Indapamida Ciclum Indapamida bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Indapamida Ciclum e para que é utilizado
2. Antes de tomar IndapamidaCiclum
3. Como tomar Indapamida Ciclum
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Indapamida Ciclum
6. Outras informações

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Indapamida Ciclum 1,5 mg Comprimidos de libertação prolongada
Indapamida

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamentopode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitossecundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É INDAPAMIDA CICLUM E PARA QUE É UTILIZADO

O componente activo destes comprimidos de libertação prolongada é a indapamida.
A indapamida é um diurético. A maior parte dos diuréticos aumenta a quantidade deurina produzida pelos rins.

Pertence ao grupo farmacoterapêutico 3.4.1.1 ? Aparelho cardiovascular. Anti-
hipertensores. Diuréticos. Tiazidas e análogos.

A Indapamida Ciclum está indicada para tratar a tensão arterial alta (hipertensãoessencial).

2. ANTES DE TOMAR INDAPAMIDA CICLUM

Não tome Indapamida Ciclum
– se tem alergia à indapamida, a qualquer outra sulfonamida ou a qualquer outrocomponente de Indapamida Ciclum,
– se tem doença renal grave,
– se tem doença de fígado grave ou sofre duma condição chamada encefalopatiahepática (doença degenerativa do cérebro que afecta a consciência),
– se tem baixos níveis de potássio no seu sangue.

Tome especial cuidado com Indapamida Ciclum
– se tem problemas no fígado,
– se tem diabetes (verifique regularmente os seus níveis de açúcar no sangue),
– se sofre de gota,
– se tem algum problema do ritmo cardíaco,
– se tem doença renal,
– Se precisar de fazer um teste para ver como funciona a sua glândula paratiroide.
1

Têm sido relatados casos de reacções de fotossensibilidade com tiazidas ediuréticos relacionados,. Se a reacção de fotossensibilidade ocorrer durante otratamento, deve informar o seu médico, que pode parar o tratamento. Recomenda-
se proteger as áreas expostas ao sol ou a UVA artificial se estiver a tomarindapamida.

Se a função de sua glândula paratiroide vai ser examinada: informe o seu médico,que irá suspender o tratamento com Indapamida Ciclum.

O seu médico poderá mandar fazer análises ao sangue para detectar níveis baixosde potássio ou sódio ou níveis altos de cálcio.Isto é especialmente importante nosdoentes, que estão em alto risco de desenvolver alterações electrolíticas (tais comoidosos, doentes que estão a tomar vários medicamentos ou doentes desnutridos).

Se pensa que alguma destas situações se pode aplicar a si ou se tem questões oudúvidas acerca da toma deste medicamento, deve falar com o seu médico oufarmacêutico.

Os desportistas devem ser alertados para o facto deste medicamento conter umasubstância activa que pode originar uma reacção positiva nos controlos antidoping.

Tomar Indapamida Ciclum com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomadorecentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receitamédica.

Não deve tomar Indapamida Ciclum com lítio (usado parar tratar depressão) devidoao risco do aumento dos níveis de lítio no sangue.

Deve falar com o seu médico se estiver a tomar algum dos seguintes medicamentos,pois podem ser necessárias precauções cuidado especiais:
– medicamentos usados para tratar problemas do ritmo cardíaco (ex: quinidina,hidroquinidina, disopiramida, amiodarona, sotalol, ibutilida, dofetilida),
– medicamentos antipsicóticos, usados para tratar distúrbios mentais, tais comofenotiazinas (ex. cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina,trifluopezarina), benzamidas (ex. amisulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida),butirofenonas (ex: droperidol, haloperidol),
antidepressivos tricíclicos (usados para tratar a depressão), neurolépticos (usadospara tratar perturbações mentais)
– bepridilo (usado para tratar angina de peito, uma condição que causa dor de peito),
– cisaprida (usado para tratar problemas gastrointestinais),
– certos antibióticos (ex: eritromicina injectável, esparfloxacina, moxifloxacina),
– medicamentos antiparasitários como a halofantrina para tratar certos tipos demalária),
pentamidina (usada para tratar certos tipos de pneumonia),
mizolastina (usada para tratar reacções alérgicas, tais como febre dos fenos),
– vincamicina injectável (usada para tratar perturbações cognitivas sintomáticas, taiscomo falta de memória, concentração ou dificuldade em pensar, nos doentesidosos),
2

– difemanil (principalmente usado para tratar bébés com tensão muscular),
anti-inflamatórios não esteróides para alívio da dor (ex: ibuprofeno) ou doseselevadas de ácido acetilsalicílico, inibidores da ciclo-oxigenase-2 (COX-2) (tais como
Celecoxib, Etoricoxib),
inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA) (tais como o captoprilou ramipril; usados para tratar a tensão arterial alta e a insuficiência cardíaca),
anfotericina B injectável (para tratar doenças fungícas graves),
-corticosteróides (tais como prednisolona ou fludrocortisona) usados para tratarvárias condições, incluindo asma grave e artrite reumatóide,
laxantes,
baclofeno (para tratar a dureza dos músculos em doenças como a esclerosemúltipla),
digitálicos (para tratar a insuficiência cardíaca e algumas alterações do ritmocardíaco),
– diuréticos poupadores de potássio (amilorida, espironolactona, triamtereno),
– certos diuréticos que podem causar uma diminuição dos níveis de potássio nosangue (tais como bumetanida, furosemida, tiazidas e xipamida),
metformina (para tratar diabetes),
– meio de contraste iodado (usado para exames envolvendo raios X),
– suplementos de cálcio,
– imunossupressores usados para o tratamento de doenças auto-imunes ou apóscirurgia de transplante (ex: ciclosporina, tracolimus),
tetracosactido (para tratar a doença de Crohn).

Tomar Indapamida Ciclum com alimentos e bebidas
Não existem recomendações específicas.

Gravidez
Não se recomenda a toma deste medicamento durante a gravidez. Informe o seumédico se está grávida, pensa estar ou pretende engravidar.

Aleitamento
A substância activa é excretada no leite. Não se recomenda o aleitamento se estivera tomar este medicamento. Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomarqualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Os efeitos deste medicamento sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinassão reduzidos.
A indapamida Ciclum não afecta o estado de alerta mas em alguns doentes podemocorrer diversas reacções tais como tonturas ou cansaço devido à descida datensão arterial, principalmente no início do tratamento ou quando se adiciona aotratamento um outro anti-hipertensivo. Se se sente afectado, não conduza, nemutilize máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Indapamida Ciclum
Este medicamento contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que temintolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar o medicamento.

3

3. COMO TOMAR INDAPAMIDA CICLUM

Tomar Indapamida Ciclum sempre de acordo com as indicações do médico. Falecom o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A dose habitual é de um comprimido por dia, de preferência de manhã.

Doentes com insuficiência renal
Doentes com insuficiência renal grave (depuração da criatinina inferior a 30 ml/min)não devem ser tratados com Indapamida Ciclum (ver secção 2: NÃO tome
Indapamida Ciclum). As tiazidas e os diuréticos relacionados apenas sãocompletamente efectivos se a função renal for normal ou estiver só minimamentediminuída.

Doentes com insuficiência hepática
Doentes com insuficiência hepática grave não devem ser tratados com Indapamida
Ciclum (ver secção 2: NÃO tome Indapamida Ciclum).

Idosos
Os doentes idosos podem ser tratados com Indapamida Ciclum se a função renal fornormal ou estiver só minimamente diminuída.

Crianças e adolescentes
Indapamida Ciclum não está recomendada para ser utilizado em crianças eadolescentes devido a falta de dados de segurança e eficácia.

Modo de administração:
Os comprimidos devem ser tomados inteiros com água. Não devem ser esmagadosou mastigados.

Duração do tratamento:
A duração do tratamento para a tensão arterial alta deve ser decidido pelo médicoassistente,

Se tomar mais Indapamida Ciclum do que deveria
Se tomou muitos comprimidos, deve contactar o seu médico ou farmacêuticoimediatamente. Uma dose muito grande de Indapamida Ciclum pode provocarnáuseas, vómitos, descida da tensão arterial, cãibras, vertigens, sonolência,confusão e alterações da quantidade de urina produzida pelos rins.

Caso se tenha esquecido de tomar Indapamida Ciclum
Se se esqueceu de tomar a dose do seu medicamento, tome a próxima dose à horahabitual. Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu detomar.

Se parar de tomar Indapamida Ciclum
Como o tratamento para a tensão arterial alta é normalmente prolongado, deve falarcom o seu médico antes de parar de tomar este medicamento.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seumédico ou farmacêutico
4

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Indapamida Ciclum pode causar efeitos secundários,no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Muito frequentes:
Em mais que 1 em 10 doentes tratados
Frequentes:
Em menos 1 em 10, mas mais que 1 em 100 doentestratados
Pouco frequentes:
Em menos 1 em 100, mas mais que 1 em 1000 doentestratados
Raros:
Em menos 1 em 1000, mas mais que 1 em 10000 doentestratados
Muito raros:
Em menos 1 em 10000 doentes tratados, incluindo casosisolados
Desconhecidos:
frequência que não pode ser estimada a partir dos dadosdisponíveis

Foram relatados os seguintes efeitos secundários com Indapamida:

Frequentes:
– erupção na pele com máculas e pápulas (reacção alérgica, especialmente empessoas predispostas a ter reacções alérgicas ou asmáticas).

Pouco frequentes:
– púrpura (manchas de sangue vermelhas ou púrpura na pele, reacções alérgicas,especialnente em pessoas susceptíveis de reacções alérgicas ou asmáticas).
vómitos.

Raros:
– tonturas
– cansaço (fadiga)
– dor de cabeça
– sensação de picadas (parestesia)
– náusea (sensação de estar doente)
obstipação (movimentos intestinais pouco frequentes, fezes duras e secas)
– boca seca.

Muito raros:
– elevados níveis de cálcio no sangue (hipercalcemia)
– batimento irregular do coração (arritmia)
tensão arterial baixa
– alteração do número de células sanguíneas, como:
– diminuição do número de plaquetas (trombocitopenia)
– diminuição do número leucócitos (leucopenia), que pode ser grave (agranulocitose)
anemia aplástica (uma depressão da medula)
anemia hemolítica (anemia causada por uma diminuição anormal dos glóbulosvermelhos)
– inflamação do pâncreas
5

– mau funcionamento do fígado (detectada por análises de sangue)
insuficiência renal
– reacções cutâneas alérgicas principalmente em pessoas com tendência parareacções alérgicas ou asmáticas, (edema angioneurotico e/ou urticária, necróliseepidermica tóxica, síndrome de Steven Johnson).O angiodema é caracterizado porpelo inchaço dos lábios ou língua, inchaço das membranas mucosas da garganta ouvias aéreas resultando no abrandamento da respiração ou dificuldade em engolir. Seisto acontecer contacte o seu médico imediatamente.

Desconhecidos:
– baixos níveis de sódio no sangue (hiponatrémia)
– deplecção de potássio com baixos níveis de potássio no sangue (hipocaliémia).
– diminuição do volume de sangue (hipovolémia) com:
– desidratação,
hipotensão ortostática (descida da tensão arterial ao erguer-se)
– baixos níveis de cloretos no sangue que podem causar alcalose metabólica (baixaacidez no sangue)
– aumento dos valores de açúcar no sangue
– se sofre de lúpus eritematoso disseminado (doença auto-imune), este pode piorar
– reacções de fotossensibilidade (ver secção 2: Tome especial cuidado com
Indapamida Ciclum)
– se o seu fígado não estiver a funcionar bem, a Indapamida Ciclum pode causarencefalopatia hepática (ver secção 2: Tome especial cuidado com Indapamida
Ciclum)
– níveis elevados de ácido úrico no sangue podem originar ataques de gota.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitossecundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR INDAPAMIDA CICLUM

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Indapamida Ciclum após o prazo de validade impresso na embalagemexterior após ?VAL?. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já nãonecessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Indapamida Ciclum
A substância activa é a indapamida. Cada comprimido de libertação prolongadacontém 1,5 mg de indapamida
Os outros componentes são:
6

Núcleo:
Lactose mono-hidratada
Amido de milho pré-gelatinizado
Hipromelose
Dióxido de silicone coloidal
Estearato de magnésio

Revestimento:
Hipromelose
Macrogol 6000
Dióxido de titânio (E 171)

Qual o aspecto de Indapamida Ciclum e conteúdo da embalagem
Indapamida Ciclum apresenta-se na forma de comprimidos revestidos brancos aesbranquiçados, redondos e biconvexos.

Indapamida Ciclum está disponível em embalagens com 10, 15, 30, 50, 60, 90, ou
100 comprimidos de libertação prolongada acondicionados em blisters.

Podem não ser comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante
Titular de Autorização de Introdução no Mercado
Ciclum Farma Unipessoal, Lda.
Quinta da Fonte
Edifício D. Amélia ? Piso 1, Ala B
2770-229 – Paço de Arcos

Fabricante
STADA Arzneimittel AG
Stadastrasse 2-18
61 118 Bad Vilbel
Alemanha

Este medicamento está autorizado nos Estados Membros com os seguintes nomes:
AT: Indapamid STADA retard 1,5 mg Filmtabletten
BG: Indastad 1.5 mg
CZ:Indastad 1.5 mg
DE: Indapamid AL 1,5 mg Retardtabletten
DK: Indapamid STADA, depottabletter 1.5 mg
FR:INDAPAMIDE EG L.P. 1,5 mg, comprimé pelliculé à libération prolongée
HU: Indastad 1.5 mg
PL: Indastad
PT: Indapamida Ciclum
RO: Indapamid STADA 1.5 mg, tablete cu eliberare prelungita
SK: Indastad 1.5 mg
UK: Hypermide XL 1.5 mg prolonged release tablets

7

Este folheto foi aprovado pela última vez em

8