Inderal bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Inderal,

 

Neste folheto:

1.   O que é Inderal e para que é utilizado
2.   Antes de tomar Inderal
3.   Como tomar Inderal
4.   Efeitos secundários possíveis
5.   Como conservar Inderal
6.   Outras informações

Inderal

Inderal, 10 mg, Comprimidos revestidos

Inderal, 40 mg, comprimidos revestidos

Propranolol, cloridrato

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.

Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.


1. O QUE É INDERAL E PARA QUE É UTILIZADO

Inderal pertence a um grupo de medicamentos designados por beta bloqueantes. Isto significa que tem efeito em muitas partes do organismo, incluindo o coração.

Inderal pode ser usado em várias situações, incluindo:

  • Aumento da pressão arterial
  • Dor no peito (angina)
  • Outras doenças cardíacas
  • Assegurar um batimento regular do coração
  • Protecção do coração após um ataque cardíaco
  • Prevenção da enxaqueca
  • Tremor
  • Ansiedade
  • Algumas doenças da tiróide (hipertiroidismo)
  • Feocromocitoma (quando utilizado juntamente com outro tratamento) hemorragia do esófago causada por pressão sanguínea elevada no fígado.

Grupo farmacoterapêutico: Aparelho cardiovascular.

Anti-hipertensores. Depressores da actividade adrenérgica. Bloqueadores beta. Não selectivos cardíacos.

2. ANTES DE TOMAR INDERAL

Não tome Inderal:

Caso tenha tido asma ou respiração ofegante Não Tome Inderal. Consulte o seu médico ou farmacêutico.

Antes de tomar o seu medicamento, deve informar o seu médico se:

  • Teve alguma reacção alérgica ao cloridrato de propranolol ou a qualquer outra das substâncias de Inderal.
  • Teve ou tem alguma doença cardíaca, incluindo falha cardíaca ou bloqueio cardíaco. -sofre ou sofreu de frequência cardíaca muito lenta ou irregular, pressão arterial muito baixa ou má circulação.
  • Lhe disseram que sofria de um tipo particular de dor no peito (angina), chamada angina de Prinzmetal.
  • Lhe disseram que sofria de feocromocitoma que não está a ser tratado com outros medicamentos.
  • Está ou esteve em jejum prolongado recentemente.

Inderal é apenas para a sua doença actual. Não o use para outras doenças e não deve ser tomado por mais ninguém.

Tome especial cuidado com Inderal

Antes de tomar o seu medicamento, diga ao seu médico se:

  • Alguma vez teve reacções alérgicas.
  • Tem outros problemas de saúde, tais como problemas de rins, fígado ou tiróide, diabetes, problemas circulatórios, cardíacos, falta de ar ou tornozelos inchados. -está a tomar outros medicamentos, incluindo aqueles que compra sem receita. -bebe frequentemente grandes quantidades de álcool; o álcool pode reduzir o efeito de Inderal.
  • Está a tomar clonidina para a hipertensão ou para prevenir enxaquecas, não pare de tomar a sua clonidina ou Inderal sem consultar o seu médico.

Pode notar que a sua pulsação se torna mais lenta enquanto toma os comprimidos. Esta situação é normal, mas se ficar preocupado, por favor consulte o seu médico.

Inderal pode, por vezes, alterar a resposta normal do seu corpo à insulina. Pode também modificar a sua resposta normal a baixas concentrações sanguíneas de açúcar. Sintomas de aumento do batimento cardíaco, provocados por baixas concentrações sanguíneas de açúcar, poderão ser reduzidos pelo Inderal. Raramente as concentrações de açúcar descem a níveis que possam provocar ataques ou coma. Se é diabético, Inderal pode alterar a sua resposta à insulina ou a outras medicações anti-diabéticas. Pode também modificar a resposta normal do seu corpo a baixas concentrações sanguíneas de açúcar. Sintomas de aumento do batimento cardíaco, provocados por baixas concentrações sanguíneas de açúcar, poderão ser reduzidos pelo Inderal.

Raramente as concentrações de açúcar descem a níveis que possam provocar ataques ou coma.

Inderal pode, por vezes, causar baixas concentrações sanguíneas de açúcar mesmo em doentes que não sejam diabéticos como, por exemplo, em recém-nascidos, crianças, idosos, doentes em hemodiálise ou que sofram de doença crónica do fígado ou tenham sofrido sobredosagem.

Se for hospitalizado, informe o pessoal médico, particularmente o anestesista (se for fazer uma intervenção cirúrgica) de que está a tomar Inderal.

Conforme mencionado anteriormente, os seus comprimidos contêm dióxido de titânio e lactose. Estas substâncias podem causar problemas a um número reduzido de pessoas sensíveis a estes produtos.

Não deve parar de tomar o seu medicamento sem recomendação médica. A paragem deve ser gradual.

Gravidez e aleitamento

Antes de tomar Inderal, informe o seu médico se está grávida, pensa engravidar ou amamenta.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Os seus comprimidos não deverão afectar a sua capacidade de conduzir veículos ou operar máquinas. No entanto, alguns doentes experimentaram ocasionalmente tonturas e fadiga durante o tratamento com Inderal e não deve conduzir ou operar máquinas se sentir estes efeitos.

Ao tomar Inderal com outros medicamentos

Informe o seu médico se está a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos à base de plantas, produtos naturais ou suplementos alimentares, que tenha comprado sem receita médica ou medicamentos utilizados há algum tempo. Alguns medicamentos podem afectar a acção de outros medicamentos. Em particular, deve informar o seu médico:

  • Se estiver a tomar disopiramida, quinidina, propafenona ou amiodarona (para batimento irregular do coração).
  • Se estiver a fazer tratamento para a tensão arterial elevada (hipertensão) ou angina (em especial, verapamil, diltiazem, clonidina, nifedipina, nisoldipina, nicardipina, isradipina, lacidipina, hidralazina).
  • Se estiver a fazer tratamento para a enxaqueca, que contenha derivados da ergotamina.
  • Se estiver a tomar clorpromazina ou tioridazina (para algumas perturbações psiquiátricas).
  • Se estiver a tomar indometacina ou ibuprofeno (para o alívio da dor).
  • Se estiver a fazer tratamento para a insuficiência cardíaca (digoxina).
  • Se estiver a fazer tratamento para problemas de estômago (cimetidina).
  • Se estiver a fazer tratamento para a tuberculose (rifampicina). -se estiver a fazer tratamento para a asma (teofilina)
  • Se estiver a fazer tratamento para a prevenção de coágulos sanguíneos (varfarina).

Deve também informar o seu médico se está a tomar descongestionantes nasais ou outros medicamentos para constipação que pode ter comprado na farmácia, sem receita médica.

Informações importantes sobre alguns componentes de Inderal

Este medicamento contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR INDERAL

Tome o medicamento sempre de acordo com as instruções do seu médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Se tiver a impressão de que o efeito de Inderal é demasiado forte ou demasiado fraco, fale com o seu médico ou farmacêutico.

O seu médico decidirá quanto Inderal deve tomar por dia, dependendo do seu estado. A tabela seguinte mostra as doses normais diárias para adultos. A dose diária é frequentemente repartida ao longo do dia em menores quantidades.

Aumento da pressão arterial 160 mg a 640 mg
Dor no peito (angina) 80 mg a 480 mg
Algumas doenças cardíacas 30 mg a 160 mg
Batimento cardíaco irregular 30 mg a 240 mg
Protecção após ataque cardíaco 160 mg
Prevenção de enxaquecas 80 mg a 240 mg
Tremor 40 mg a 160 mg
Ansiedade 30 mg a 160 mg
Algumas doenças da tiróide 30 mg a 160 mg
Feocromocitoma 30 mg a 60 mg
Hemorragias do esófago devido a pressão 80 mg a 320 mg

Sanguínea elevada no fígado

Nalgumas circunstâncias, InderaL é usado para tratar crianças com estas doenças. A dose deve ser ajustada pelo médico de acordo com a idade e peso da criança.

Tome o comprimido inteiro com o auxílio de um golo de água. Tente tomar o seu comprimido à mesma hora cada dia.

Não pare de tomar os comprimidos se se estiver a sentir bem, a não ser que o seu médico o recomende. Mesmo nesse caso, a paragem deve ser gradual.

Se tomar mais Inderal do que deveria

Se tomar mais do que a dose normal de Inderal, deve contactar o seu médico ou farmacêutico de imediato.

Caso se tenha esquecido de tomar Inderal

Deverá tomar Inderal conforme receitado pelo seu médico. Contudo, se se esquecer de uma dose, tome-a logo que se lembre. Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Inderal pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas. Estes podem incluir:

Efeitos secundários frequentes que podem ocorrer (em 1% ou mais de doentes mas em menos de 10%; entre 1 em 10 doentes e 1 em 100 doentes):

  • dedos e extremidades frias -redução do batimento cardíaco
  • entorpecimento e espasmos dos dedos seguidos por calor e dor (fenómeno de Raynaud)
  • perturbações do sono/pesadelos -fadiga

Efeitos secundários pouco frequentes que podem ocorrer (em 0,1% ou mais de doentes mas em menos de 1%; entre 1 em 100 doentes e 1 em 1.000 doentes): -diarreia -náusea -vómitos

Efeitos secundários raros que podem ocorrer (em 0,01% ou mais de doentes e em menos de 0,1%; entre 1 em 1.000 doentes e 1 em 10.000 doentes): -agravamento das dificuldades respiratórias, se sofre ou sofreu de asma -falta de ar e/ou tornozelos inchados (se também tiver insuficiência cardíaca) -bloqueio cardíaco, que pode causar um batimento cardíaco irregular, tonturas, fadiga ou sensação de desmaio -tonturas, principalmente quando de pé -agravamento da circulação, caso sofra de:

  • Má circulação -queda de cabelo -alterações de humor -confusão
  • Psicose ou alucinações (perturbações mentais)
  • Tremura das mãos
  • Perturbações da visão -secura dos olhos
  • Erupção cutânea, incluindo agravamento da psoríase
  • Trombocitopenia (nódoas negras com facilidade) -púrpura (manchas vermelhas na pele)

Efeitos secundários muito raros que podem ocorrer (em menos de 0,01% doentes; menos de 1 em 10.000 doentes): -fraqueza muscular grave (miastenia gravis)

Podem ocorrer baixas concentrações sanguíneas de açúcar em doentes diabéticos e não diabéticos, incluindo recém-nascidos, crianças, idosos, doentes em hemodiálise ou doentes a fazer medicação anti-diabética. Situações semelhantes podem também ocorrer em jejum ou em doentes que sofram de doença crónica do fígado.

Poderão ocorrer alterações sanguíneas.É possível que, ocasionalmente, o seu médico lhe peça para realizar análises sanguíneas para verificar se o Inderal tem tido algum efeito no seu sangue.

Não fique alarmado com esta lista de efeitos adversos. Poderá não experimentar nenhum deles.

Deverá informar o seu médico se sentir alguns destes sintomas ou qualquer sintoma não habitual e que não esteja descrito neste folheto.

5. COMO CONSERVAR INDERAL

Manter fora do alcance e da vista das crianças. Não conservar acima de 30°C. Proteger da luz e da humidade. Mantenha Inderal na embalagem original.

Não utilize Inderal após expirar o prazo de validade indicado na embalagem exterior. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado. Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar o Inderal de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES
Qual a composição de Inderal

A substância activa é o propranolol Cada comprimido contém 10 mg e 40 mg de cloridrato de propranolol. Os outros componentes são:

Estas substâncias incluem metilhidroxipropilcelulose, glicerol, dióxido de titânio, carmin, lactose, carboximetilcelulose cálcica, gelatina e estearato de magnésio

Qual o aspecto de Inderal e conteúdo da embalagem Inderal apresenta-se sob a forma farmacêutica de comprimidos.

Inderal tem as seguintes apresentações:

-blisters de 20, 50, 60 e 100 comprimidos, contendo 10 mg de cloridrato de propranolol -blisters de 50, 60 e 100 comprimidos, contendo 40 mg de cloridrato de propranolol

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular de Autorização de Introdução no Mercado

AstraZeneca Produtos Farmacêuticos, Lda. Rua Humberto Madeira, 7 Valejas

2745-663 Barcarena. Fabricante

AstraZeneca Farmaceutica Spain, S.A. La Relva, s/n Porriño – Pontevedra E-36400 Espanha

Este folheto informativo foi aprovado pela última vez em 16-04-2009