Lopresor 200 Metoprolol bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Seloken Injetável, Seloken Comprimidos,

 

Neste folheto:
1. O que é Lopresor 100 ou Lopresor 200 e para que é utilizado
2. Antes de tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200
3. Como tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Lopresor 100 e Lopresor 200
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Lopresor 100, comprimidos revestidos por película
Lopresor 200, comprimidos revestidos por películatartarato de metoprolol

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
- Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:


1. O QUE É LOPRESOR 100 OU LOPRESOR 200 E PARA QUE É UTILIZADO

Lopresor 100 e Lopresor 200 pertencem a um grupo de medicamentos denominadosbloqueadores beta. Estas substâncias são utilizadas em diversos problemas médicos:

- para tratamento da pressão arterial elevada.
- para tratamento da angina de peito (dor torácica desencadeada pelo exercício).
- para corrigir irregularidades da frequência cardíaca e para manter a regularidade nafrequência cardíaca.
- para ajudar a proteger o coração após um enfarte do miocárdio.
- como parte do tratamento da hiperactividade da glândula tiroideia.
- para profilaxia das enxaquecas.
- para tratamento de palpitações (sensação de batimento excessivamente rápido ou forte)provocadas por tensão nervosa ou ansiedade.

Se tiver alguma questão sobre a acção de Lopresor 100 ou Lopresor 200 ou por quemotivo este medicamento lhe foi prescrito, consulte o seu médico.

2. ANTES DE TOMAR LOPRESOR 100 OU LOPRESOR 200

Lopresor 100 ou Lopresor 200 ser-lhe-á prescrito apenas por um médico. Sigacuidadosamente todas as instruções do seu médico, mesmo que elas sejam diferentes dainformação geral que consta neste folheto.

Não tome Lopresor 100 ou Lopresor 200
- Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância activa ou a qualquer outro componentede Lopresor 100 ou Lopresor 200, ou a qualquer outro bloqueador beta.
- Se tem edemas dos tornozelos, falta de ar e/ou cansaço devido a doença cardíaca.
- Se tem frequência cardíaca invulgarmente lenta, ou se lhe foi diagnosticado bloqueiocardíaco.
- Se por vezes tem perda súbita da consciência.
- Se tem circulação sanguínea deficiente nos membros (por exemplo, mãos ou pés muitofrios e pálidos ou dores musculares nas pernas quando caminha).
- Se tem pressão arterial invulgarmente baixa.
- Se tem asma ou falta de ar e sibilos ocasionais.

Se qualquer destas situações se aplica a si, informe o seu médico antes de tomar Lopresor
100 ou Lopresor 200.

Tome especial cuidado com Lopresor 100 ou Lopresor 200
- Se tem diabetes.
- Se tem doença hepática.
- Se tem reacções alérgicas graves (por exemplo, reacções invulgarmente graves apicadas de insecto).
- Se tem dor torácica em repouso.
- Se tem hiperactividade da glândula tiroideia.

Se qualquer destas situações se aplica a si, informe o seu médico antes de tomar Lopresor
100 ou Lopresor 200.

Antes de ser submetido a qualquer intervenção cirúrgica ou tratamento odontológico,deverá advertir o médico ou dentista responsável que se encontra a receber tratamentocom Lopresor 100 ou Lopresor 200.

Ao tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200 com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos à base de plantas e medicamentos obtidossem receita médica. Alguns outros fármacos podem interagir com Lopresor 100 ou
Lopresor 200. Estes incluem:

- alguns outros medicamentos utilizados no tratamento da pressão arterial elevada (porex., prazosina, clonidina, verapamil, diltiazem), da dor torácica (angina) (por ex.,nitroglicerina) ou das arritmias (por ex., amiodarona, propafenona, quinidina,disopiramida, glicosidos digitálicos tais como a digoxina, lidocaína),

- alguns anestésicos inalados,
- adrenalina ou substâncias semelhantes, presentes nalgumas gotas oculares ou nasais enalguns medicamentos para a tosse ou para o resfriado comum,
- insulina ou medicamentos orais para a diabetes,
- alguns medicamentos para alívio da dor ou inflamação (anti-inflamatórios nãoesteróides tais como a indometacina),
- alguns medicamentos utilizados no tratamento de úlceras gástricas (por ex., cimetidina),
- alguns antibióticos (por ex., rifampicina),
- alguns antivirais (por ex., ritonavir),
- alguns anti-histamínicos (por ex., difenidramina),
- alguns antimaláricos (por ex., hidroxicloroquina ou quinidina),
- alguns medicamentos antipsicóticos (por ex.,tioridazina)
- alguns antidepressores (por ex., fluoxetina, paroxetina ou bupropiom),
- alguns antifúngicos (por ex., terbinafina).

Doentes idosos
Lopresor 100 ou Lopresor 200 podem ser utilizados por pessoas com idade superior a 65anos. Se tem mais de 65 anos, ser-lhe-á dada uma dose igual aos outros adultos.

Crianças
A experiência de utilização de Lopresor 100 ou Lopresor 200 em crianças é limitada. Porconseguinte, não se recomenda a utilização de Lopresor 100 ou Lopresor 200 emcrianças.

Gravidez
Advirta o seu médico assistente caso esteja grávida ou pretenda engravidar. Lopresor 100ou Lopresor 200 não devem ser utilizados durante a gravidez, especialmente durante ostrês primeiros meses, excepto se for claramente necessário. O seu médico discutiráconsigo os potenciais riscos da toma de Lopresor 100 ou Lopresor 200 durante agravidez.

Aleitamento
Se estiver a amamentar peça conselho ao seu médico assistente. Lopresor 100 ou
Lopresor 200 devem ser tomados com precaução durante a amamentação.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Nalguns doentes, Lopresor 100 ou Lopresor 200 podem provocar tonturas, cansaço ouvisão desfocada. Se tal lhe suceder, abstenha-se de conduzir, manusear máquinas oudesempenhar quaisquer tarefas que requeiram grande concentração. O consumo debebidas alcoólicas pode aumentar o cansaço.


3. COMO TOMAR LOPRESOR 100 OU LOPRESOR 200

Cumpra cuidadosamente as instruções do seu médico. Não exceda a dose recomendada.

Qual a dose que deve tomar
O seu médico irá dizer-lhe exactamente quantos comprimidos de Lopresor 100 ou
Lopresor 200 deverá tomar.

Na generalidade, a dose diária deverá situar-se dentro dos seguintes limites:
100 a 200 mg/dia, uma vez por dia (de manhã) ou repartida por duas doses (uma demanhã e outra à noite). Quando Lopresor 100 ou Lopresor 200 é utilizado no tratamentoda hiperactividade da tiróide, a dose é, geralmente, de 150 a 200 mg/dia, administrada emtrês ou quatro doses repartidas. Em caso de arritmias, a dose é, regra geral, de 100 a 150mg/dia, administrada em duas ou três doses repartidas.

Dependendo da sua resposta ao tratamento, o seu médico poderá sugerir uma dose maiorou menor.
Quando e como tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200
Os comprimidos de Lopresor 100 e Lopresor 200 devem ser deglutidos inteiros semmastigar, com um pouco de líquido. Os comprimidos revestidos divisíveis podem serdivididos pela ranhura; as metades de comprimido assim obtidas devem ser deglutidas,sem mastigar, com um pouco de líquido.

Durante quanto tempo deverá tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200
Não proceda a alterações da dose nem interrompa o tratamento sem consultar o seumédico assistente. Se a interrupção do tratamento com Lopresor 100 ou Lopresor 200 fordemasiado súbita, o seu estado de saúde poderá sofrer um agravamento temporário. O seumédico assistente poderá desejar que reduza gradualmente a dose, antes de interrompertotalmente o tratamento.
Se tomar mais Lopresor 100 ou Lopresor 200 do que deveria
Se acidentalmente tomou muitos comprimidos, contacte o seu médico imediatamente.
Pode necessitar de atenção médica.

Descreve-se em seguida alguns dos efeitos característicos de sobredosagem com
Lopresor 100 ou Lopresor 200: frequência cardíaca anormalmente lenta, pressão arterialmuito baixa, glicémia baixa, arritmias, falta de ar, perda de consciência devido aincapacidade do coração de bombear o sangue com a rapidez requerida e convulsões.

Caso se tenha esquecido de tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200
Em caso de esquecimento de uma dose de Lopresor 100 ou Lopresor 200, tome a doseomissa logo que possível. Contudo, caso falte pouco tempo para a dose seguinte, nãotome a dose omissa e retome o seu esquema de dosagem normal. Não duplique a dose.

Se parar de tomar Lopresor 100 ou Lopresor 200
Não interrompa subitamente o tratamento com Lopresor 100 ou Lopresor 200 sem antesconsultar o seu médico assistente, uma vez que esta interrupção poderá agravartemporariamente o seu estado de saúde. Caso seja necessário interromper o tratamento, oseu médico aconselhará sobre a melhor forma de o fazer.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.


4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Lopresor 100 e Lopresor 200 podem causar efeitossecundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Contudo, alguns efeitos indesejáveis poderão requerer atenção médica caso ocorram.

Consulte o seu médico assistente logo que possível, caso sinta algum dos efeitosindesejáveis que se seguem:

Mais frequentes: frequência cardíaca muito lenta; falta de ar e/ou sibilos.

Menos frequentes: edema dos tornozelos; batimentos cardíacos irregulares; pés e mãosinvulgarmente frios; estados depressivos ou alterações da personalidade; alucinações;exantema cutâneo ou prurido; sensação de secura, de corpo estranho ou de queimaduraocular; hemorragias ou equimoses mais frequentes que o normal; dor na zona superiordireita do abdómen (estômago), com ou sem coloração amarelada da parte branca doglobo ocular, que poderá constituir um sinal de inflamação do fígado (hepatite).

Se sentir algum destes efeitos secundários informe o seu médico imediatamente.

Lopresor 100 e Lopresor 200 podem provocar outros efeitos indesejáveis que nãorequerem, geralmente, atenção médica e que podem desaparecer durante o tratamento, àmedida que o seu organismo se adapta ao medicamento. Deverá, contudo, advertir o seumédico caso algum dos seguintes efeitos indesejáveis se mantenha ou se torneincomodativo:

Mais frequentes: cansaço; tonturas (por vezes tonturas ou sensação de perda dos sentidosquando se levanta rapidamente); cefaleias; enjoos (náuseas e vómitos); dor gástrica.

Menos frequentes: cãibras musculares ou dores articulares; sensação de zumbido; dor sobo esterno (diferente da dor anginosa); sonolência diurna; dificuldade em adormecer oupesadelos; diarreia ou obstipação; secura oral; sudorese; alopécia; agravamento dapsoríase; rinite (rinorreia ou obstrução nasal); dificuldades de carácter sexual; visãodesfocada; zumbidos nos ouvidos ou outras dificuldades auditivas; aumento do pesocorporal, anomalia no teste da função hepática.

Durante o tratamento com Lopresor alguns doentes experimentaram estado confusional,valores anormais dos triglicéridos ou do colesterol no sangue.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.


5. COMO CONSERVAR LOPRESOR 100 E LOPRESOR 200

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conserve os comprimidos na embalagem original.

Os comprimidos de Lopresor 100 mg devem ser conservados ao abrigo da humidade.

Não utilize Lopresor 100 ou Lopresor 200 após o prazo de validade impresso no rótulo eembalagem exterior após "val.". O prazo de validade corresponde ao último dia do mêsindicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.


6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Lopresor 100 e Lopresor 200
A substância activa é o tartarato de metoprolol.
Os outros componentes são:
Lopresor 100
Comprimidos de 100 mg: sílica coloidal anidra, celulose microcristalina, estearato demagnésio, carboximetilamido sódico, óleo de rícino hidrogenado polioxilo 40,hidroxipropilmetilcelulose, talco, dióxido de titânio (E 171).

Lopresor 200comprimidos revestidos divisíveis de 200 mg: sílica coloidal anidra, celulosemicrocristalina, hidrogenofosfato de cálcio di-hidratado, eudragit E 30 D, estearato demagnésio, hidroxipropilmetilcelulose, palmitoesterato de glicerol , óxido amarelo de ferro
(E 172), polisorbato 80, talco e dióxido de titânio (E 171).

Qual o aspecto de Lopresor 100 e Lopresor 200 e conteúdo da embalagem
Lopresor 100: Comprimidos revestidos por película de 100 mg, embalagens de 20 e 60
Lopresor 200: Comprimidos revestidos por película divisíveis de 200 mg, embalagem de
30

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricantes

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Daiichi Sankyo Portugal, Lda.
Lagoas Park – Edifício 11

2740-270 Porto Salvo

Fabricantes:

Lopresor 100 mg
Lusomedicamenta – Sociedade Técnica Farmacêutica, S.A.
Estrada Consiglieri Pedroso, 69-B
Queluz de Baixo
Portugal

Lopresor 200 mg
Hennig Arzneimittel GmbH & Co. KG
65439 Flörsheim
Liebigstrasse 1-2
Alemanha

Daiichi Sankyo Europe GmbH
Luitpoldstrasse 1
85276 Pfaffenhofen
Alemanha

Novartis Farma, S.p.A.
Via Provinciale Schito, 131
Torre Annunziata – Napoli
Itália

Este folheto foi aprovado pela última vez em