Montelucaste ratiopharm Montelucaste bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Montelucaste ratiopharm e para que é utilizado
2. Antes de tomar Montelucaste ratiopharm
3. Como tomar Montelucaste ratiopharm
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Montelucaste ratiopharm
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Montelucaste ratiopharm, 10 mg, comprimidosmontelucaste

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É MONTELUCASTE RATIOPHARM E PARA QUE É UTILIZADO

Montelucaste ratiopharm é um chamado antagonista dos receptores dos leucotrienos.
Bloqueia substâncias que surgem naturalmente nos pulmões chamadas leucotrienos, queprovocam estreitamento e inchaço (inflamação) das vias aéreas nos pulmões da suacriança e que podem provocar sintomas de asma.

Montelucaste ratiopharm foi prescrito para tratar a sua asma. Montelucaste ratiopharm éutilizado:para o tratamento de doentes que não estão controlados, de forma adequada, com amedicação actual para a asma e que necessitam de terapêutica adicional. Se toma
Montelucaste ratiopharm para tratar a sua asma, Montelucaste ratiopharm também podealiviar os sintomas da rinite alérgica sazonal.para prevenir os sintomas de asma que são despoletados pelo exercício.

2. ANTES DE TOMAR MONTELUCASTE RATIOPHARM

Não tome Montelucaste ratiopharm
-se tem alergia (hipersensibilidade) ao montelucaste ou a qualquer outro componente de
Montelucaste ratiopharm

Tome especial cuidado com Montelucaste ratiopharm

Verifique se uma das advertências listadas a seguir se aplica a si ou se aplicou a si nopassado.

Informe o seu médico:se já toma outra medicação para a asma. Montelucaste ratiopharm não deve substituiroutros medicamentos prescritos pelo seu médico.se a sua asma ou respiração se agravarem ou se necessita de utilizar o inalador deagonista beta (também conhecido como um broncodilatador ou um inalador de alívio
?bomba?) com mais frequência do que o habitual.
Montelucaste ratiopharm não ajuda num caso de um ataque súbito de falta de ar e nuncadeverá ser utilizado com esse objectivo. Caso ocorra um ataque, deve seguir exactamenteas instruções dadas pelo médico. É muito importante que a medicação necessária para umataque desse tipo (ou seja um agonista beta inalado de acção rápida, também chamadobroncodilatador ou inalador de alívio ?bomba?) esteja facilmente acessível em todos osmomentos.se detectar uma combinação de qualquer um dos sintomas seguintes: doença do tipogripal, aumento da falta de ar, sensações anormais de formigueiros ou dormência nosmembros, e/ou erupções cutâneas. Procure ajuda médica imediatamente, especialmente seforem persistentes ou se agravarem. Foi observada, num número muito pequeno dedoentes que tomam medicamentos para a asma incluindo Montelucaste ratiopharm, umacondição rara (síndrome de Churg-Strauss) que provoca esses sintomas. se sabe que a aspirina ou certos medicamentos anti-inflamatórios (AINEs) aumentam osseus sintomas de asma. Deve evitar tomar esses medicamentos.

Ao tomar Montelucaste ratiopharm com outros medicamentos
Os outros medicamentos podem ser afectados por Montelucaste ratiopharm. Por sua vez,aqueles também podem afectar a boa actuação de Montelucaste ratiopharm.

O efeito de Montelucaste ratiopharm pode ser enfraquecido quando Montelucasteratiopharm é tomado juntamente com:certos medicamentos utilizados para o tratamento da epilepsia (fenitoína e fenobarbital). um medicamento utilizado para tratar a tuberculose e algumas outras infecções
(rifampicina).

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementealguns dos medicamentos listados acima ou outros medicamentos, incluindomedicamentos obtidos sem receita médica.

Ao tomar Montelucaste ratiopharm com alimentos e bebidas

Montelucaste ratiopharm pode ser tomado com ou sem alimentos.

Gravidez e aleitamento
Não tome Montelucaste ratiopharm se estiver grávida ou se pensa que pode estar grávida,a menos que claramente indicado pelo médico. Não deve amamentar enquanto tomar

Montelucaste ratiopharm. Os estudos em animais demonstraram que Montelucasteratiopharm aparece no leite materno.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não se espera que Montelucaste ratiopharm possa afectar a sua capacidade de conduzirou de utilizar máquinas. No entanto, as respostas individuais à medicação podem variar.
Montelucaste ratiopharm pode (em raras ocasiões) provocar tonturas e sonolência. Casose sinta tonto, cansado, sonolento ou um mal-estar generalizado, não conduza nem utilizemáquinas até que se volte a sentir normal.

Informações importantes sobre alguns componentes de Montelucaste ratiopharm
Montelucaste ratiopharm comprimidos contém o açúcar do leite, lactose. Se foiinformado pelo médico de que possui uma intolerância a alguns açúcares, tais como alactose, consulte o seu médico antes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR MONTELUCASTE RATIOPHARM

Tomar Montelucaste ratiopharm sempre de acordo com as indicações do médico. Falecom o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Montelucaste ratiopharm comprimidosdeve ser tomado por via oral.
Deve ser tomado mesmo que não tenha sintomas de asma ou durante os períodos deagravamento da asma.
Pode ser tomado com ou sem alimentos.

Posologia
A dose habitual para adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 15 anos é umcomprimido por dia, a ser tomado à noite.

O seu médico irá prescrever diferentes dosagens de comprimidos para crianças eadolescentes com idade inferior a 15 anos.

Não é necessário qualquer ajuste posológico se for idoso, se tiver problemas de rins ou setiver problemas de fígado ligeiros a moderados. Se tiver problemas de fígado graves, aoseu médico irá decidir se pode utilizar Montelucaste ratiopharm.

Se utilizar mais Montelucaste ratiopharm do que deveria

Se tiver tomado mais Montelucaste ratiopharm do que deveria, contacte o seu médico oufarmacêutico imediatamente.

Se tiver tomado demasiado Montelucaste ratiopharm, podem ocorrer sintomas tais comodor abdominal, sonolência (vontade de dormir), sede, dores de cabeça, vómitos ehiperactividade psicomotora (incluindo irritabilidade, inquietação, agitação incluindocomportamento agressivo e tremores).

Caso se tenha esquecido de tomar Montelucaste ratiopharm
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Salte adose que se esqueceu de tomar e tome o comprimido seguinte à hora habitual.

Se parar de tomar Montelucaste ratiopharm

Não pare de tomar Montelucaste ratiopharm, mesmo na ausência de sintomas, a menosque o seu médico o indique. Montelucaste ratiopharm só pode tratar a sua asma seutilizado de forma contínua.

O seu médico irá informá-lo sobre quanto tempo deve continuar a tomar Montelucasteratiopharm para ajudar a manter o controlo da sua asma.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Montelucaste ratiopharm pode causar efeitos secundários,no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Deve informar o seu médico imediatamente se tiver um ou mais destes sintomas:
Em doentes asmáticos tratados com Montelucaste ratiopharm, foi relatada, em casosmuito raros, uma combinação de sintomas tais como doença do tipo gripal, aumento dafalta de ar, sensações anormais de formigueiros ou dormência nos membros, e/ouerupções cutâneas (síndrome de Churg-Strauss) (ver secção 2, Tome especial cuidadocom Montelucaste ratiopharm).

Os seguintes efeitos secundários foram relatados em ensaios clínicos

Frequentes (em mais de 1 em 100, ou em menos de 1 em 10 doentes tratados)dor abdominaldores de cabeça

Estes sintomas foram geralmente ligeiros e ocorreram com maior frequência em doentestratados com Montelucaste ratiopharm do que com placebo (um comprimido que nãocontém medicação).

Para além disso, no período de comercialização do fármaco, foram relatados os seguintesefeitos secundários

Aumento da tendência para sangrar ? Palpitações ? Tonturas ? Sonolência ? Sensaçõesanormais de formigueiro (parestesia) ? Dormência (hipoestesia) ? Convulsões ? Diarreia ?
Boca seca ? Indigestão (dispepsia) ? Náuseas ? Vómitos ? Nódoas negras ? Altosvermelhos dolorosos sob a pele (eritema nodoso) ? Dores nas articulações (artralgia) ?
Dores musculares (mialgia) ? Cãibras musculares ? Fraqueza e cansaço ? Sensação geralde mal-estar ? Inchaço devido a retenção de líquidos (edema) ? Reacções alérgicasincluído inchaço da face, lábios, língua e/ou garganta (angioedema), dificuldade emrespirar (anafilaxia) ou em engolir, comichão, erupções cutâneas ou urticária ?
Inflamação do fígado ? Alucinações ? Perturbações dos sonhos incluindo pesadelos ?
Incapacidade de dormir ? Irritabilidade ? Agitação incluindo comportamento agressivo ?
Inquietação ? Tremores ? Ansiedade ? Sensação de tristeza (depressão) ? Pensamentos eacções suicidas

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR MONTELUCASTE RATIOPHARM

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Montelucaste ratiopharm após o prazo de validade impresso na embalagemexterior, após VAL. Os primeiros dois dígitos indicam o mês e os últimos quatro dígitosindicam o ano. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Este medicamento não necessita de precauções especiais de conservação.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Montelucaste ratiopharm

A substância activa é montelucaste.
Cada comprimido contém montelucaste sódico, equivalente a 10 mg de montelucaste.
Os outros componentes no núcleo do comprimido são: celulose, lactose monohidratada
(89,3 mg), croscarmelose sódica, hidroxipropilcelulose de baixa substituição (E 463) eestearato de magnésio.
Os componentes no revestimento do comprimido são: hipromelose (E 464),hidroxipropilcelulose (E 463), dióxido de titânio (E 171), óxido de ferro amarelo (E 172)e óxido de ferro vermelho (E 172).

Qual o aspecto de Montelucaste ratiopharm e conteúdo da embalagem

Montelucaste ratiopharm comprimidos são comprimidos de amarelo-claro a bege,redondos. Os comprimidos são marcados com ?M9UT? e ?10? numa das faces.

Os comprimidos estão disponíveis em embalagens ?blister? contendo 7, 10, 14, 20, 28,
30, 50, 56, 60, 90, 98, 100, 140, 200> comprimidos.
Embalagens «blister» (dose unitária) de 49, 50, 56 comprimidos

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular de Autorização de Introdução no Mercado

ratiopharm, Lda
Edifício Tejo, 6 Piso
Rua Quinta do Pinheiro
2790 ? 143 Carnaxide ? Portugal

Fabricante

Synthon BV
Microweg 22,
6545 CM Nijmegen
Holanda

Synthon Hispânia S.L.
Castelló 1, Polígono Las Salinas
08830 San Boi de Llobregat
Espanha

Sanico NV
Industriezone 4, Veedijk
2300 Turnhout
Bélgica

Merckle GMBH
Ludwig-Merckle-Strasse 3
89143 Blaubeuren
Alemanha

Este folheto foi aprovado pela última vez em