tome Indapamida Adimap em associação com:

Lítio (usado no tratamento da depressão) devido ao risco de aumento dos níveis de lítiono sangue.

Informe o seu médico se estiver a tomar alguma das seguintes substância pois a sua dosepoderá ter de ser ajustada:

cloropromazina, tioridazina, amissulprida ou haloperidol (utilizadas no tratamento daesquizofrenia e outras perturbações do foro psiquiátrico)
– quinidina, hidroquinidina, disopiramida, amiodarona, sotalol, dofetilida ou ibutilida
(utilizadas no tratamento de ritmos cardíacos irregulares)
– bepridil (utilizada no tratamento da tensão arterial elevada e dor do peito)
– cisaprida e difemanil (utilizadas no tratamento de problemas gástricos)
– antibióticos como eritromicina IV, pentamidina, sparfloxacina e moxifloxacina;
halofantrina (utilizada no tratamento da malária)
mizolastina (usado no tratamento de reacções alérgicas)
vincamina IV (utilizada para melhorar o fluxo sanguíneo cerebral).
– Anti-Inflamátórios Não-Esteróides (A.I.N.E.S) utilizados para o alívio da dor e notratamento de inflamações, tais como ibuprofeno, inibidores específicos da 2-ciclo-
oxigenase (COX-2) tais como celecoxib ou doses elevadas de Aspririna.
inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA?s) utilizados no tratamento dahipertensão e insuficiência cardíaca tais como captopril, enalapril e perindopril.
anfotericina B IV (utilizada no tratamento de infecções fúngicas)

– Esteróides tais como hidrocortisona, prednisolona (utilizadas no tratamento da asmagrave e artrite reumatóide) e tetracosactido (utilizado no diagnóstico de algumas doençase no tratamento da doença de Crohn).
laxantes estimulantes tais como a sena e supositórios de glicerol ( utilizados no alívio daobstipação);
baclofeno (relaxante muscular);
– substâncias utilizadas no tratamento de insuficiência cardíaca, tais como a digoxina e a digitoxina);
– diuréticos poupadores de potássio tais como a amilorida, espironolactona e triamtereno;
metformina (utilizada no tratamento da diabetes);
-anti-depressivos tais como a imipramina e neurolépticos (utilizados no tratamento deperturbações mentais);
– medicamentos contendo cálcio;
-substâncias que reduzem a imunidade natural do corpo (agentes imunossupressores) taiscomo a ciclosporina e tacrolimus.

Se efectuar um raio-X, informe o seu médico de que está a tomar indapamida uma vezque será necessário tomar precauções adicionais.

Ao tomar Indapamida Adimap com alimentos e bebida

Indapamida Adimap pode ser tomado com refeições.

Gravidez e aleitamento

Não se recomenda a utilização de Indapamida Adimap se estiver grávida ou a amamentar.
Se descobrir que está grávida durante a utilização de Indapamida Adimap, informe o seumédico imediatamente.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Indapamida Adimap poderá provocar efeitos secundários devido à diminuição da tensãoarterial, tais como tonturas ou cansaço (ver secção 4). Existe maior probabilidade destesefeitos secundários ocorrerem após o início do tratamento ou após os aumentos das doses.
Se for o caso, não deverá conduzir ou realizar tarefas que exijam estado de alerta. Noentanto, se houver um bom controlo, é improvável que ocorram tais efeitos secundários.

Informações importantes sobre alguns componentes de Indapamida Adimap

Este medicamento contém LACTOSE. Se foi informado pelo seu médico que tem algumaintolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR INDAPAMIDA ADIMAP

Tomar Indapamina Adimap sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com oseu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos
A dose habitual é de 1,5 mg (1comprimido) que deve ser tomado, de preferência, demanhã. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros com água, não devem sermastigados.

Doentes com problemas de rins
Doentes com problemas nos rins não devem tomar Indapamida Adimap.

Doentes com problemas de fígado
Doentes com problemas no fígado não devem tomar Indapamina Adimap.

Idosos
Os doentes idosos podem ser tratados com Indapamina Adimap desde que não tenhamquaisquer problemas nos seus rins.

Crianças e adolescentes (com idade inferior a 18 anos)
Não se recomenda a utilização de Indapamina Adimap em crianças e adolescentes.

Se tomar mais Indapamida Adimap do que deveria
Se você (ou alguém) tomar demasiados comprimidos de Indapamina Adimap de uma sóvez, ou se pensa que uma criança ingeriu algum comprimido, contacte de imediato aunidade hospitalar mais próxima ou o seu médico. Se tiver ingerido demasiadoscomprimidos, poderá sentir os seguintes sintomas: náuseas, vómitos, tensão arterialbaixa, cãibras, tonturas, sonolência, confusão, produção excessiva ou reduzida de urina.
Leve consigo este folheto, os restantes comprimidos e a embalagem para o hospital ou aoseu médico para que saibam que comprimidos foram ingeridos.

Caso se tenha esquecido de tomar Indapamida Adimap
Se se esqueceu de tomar um comprimido tome o seguinte à hora habitual. Não tome umadose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Indapamina Adimap

O tratamento da tensão arterial elevada é normalmente prolongado, não devendo, assim,ser interrompido sem antes falar com o seu médico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Indapamida Adimap pode causar efeitos secundários, noentanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Foram reportados os seguintes efeitos secundários, de acordo com a frequênciademonstrada:

Frequentes (afectam menos de 1 em 10 doentes mas mais do que 1 em 100 doentes):

– Erupções alérgicas de tipo maculo-papular (reacção alérgica na pele que origina vastas
áreas de manchas vermelhas com pequenos nódulos).

Pouco Frequentes (afectam menos de 1 em 100 doentes mas mais do que 1 em 1000doentes):
Vómitos
– Reacções alérgicas, especialmente em pessoas propensas a reacções alérgicas e ataquesde asma, afectando principalmente a pele e causando púrpura (manchas na pele).

Raros (afectam menos de 1 em 1000 doentes mas mais do que 1 em 10.000):
vertigens (sensação de tonturas)
– cansaço
– dor de cabeça
– parestesia (picadas e formigueiro)
– náuseas
obstipação
– boca seca

Muito Raros (afectam menos de 1 em 10.000 doentes):
– aumento dos níveis de cálcio no sangue
– ritmo cardíaco irregular
tensão arterial baixa;
– redução das plaquetas sanguíneas, podendo aumentar o risco de hemorragia ouhematomas;
– redução do número de glóbulos brancos no sangue, facilitando o aparecimento deinfecções;
– insuficiência da produção de células da medula óssea (causando uma redução de todosos tipos de células sanguíneas) ou anemia (redução dos glóbulos vermelhos);
– inflamação ou infecção do pâncreas;
insuficiência renal
– reacções alérgicas como angiodema e/ou urticária, manifestações graves na pele. Oangioedema caracteriza-se pelo inchaço da pele das extremidades ou da face, dos lábiosou da língua, das membranas mucosas da garganta ou das vias respiratórias aéreas,causando dificuldade respiratória ou dificuldade em engolir. Se for este o caso, contacteimediatamente o seu médico.
– reacções alérgicas graves como necrólise epidérmica tóxica e síndrome Steven-Johnson,podendo causar sintomas semelhantes aos da gripe e bolhas ou escamação da pele. Se talocorrer, contacte o seu médico de imediato.

– os doentes que sofrem de lúpus eritematoso disseminado agudo (uma doençainflamatória rara) poderão sentir um agravamento da doença durante a utilização de
Indapamida Adimap;
problemas hepáticos ou agravamento de uma doença designada de encefalopatiahepática em doentes com problemas de fígado, podendo provocar danos cerebrais e nosistema nervoso.

Foram reportados outros efeitos secundários, incluindo:

– redução dos níveis de potássio no sangue, podendo causar fraqueza muscular;
– redução dos níveis de sódio no sangue e diminuição do volume sanguíneo, podendocausar desidratação ou tonturas e sensação de desmaio ao levantar, devido à baixa tensãoarterial;
– aumento dos níveis de ácido úrico no sangue, podendo provocar ou agravar casos degota (uma doença que provoca dor, inflamação e inchaço numa ou mais articulações;
– aumento dos níveis de glucose no sangue em doentes diabéticos;
– reacções de fotossensibilidade (alteração da superfície da pele) após exposição à luzsolar ou luz ultravioleta artificial A (UVA).

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar efeitos secundários nãomencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR INDAPAMIDA ADIMAP

Manter fora do alcance e da vista das crianças

Não utilize Indapamida Adimap após expirar o prazo de validade indicado no blister eembalagem exterior após EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mêsindicado.
Este medicamento não necessita de precauções especiais de conservação.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição do Indapamida Adimap

– A substância activa é a indapamida. Cada comprimido contém 1,5 mg de indapamida.
– Os outros componentes são: lactose monohidratada, hipromelose (methocel K4M
Premium), sílica coloidal anidra e estearato de magnésio.
Revestimento (Opadry II branco 33 G28702): Hipromelose 6cP (E464), dióxido detitânio (E171), lactose monohidratada, macrogol 3000 e triacetina.

Qual o aspecto de Indapamida Adimap e conteúdo da embalagem

Indapamida Adimap é composto por comprimidos de libertação prolongada brancos,biconvexos, redondos, gravados com ?1,5? num dos lados e plano no outro lado.

Os comprimidos de Indapamida Adimap estão disponíveis em apresentações de 10,14,
15,20, 28, 30, 50, 60, 90, 98 e 100 comprimidos.

É possível que não estejam comercializadas todas as apresentações

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Teva Pharma – Produtos Farmacêuticos Lda.
Lagoas Park, Edifício 1, Piso 3
2740-264 Porto Salvo

Este medicamento está autorizado nos estados membros da UE com os seguintes nomes:

Áustria:
Indamax 1,5 mg Retardtabletten
Chipre:
Indapamide Teva 1.5mg Prolonged -release tablets
República Checa: Indapamid Teva 1,5 mg
Dinamarca: Indapamid Teva
Estónia:
Indamax
França:
Indapamide TEVA Santé LP 1,5 mg, comprimé pelliculé à liberation
prolongée
Lituânia:
Indamax 1,5 mg pailginto atpalaidavimo tablet?s
Letónia:
Indamax 1,5 mg ilgsto??s darb?bas tabletes
Polónia:
Indapamide Teva
Portugal:
Indapamida Adimap
Roménia:
Indapamid? Teva 1,5 mg comprimate cu eliberare prelungit?
Eslovénia:
CARDIDE SR 1,5 mg filmsko oblo?ene tablete s podalj?anim

spro??anjem
República Eslovaca: Indapamid Teva 1,5 mg
Espanha:
Indapamida retard Tevagen 1,5mg comprimidos de liberación prolongada

EFG
Reino Unido: CARDIDE SR 1.5 mg Prolonged Release Tablets

Este folheto foi aprovado pela última vez em: