Losartan + Hidroclorotiazida Teva Losartan + Hidroclorotiazida bula do medicamento

Neste folheto:
1.O que é Losartan + Hidroclorotiazida Teva e para que é utilizado
2.Antes de tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva
3.Como tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva
4.Efeitos secundários possíveis
5.Como conservar Losartan + Hidroclorotiazida Teva
6.Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Losartan + Hidroclorotiazida Teva 50 mg + 12,5 mg comprimidos
Losartan + Hidroclorotiazida Teva 100 mg + 25 mg comprimidos

Losartan de potássio
Hidroclorotiazida

Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento.
Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1.O QUE É LOSARTAN + HIDROCLOROTIAZIDA TEVA E PARA QUE É

UTILIZADO

Losartan de potássio pertence a um grupo de medicamentos designado por antagonistasdos receptores da angiotensina II. Angiotensina II é uma substância produzida peloorganismo que se vai ligar aos receptores dos vasos sanguíneos causando a suacontracção. Esta contracção resulta no aumento da pressão arterial. Losartan previne aligação da angiotensina II a estes receptores, resultando no relaxamento dos vasossanguíneos o que conduzirá a uma diminuição da pressão arterial.
Hidroclorotiazida pertence ao grupo de medicamentos designado por diuréticos.
– 50 mg + 12,5 mg: Losartan + Hidroclorotiazida Teva é indicado no tratamento dapressão arterial elevada. Losartan + Hidroclorotiazida Teva é uma alternativa adequadapara as pessoas que teriam de ter um tratamento com losartan de potássio ehidroclorotiazida em separado.
– 100 mg + 25 mg: Losartan + Hidroclorotiazida Teva é indicado no tratamento dapressão arterial elevada em doentes que não responderam de forma suficiente aotratamento com Losartan + Hidroclorotiazida Teva na dosagem de 50 mg + 12,5 mg.

2.ANTES DE TOMAR LOSARTAN + HIDROCLOROTIAZIDA TEVA

Não tome LOSARTAN + HIDROCLOROTIAZIDA TEVA

-se tem alergia (hipersensibilidade) ao losartan, hidroclorotiazida ou a qualquer outrocomponente de Losartan + Hidroclorotiazida TEVA.
-se tem alergia (hipersensibilidade) a substâncias derivadas de sulfonamidas (porexemplo, outras tiazidas, alguns antibacterianos tais como co-trimoxazol. Fale com o seumédico se tiver dúvidas)
-se está, ou pensa estar, ou se planeia ficar grávida (ver secção ?Gravidez e aleitamento?)
-se está a amamentar
-se tem uma diminuição acentuada da sua função hepática
-se tem uma diminuição acentuada da sua função renal ou se os rins não estão a funcionarcorrectamente na produção de urina

Tome especial cuidado com LOSARTAN + HIDROCLOROTIAZIDA TEVA
Losartan + Hidroclorotiazida Teva não é geralmente recomendada nos seguintes casos:
-se tem hiperaldosteronismo primário (sindrome de Conn), um tumor da glândula adrenalassociado a fraqueza muscular, sensação de sede excessiva e vontade frequente de urinar
-se tem problemas renais ou hepáticos ou se está a fazer hemodiálise (ver secção ?Nãotome Losartan + Hidroclorotiazida Teva?)
-se está a tomar litio para distúrbios da saúde mental (ver seção ?Tomar Losartan +
Hidroclorotiazida Teva com outros medicamentos?)

Fale com o seu médico ou farmacêutico:
– se já sofreu de inchaço da cara, lábios, garganta e lingua
– se toma diuréticos
– se tem uma dieta com restrição de sal
– se tem ou já teve vómitos e/ou diarreia graves
– se tem insuficiência cardíaca
– se tem as artérias renais estreitas (estenose da artéria renal) ou se tem apenas um rim afuncionar, ou se foi submetido recentemente a um transplante renal
– se tem um estreitamento das artérias (aterosclerose), angina peitoral (dor no peitodevido a uma diminuação da função cardíaca)
– se tem ?estenose da válvula aórtica ou mitral? (estreitamento das válvulas do coração)ou ?cardiomiopatia hipertrófica? (doença que causa o espessamento do músculo docoração)
– se é diabético
– se tem ou já teve gota
– se tem ou já teve uma condição alérgica, asma ou outra condição que cause dores nasarticulações, vermelhidão da pele e febre (lupus sistémico eritematoso)
– se tem níveis elevados de cálcio ou potássio ou se tem uma dieta pobre em potássio
– se necessita de tomar um anestésico (mesmo no dentista) ou antes de uma cirurgia, ouse vai realizar testes para avaliar a sua função da paratiróide, deve informar o seu médicoou o pessoal médico de que está a tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva .
Comunique ao seu médio se é atleta e vai fazer o teste de dopping, uma vez que Losartan
+ Hidroclorotiazida Teva contém uma substância activa que pode originar um resultadopositivo neste teste.
Losartan + Hidroclorotiazida Teva pode ser menos efectivo em pessoas de raça negra.

Tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Medicamentos diuréticos tais como a hidroclorotiazida, que entra na composição destemedicamento, podem interagir com outros medicamentos. Preparações contendo litio nãodevem ser tomadas com losartan de potássio e hidroclorotiazida sem que o seu médicomonotorize. Medidas de precaução especiais (por exemplo análises do sangue) podem seradequadas se toma suplementos de potásio, substitutos de sal contendo potássio oumedicamentos poupadores de potássio, outros diuréticos, alguns laxantes, medicamentospara o tratamento da gota, suplementos terapêuticos de vitamina D, medicamentos paracontrolo do ritmo cardíaco ou para diabetes (agentes orais ou insulinas). Também éimportante o seu médico tomar conhecimento se está atomar outros medicamentos parareduzir a sua pressão arterial, esteróides, medicamentos para o tratamento de cancro,medicamentos para o controlo da dor ou medicamentos para a artrite.

Tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva com alimentos e bebidas
Não é aconselhável ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento com estemedicamento: a combinação de alcóol com Losartan + Hidroclorotiazida Teva podeaumentar os respectivos efeitos secundários.
A ingestão de sal em quantidades elevadas pode contrariar o efeito de Losartan +
Hidroclorotiazida Teva.
Losartan + Hidroclorotiazida Teva pode ser tomado com ou sem comida.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Gravidez
Não deve tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva durante as primeiras 12 semanas degravidez, e não deve tomá-lo de todo após a 13ª semana dado que a sua toma podeprejudicar o bébé.
Se ficar grávida durante o tratamento com losartan de potássio e hidroclorotiazida,comunique imediatamente ao seu médico. A alteração para um outro tratamentoadequado deverá ser feita antes de uma gravidez planeada.
Aleitamento
Se está a amamentar ou se tenciona fazê-lo, deverá suspender o aleitamento ou suspendera tomar de Losartan + Hidroclorotiazida Teva. A hidroclorotiazida poderá suprimir aprodução de leite.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Tem sido reportado a ocorrênca de tonturas por parte de pessoas que tomam Losartan +
Hidroclorotiazida Teva. Caso apresente tonturas não conduza ou utilize máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Losartan + Hidroclorotiazida
Teva
Losartan + Hidroclorotiazida Teva contém lactose. Se foi informado pelo seu médico quetem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3.COMO TOMAR LOSARTAN + HIDROCLOROTIAZIDA TEVA

Tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva sempre de acordo com as indicações domédico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
Utilização em adultos
Pressão arterial elevada
A dose usual é um comprimido por dia.
50 mg + 12,5 mg: se necessário o seu médico poderá aumentar a sua dose para o máximode dois comprimidos por dia.
Utilização em crianças e adolescentes com idade inferior a 18 anos
Losartan + Hidroclorotiazida Teva não deve ser tomado por crianças nem adolescentes.

Se tomar mais Losartan + Hidroclorotiazida Teva do que deveria
Se ingeriu (ou alguém ingeriu) uma grande quantidade junta de comprimidos, ou se pensaque uma criança ingeriu algum destes comprimidos, contacte imediatamente o hospitalmais próximo, médico ou centro de anti-venenos. A sobredosagem é passível de causarproblemas cardiacos e desidratação. Por favor leve consigo este folheto, algumcomprimido que reste e a embalagem para o hospital ou quando for falar com o seumédico, para se certificarem dos comprimidos que foram ingeridos.

Caso se tenha esquecido de tomar Losartan + Hidroclorotiazida Teva
Não tome uma dose a dobrar para compensar um comprimido que se esqueceu de tomar.
Tome o comprimido à hora habitual.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4.EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSIVEIS

Como os demais medicamentos, Losartan + Hidroclorotiazida Teva pode causar efeitossecundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.
Se apresentar os seguintes efeitos secundários, pare de tomar Losartan +
Hidroclorotiazida Teva e comunique ao seu médico imediatamente ou diriga-se à unidadehospitalar mais próxima.
– reacção alérgica grave (erupção cutânea, comichão, inchaço da cara, lábios, boca ougarganta pode causar dificuldade na deglutição e respiração).
Este é um efeito secundário grave mas raro, que afecta mais do que 1 em cada 10000doentes mas menos do que 1 em cada 1000 doentes. Pode necessitar de tratamentomédico urgente ou hospitalização.
Podem ser relatados os seguintes efeitos secundários:
Frequentes (afectam menos do que 1 pessoa em cada 10 mas mais do que 1 pessoa emcada 100:
tosse, infecção das vias respiratórias superiores, congestão do nariz, sinusite, alteraçãosinusal
diarreia, dor abdominal, naúsea, ingestão

dores musculares ou cãibras, dores nas pernas, dores de costas
– insónia, dores de cabeça, tonturas
– fraqueza, cansaço, dor no peito
– aumento dos níveis de potássio (que podem causar alterações no ritmo cardíaco),diminuição dos níveis de hemoglobina
Pouco frequentes (afectam menos do 1 pessoa em cada 10 mas mais do que 1 pessoa emcada 1000):
anemia, manchas vermelhas ou acastanhadas na pele (por vezes especialmete nos pés,pernas, braços e nádegas, com dores nas articulações, inchaço das mãos e pés e dores deestômago), escoriações, redução das células brancas do sangue, alterações na coagualçãoe nódoas negras.
perda de apetite, aumento dos níveis de ácido úrico ou gota, aumento dos níveis deaçúcar no sangue, alteração dos níveis dos electrolítos no sangue
ansiedade, nervosismo, episódios de pânico (ataques de pânico recorrentes), confusão,depressão, sonhos estranhos, alterações no sono, sonolência, alterações na memória
– sensação de picadas ou agulhas ou parecidas, dores nas extremidades, tremores,tonturas, enchaquecas, desmaio
– visão turva, ardor ou picadas nos olhos, conjutivite, alteração do campo visual,visualização das coisas em tons amarelos
– zumbido ou estalidos nos ouvidos
pressão arterial baixa, que poderá estar associada a alterações na postura (sensação detontura ou fraqueza, quando se põe em pé, angina (dor no peito), alterações do ritmocardíaco, acidente cerebro-vascular (TIA, ?mini-ataque?), ataque do coração, palpitações
– inflamação dos vasos sanguíneos, que geralmente está associada a erupções cutâneas ounódoas negras
– garganta dorida, dificuldade respiratória, bronquite, pneumonia, liquidos no pulmão (oque causa dificuldade em respirar, sangramento do nariz, corrimento nasal, congestão
obstipação, diarreia, flatulência, distúrbios gástricos, espasmos estomacais, naúseas,vómitos, boca seca, inflamação da glândula salivar, dores de dentes
– ictericia (coloração amarelada dos olhos e pele), inflamação do pâncreas
urticária, comichão, inflamação da pele, rash, vermelhidão da pele, sensibilidade à luz*,sindrome de Lyell (a pele parece que foi queimada), pele seca, sudação, perda de cabelo
– dores nos braços, ombros, ancas, joelhos e outras articulações, inchaço nas articulações,rigidez, dores musculares, fraqueza ou cãibras
– aumento da frequência de urinar, incluindo à noite, alteração da função renal incluindoinflamação dos rins, infecção urinária, açúcar na urina
– diminuição da vontade sexual, impotência
– inchaço da cara, febre
Raros ( mais do que 1 em cada 10000 doentes e menos do que 1 em cada 1000 doentes)
– hepatite (inflamação do fígado), alteração dos testes da função hepática
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5.COMO CONSERVAR LOSARTAN + HIDROCLOROTIAZIDA TEVA

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não utilize Losartan + Hidroclorotiazida TEVA após o prazo de validade impresso naembalagem de Losartan + Hidroclorotiazida Teva a seguir a EXP. O prazo de validadecorresponde ao último dia do mês indicado.
Não conservar acima de 25°C
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6.OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Losartan + Hidroclorotiazida TEVA
As substâncias activas são losartan de potássio e hidroclorotiazida. Cada comprimidocontém 50 mg de potássio e 12,5 mg de hidroclorotiazida. Cada comprimido contém 100mg de potássio e 25 mg de hidroclorotiazida.
Os outros componentes são: Núcleo do comprimido: lactose monohidratada, celulosemicrocristalina (E460a), amido de milho pregelatinizado, estearato de magnésio (E572);
Revestimento: álcool polivinilico, dióxido de titânio (E171), macrogol 3350, talco
(E553b), óxido de ferro amarelo (E572)

Qual o aspecto de Losartan + Hidroclorotiazida TEVA e conteúdo da embalagem
Os comprimidos revestidos por película de losartan de potássio e hidroclorotiazida
50+12,5 mg são amarelos, ovais, bi-convexos, marcados de um lado com um ?5? e um
?0? e com uma ranhura em ambos os lados.
A ranhura do comprimido destina-se unicamente a facilitar a sua divisão, de modo aajudar a deglutição, e não a divisão em doses iguais.
Os comprimidos revestidos por película de losartan de potássio e hidroclorotiazida
100+25 mg são amarelos, ovais, bi-convexos, marcados com um ?100? de um lado eplano do outro lado.
Os comprimidos de 50+12,5 mg estão disponíveis em embalagens de 1, 14, 20, 28, 30,
56, 60, 84, 90, 98 e 100 comprimidos, embalagens calendário de 28 comprimidos eembalagens hospitalares de 50×1 e 280 (10×28)* comprimidos.
Os comprimidos de 100/25 mg estão disponiveis em embalagens de 1, 7, 14, 20, 28, 30,
56, 60, 84, 90, 98 e 100 comprimidos, embalagens calendário de 7 e 28 comprimidos eembalagens hospitalares de 50×1 e 280 (10×28)* comprimidos.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado
Teva Pharma – Produtos Farmacêuticos Lda.
Lagoas Park, Edifício 1, Piso 3
2740-264 Porto Salvo, Portugal

Fabricante
TEVA UK Ltd, Reino unido
Pharmachemie B.V., Holanda

Teva Santé, França
TEVA Pharmaceutical Works Private Limited Company, Hungria

Este folheto foi aprovado pela última vez em