Mucosolvan Ambroxol bula do medicamento

O que contém este folheto:
1. O que é Mucosolvan e para que é utilizado
2. O que precisa de saber antes de tomar Mucosolvan
3. Como tomar Mucosolvan
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Mucosolvan
6. Conteúdo da embalagem e outras informações


Folheto Informativo: Informação para o utilizador

Mucosolvan 30 mg/5 ml xaropecloridrato de ambroxol

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento, poiscontém informação importante para si.
Tome este medicamento exatamente como está descrito neste folheto, ou de acordo comas indicações do seu médico ou farmacêutico.
– Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.
– Caso precise de esclarecimentos ou conselhos, consulte o seu farmacêutico.
– Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários nãoindicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Se não se sentir melhor ou se piorar após 7 dias, tem de consultar um médico.

O que contém este folheto:

1. O que é Mucosolvan e para que é utilizado

2. O que precisa de saber antes de tomar Mucosolvan

3. Como tomar Mucosolvan
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Mucosolvan

6. Conteúdo da embalagem e outras informações

1. O que é Mucosolvan e para que é utilizado

Mucosolvan é um expetorante. Reduz a viscosidade das secreções brônquicas, tornando omuco mais fluido. Mucosolvan tem um efeito estimulador sobre a mucosa brônquica paraproduzir secreções brônquicas mais fluidas. Além disso, facilita a formação e a drenagemdo material tensioativo dos alvéolos pulmonares e dos brônquios.
Juntamente com a ativação do epitélio ciliar da mucosa brônquica, estes mecanismosmantêm e melhoram a capacidade de autopurificação das vias aéreas. Facilita e acelera aeliminação do muco dos alvéolos pulmonares com a sua ação fluidificante e expetorante.

Mucosolvan está indicado como adjuvante mucolítico do tratamento antibacteriano dasinfeções respiratórias em presença de hipersecreção brônquica.

O Mucosolvan não está indicado em crianças abaixo dos 12 anos.

2. O que precisa de saber antes de tomar Mucosolvan

Não tome Mucosolvanse tem alergia ao cloridrato de ambroxol ou a qualquer outro componente destemedicamento (indicados na secção 6).

No caso de doenças hereditárias raras em que haja incompatibilidade com um excipientedo medicamento (ver Informações importantes sobre alguns componentes de
Mucosolvan), o uso do medicamento é contraindicado.

Advertências e precauções
Fale com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Mucosolvan.

Em caso de insuficiência renal, Mucosolvan deve apenas ser utilizado mediante indicaçãomédica.

Em indicações respiratórias agudas, caso verifique agravamento dos sintomas ouausência de melhoria após 7 dias de tratamento, interrompa o tratamento com
Mucosolvan e consulte imediatamente o médico.

Na fase inicial de algumas situações de lesões cutâneas graves, tais como síndrome de
Stevens Johnson e necrólise epidérmica tóxica (NET), podem ocorrer sintomas nãoespecíficos sugestivos de gripe, como por exemplo febre, dores no corpo, rinite, tosse edores de garganta. Estes sintomas podem levar a que erradamente se inicie um tratamentosintomático com um medicamento para a tosse e a constipação, como o Mucosolvan. Porisso, caso ocorram novas lesões cutâneas ou das mucosas, deve consultar imediatamenteo médico e, como precaução, interromper o tratamento com o Mucosolvan.

Outros medicamentos e Mucosolvan
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente, ouse vier a tomar outros medicamentos.
Não se conhece nenhuma interação clinicamente desfavorável de Mucosolvan com outrosmedicamentos.

Gravidez, amamentação e fertilidade
Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte oseu médico ou farmacêutico antes de tomar este medicamento.

Não existe evidência de efeitos secundários durante a gravidez. Contudo, Mucosolvannão deve ser tomado durante os primeiros três meses de gravidez.
O cloridrato de ambroxol é excretado para o leite materno, pelo que Mucosolvan não érecomendado durante o aleitamento.
Não existe evidência de efeitos secundários sobre a fertilidade.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não foram realizados estudos acerca dos efeitos de Mucosolvan sobre a capacidade deconduzir e utilizar máquinas. Contudo, não há evidência de qualquer efeito destemedicamento sobre a capacidade de condução e utilização de máquinas.

Mucosolvan xarope em saqueta contém sorbitol
Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-oantes de tomar este medicamento.

3. Como tomar Mucosolvan

Tome este medicamento exatamente como está descrito neste folheto, ou de acordo comas indicações do seu médico ou farmacêutico. Fale com o seu médico ou farmacêutico setiver dúvidas.

O tratamento não deverá ser excedido por mais de 5-7 dias sem consultar o médicoassistente.

A dose recomendada é:
Adultos e adolescentes com mais de 12 anos: 10 ml (2 saquetas), 2 vezes ao dia.

Mucosolvan pode ser tomado com ou sem alimentos.

O xarope Mucosolvan é disponibilizado em saquetas de dose única (5 ml) prontas autilizar e de fácil manuseamento.

Siga as instruções de utilização tal como demonstrado no esquema abaixo.

Abrir
a
saqueta
Colocar o conteúdo da saquetadiretamente na boca e ingerir

Se tomar mais Mucosolvan do que deveria
Não se conhecem situações de intoxicação com Mucosolvan.
Segundo relatos de sobredosagem acidental e/ou erros de medicação, os sintomasobservados são consistentes com os efeitos secundários de Mucosolvan quando tomadonas doses recomendadas, podendo ser necessário tratamento sintomático.

Caso se tenha esquecido de tomar Mucosolvan
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.
4. Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários,embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

Podem ocorrer os seguintes efeitos secundários:
– reações gastrointestinais, como dispepsia, náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal,boca seca e garganta seca, diminuição da sensibilidade ao nível da boca e da faringe ealteração do paladar.
– reações cutâneas e do sistema imunitário, como erupção cutânea, urticária, prurido eangioedema, reações anafiláticas (incluindo choque anafilático) e outras reações alérgicas
(hipersensibilidade).

Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários nãoindicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico.

5. Ccomo conservar Mucosolvan

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem ourecipiente deste medicamento. O prazo de validade corresponde ao último dia do mêsindicado.

Conservar a temperatura inferior a 25 ºC.
Conservar na embalagem de origem.

Não deite fora quaisquer medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou nolixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que jánão utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

6. Conteúdo da embalagem e outras informações

Qual a composição de Mucosolvan
– a substância ativa é o cloridrato de ambroxol (30 mg/5 ml);
– os outros componentes são: hidroxietilcelulose, sorbitol líquido, glicerol a 85%, ácidobenzoico, acessulfamo potássico, aroma de morango, aroma de baunilha e águapurificada.

Qual o aspeto de Mucosolvan e conteúdo da embalagem
Embalagens com 10 e 20 saquetas de xarope a 30 mg/5 ml.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Unilfarma ? União Internacional de Laboratórios Farmacêuticos, Lda.
Av. de Pádua, 11
1800-294 Lisboa
Portugal

Fabricante

Famar Nederland B.V.
Industrieweg 1
5531 AD Bladel
Holanda

Este folheto foi aprovado pela última vez em