Lercanidipina Sandoz Lercanidipina bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Lercanidipina Sandoz e para que é utilizado
2. Antes de tomar Lercanidipina Sandoz
3. Como tomar Lercanidipina Sandoz
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Lercanidipina Sandoz
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Lercanidipina Sandoz 10 mg comprimidos revestidos por película
Lercanidipina Sandoz 20 mg comprimidos revestidos por película

Cloridrato de lercanidipina

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outras pessoas; o medicamentopode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É Lercanidipina Sandoz E PARA QUE É UTILIZADO

Lercanidipina Sandoz pertence a um grupo de medicamentos designados porbloqueadores da entrada do cálcio, os quais bloqueiam a entrada de cálcio nas célulasmusculares do coração e dos vasos sanguíneos que transportam o sangue para fora docoração (as artérias). É a entrada de cálcio nestas células que faz com que o coração decontraia e que as artérias se estreitem. Ao bloquear a entrada de cálcio, os bloqueadoresda entrada do cálcio diminuem a contracção do coração e dilatam (alargam) as artérias, ea tensão arterial é reduzida.

Lercanidipina Sandoz foi prescrito para si para tratar a sua tensão arterial elevada,também conhecida como hipertensão.

2. ANTES DE TOMAR Lercanidipina Sandoz

Não tome Lercanidipina Sandoz se tem alergia (hipersensibilidade) à lercanidipina ou aqualquer outro componente de Lercanidipina Sandoz .
Se tiver tido reacções alérgicas a medicamentos que pertencem ao mesmo grupo da
Lercanidipina Sandoz (como amlodipina, nicardipina, felodipina, isradipina, nifedipinaou lacidipina) se sofre de certas doenças do coração: insuficiência cardíaca nãocontrolada uma obstrução do fluxo de sangue a partir do coração angina instável (angina

em repouso ou que aumenta progressivamente) se tiver tido um ataque do coração hámenos de um mês.
Se tem problemas graves do fígado ou dos rins
– Se está a tomar fármacos que são inibidores da isoenzima CYP 3A4:
– medicamentos antifúngicos (como o cetoconazol ou itraconazol)
– antibióticos macrólidos (como eritromicina ou troleandomicina)
– antivirais (como ritonavir)
– ao mesmo tempo que outro fármaco designado por ciclosporina
– com toranjas ou sumo de toranja
Se está grávida ou se deseja engravidar ou se for uma mulher em idade fértil e não utilizanenhum método contraceptivo
Se está a amamentar

Tome especial cuidado com Lercanidipina Sandoz
Deverá consultar o seu médico antes de tomar Lercanidipina Sandoz : se tiver certasdoenças do coração ou se tiver um pacemaker se tiver angina de peito, a lercanidipinapoderá, em casos muito raros, provocar um aumento da frequência de ataques quepoderão ser mais prolongados e tornarem-se mais graves. Foi descrito enfarte domiocárdio em casos isolados.
Se tiver problemas no seu fígado ou nos seus rins ou se estiver a fazer diálise

Ao utilizar Lercanidipina Sandoz com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Tomar Lercanidipina Sandoz com certos medicamentos, poderá alterar o efeito destesmedicamentos ou de Lercanidipina Sandoz (ver abaixo).

É especialmente importante que o seu médico saiba se você já está a ser tratado comalgum dos seguintes medicamentos: fenitoína ou carbamazepina (medicamentos para aepilepsia) rifampicina (um medicamento para tratar a tuberculose) midazolam (ummedicamento que o ajuda a dormir) cimetidina, numa dose superior a 800 mg (ummedicamento para úlceras, indigestão ou azia) digoxina (um medicamento para tratar umproblema do coração) terfenadina ou astemizol (medicamentos para alergias)amiodarona ou quinidina (medicamentos para tratar o batimento cardíaco acelerado)metoprolol (um medicamento para tratar a tensão arterial elevada) sinvastatina (ummedicamento para os valores elevados de colesterol)

Ao utilizar Lercanidipina Sandoz com alimentos e bebidas
Não deve comer toranjas nem beber sumo de toranja, pois isso poderá aumentar o efeitode Lercanidipina Sandoz.

Se utilizar álcool conjuntamente com Lercanidipina Sandoz poderá ter tonturas/desmaios,cansaço ou fraqueza. Isto deve-se ao facto de o medicamento poder baixarconsideravelmente a sua tensão arterial quando tomado conjuntamente com álcool.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Se está a tomar Lercanidipina Sandoz e pensa que poderá estar grávida, consulte o seumédico.
Não tome Lercanidipina Sandoz se estiver grávida ou se desejar engravidar ou se for umamulher em idade fértil e não utilizar nenhum método contraceptivo.

Não tome Lercanidipina Sandoz se estiver a amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Lercanidipina Sandoz possui uma influência desprezável na capacidade de conduzir ouutilizar máquinas. Contudo, poderão ocorrer efeitos secundários como tonturas, fraqueza,cansaço e, raramente, sonolência. Deverá ser cuidadoso até saber como reage a
Lercanidipina Sandoz .

Informações importantes sobre alguns componentes de Lercanidipina Sandoz
Lercanidipina Sandoz contém lactose monoidratada. Se o seu médico lhe tiver dito quevocê sofre de intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR Lercanidipina Sandoz

Tomar Lercanidipina Sandoz sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com oseu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
A dose habitual é um comprimido de Lercanidipina Sandoz 10 mg por dia, na mesmaaltura todos os dias, preferencialmente de manhã pelo menos 15 minutos antes dopequeno-almoço, pois uma refeição rica em gorduras aumenta significativamente osníveis do medicamento no sangue.
O seu médico poderá decidir aumentar a sua dose para um comprimido de Lercanidipina
Sandoz 20 mg por dia, se necessário.

Os comprimidos deverão, preferencialmente, ser engolidos inteiros com 1/2 copo de
água. A linha divisória destina-se a facilitar a quebra do comprimido para ajudar e engolire não a dividir o comprimido em duas doses iguais.

Lercanidipina Sandoz não é recomendado para utilização em crianças ou adolescentescom menos de 18 anos.

Se tomar mais Lercanidipina Sandoz do que deveria
Contacte imediatamente um médico, o serviço de urgências do hospital mais próximo ouo centro de informação antivenenos para aconselhamento.
Exceder a posologia correcta poderá fazer com que a tensão arterial fique demasiadobaixa e que o coração bata irregularmente ou aceleradamente. Poderá também levar àinconsciência.

Caso se tenha esquecido de tomar Lercanidipina Sandoz

Caso se esqueça de tomar o seu comprimido, tome-o assim que se lembrar, a menos queesteja quase na altura da sua dose seguinte. Em seguida, proceda como anteriormente.
Não tome uma dose a dobrar.

Se parar de tomar Lercanidipina Sandoz
Se parar de tomar Lercanidipina Sandoz a sua tensão arterial poderá voltar a aumentar.
Consulte o seu médico antes de interromper o tratamento.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Lercanidipina Sandoz pode causar efeitos secundários, noentanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

As frequências dos efeitos secundários foram listadas em seguida de acordo com asseguintes definições:

Muito
afecta mais de 1 utilizador em 10
frequentes:
Frequentes:
afecta 1 a 10 utilizadores em 100
Pouco
afecta 1 a 10 utilizadores em 1.000
frequentes:
Raros:
afecta 1 a 10 utilizadores em 10.000
Muito raros, afecta menos de 1 utilizador em 10.000, não é possíveldesconhecida
estimar a frequência a partir dos dados disponíveis
:

Pouco frequentes: dores de cabeça, tonturas, batimentos cardíacos acelerados,consciência do batimento do coração, rubor (vermelhidão episódica transitória da face edo pescoço), inchaço dos tornozelos.

Raros: sonolência, fraqueza, cansaço, náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal,indigestão, erupção cutânea, dor muscular, urinar grandes quantidades de urina, angina depeito.

Muito raros, desconhecida: diminuição da tensão arterial que poderá levar a desmaios,reacção alérgica, inchaço das gengivas, aumento dos valores das análises sanguíneas dasenzimas do fígado, queda da tensão arterial que pode causar tonturas, sensação dedesmaio ou desmaios, aumento do número de micções habituais, dor no peito e ataque decoração.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR Lercanidipina Sandoz

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Lercanidipina Sandoz após o prazo de validade impresso no rótulo, naembalagem exterior ou no frasco após VAL ou EXP. O prazo de validade corresponde ao
último dia do mês indicado.

Condições de conservação:
Blister Alumínio/PVC: Não conservar acima de 25°C. Conservar na embalagem deorigem para proteger da humidade.
Blister Alumínio/PVDC: Não conservar acima de 25°C. Conservar na embalagem deorigem para proteger da humidade.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Lercanidipina Sandoz

A substância activa é o cloridrato de lercanidipina.
Um comprimido revestido por película de 10 mg contém 10 mg de cloridrato delercanidipina, equivalente a 9,4 mg de lercanidipina.

Um comprimido revestido por película de 20 mg contém 20 mg de cloridrato delercanidipina, equivalente a 18,8 mg de lercanidipina.
Os outros componentes são: núcleo do comprimido: estearato de magnésio, povidona,carboximetilamido sódico (Tipo A), lactose mono-hidratada, celulose microcristalina.
Revestimento por película dos comprimidos de 10 mg: Polietilenoglicol, álcoolpolivinílico (parcialmente hidrolisado), talco, dióxido de titânio (E 171), óxido de ferroamarelo (E 172).
Revestimento por película dos comprimidos de 20 mg: Polietilenoglicol, álcoolpolivinílico (parcialmente hidrolisado), talco, dióxido de titânio (E 171), óxido de ferroamarelo (E 172), óxido de ferro vermelho (E172).

Qual o aspecto de Lercanidipina Sandoz e conteúdo da embalagem
Os comprimidos de Lercanidipina Sandoz 10 mg são comprimidos revestidos porpelícula amarelos, redondos, biconvexos, com 6,5 mm, com uma linha divisória numadas faces e com ?L? gravado na outra face.

Os comprimidos de Lercanidipina Sandoz 20 mg são comprimidos revestidos porpelícula cor-de-rosa, redondos, biconvexos, com 8,5 mm, com uma linha divisória numadas faces e com ?L? gravado na outra face.

A linha divisória destina-se a facilitar a quebra do comprimido para ajudar e engolir e nãoa dividir o comprimido em duas doses iguais.

Tamanhos das embalagens:
Blisters (Al/PVC):
Lercanidipina Sandoz 10 mg comprimidos revestidos por película: 7, 10, 14, 20, 28, 30,
35, 50, 56, 60, 98, 100 comprimidos
Lercanidipina Sandoz 20 mg comprimidos revestidos por película: 7, 10, 14, 20, 28, 30,
35, 42, 50, 56, 60, 98, 100 comprimidos.

Blisters (Al/PVDC):
Lercanidipina Sandoz 10 mg comprimidos revestidos por película: 7, 10, 14, 20, 28, 30,
35, 50, 56, 60, 98, 100 comprimidos
Lercanidipina Sandoz 20 mg comprimidos revestidos por película: 7, 10, 14, 20, 28, 30,
35, 42, 50, 56, 60, 98, 100 comprimidos.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Sandoz Farmacêutica, Lda
Alameda da Beloura, Edificio 1, 2°
Andar-Esc. 15
2710-693 Sintra
Portugal

Fabricantes:

Actavis Ltd.
B16 Bulebel Industrial Estate, Zejtun ZTN3000
Malta

Actavis hf
Reykjavíkurvegur 76-78
220 Hafnarfjörður
Iceland

<Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados-Membros do Espaço Económico
Europeu (EEE) sob as seguintes denominações:>

Este folheto foi aprovado pela última vez em