Perindopril Sandoz Perindopril bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Perindopril Ripax e para que é utilizado
2. Antes de tomar Perindopril Ripax
3. Como tomar Perindopril Ripax
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Perindopril Ripax
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Perindopril Ripax 2 mg Comprimidos

Perindopril tert-butilamina

Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É PERINDOPRIL RIPAX E PARA QUE É UTILIZADO

A substância activa de Perindopril Ripax pertence ao grupo de medicamentosdenominados inibidores da enzima de conversão da angiotensina (ECA). Estesmedicamentos actuam dilatando os vasos sanguíneos, sendo mais fácil para o coraçãobombear o sangue.

Perindopril Ripax Comprimidos é usado:
– para tratar a tensão sanguínea elevada (hipertensão),
-para tratar a insuficiência cardíaca (uma condição onde o coração não é capaz debombear sangue suficiente para as necessidades do corpo),
– para reduzir o risco de eventos cardíacos, tais como ataques de coração, em doentescom doença arterial coronária estável (uma condição em que o fornecimento de sanguepara o coração está reduzido ou bloqueado) e que já sofreram um ataque cardíaco e / ouuma operação para melhorar o fornecimento de sangue ao coração por dilatação dosvasos que o fornecem.

2. ANTES DE TOMAR PERINDOPRIL RIPAX

Não tome Perindopril Ripax
– Se tem alergia (hipersensibilidade) ao perindopril ou a qualquer outro componente de
Perindopril Ripax ou a qualquer outro inibidor ECA;

– Se teve no passado alguma reacção de hipersensibilidade com inchaço repentino doslábios e face, pescoço, e possivelmente também mãos e pés, ou sufocação ou rouquidão
(angioedema) com um tratamento anterior com um inibidor ECA;
– Se tem história de angioedema na sua família ou se teve um angioedema em qualquersituação;
– Se tiver mais do que três meses de gravidez. (Também é preferível não tomar
Perindopril Ripax no início da gravidez ? Ver secção Gravidez).

Perindopril Ripax não é recomendado para uso em crianças e adolescentes.

Tome especial cuidado com Perindopril Ripax
É possível que o Perindopril Ripax não seja conveniente para si. Assim, antes de iniciar aterapêutica com Perindopril Ripax, fale com o seu médico nas seguintes situações:
– Se foi informado que sofre de reduzido ou bloqueio de fornecimento de sangue aocoração (angina pectoris instável);
– Se foi informado de que o seu músculo cardíaco está aumentado ou que sofre deproblemas nas válvulas cardíacas;
– Se foi informado de que apresenta um estreitamento na artéria que fornece o sangue aorim (estenose da artéria renal);
– Se sofre de diabetes;
– Se sofre de qualquer outra doença renal, hepática ou cardíaca;
– Se for submetido a diálise ou se foi recentemente submetido a um transplante renal;
– Se está sob uma dieta restrita em sal, ou se sofre de vómitos e diarreia excessivos ou setoma medicamentos que aumentam a quantidade de urina (diuréticos);
– Se está a tomar lítio, medicamento usado para o tratamento da mania e da depressão;
– Se está a tomar suplementos de potássio ou substitutos do sal contendo potássio, ououtros medicamentos associados ao aumento de potássio sérico (por. ex. heparina);
– se for efectuar remoção do colesterol do seu sangue por uma máquina(aférese LDL);
– se for ou estiver a receber tratamento para o tornar menos sensível aos efeitos dumaalergia a picadas de abelhas ou vespas;
-se sofre de doença do colagénio tal como lúpus sistémico eritematoso ou escleroderme;
– se está a receber terapêutica imunossupressora;
– se a redução da tensão sanguínea não é suficientemente devido a factores étnicos
(principalmente em doentes de raça negra);
-se for fazer qualquer cirurgia ou receber anestesia geral;
– se sofre de doença cerebrovascular;

Deve informar o seu médico se pensa estar grávida (ou planeia engravidar). Perindopril
Ripax não está recomendado no início da gravidez e não deve ser tomado após o terceiromês de gravidez, uma vez que pode ser gravemente prejudicial para o bebé se utilizado apartir desta altura.

Ao tomar Perindopril Ripax com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Não tome medicamentos não sujeitos a receita médica sem consultar o seu médico. Istoaplica-se a:
– Medicamentos para constipações que contenham como substâncias activaspseudoefedrina ou fenilefrina;
– Analgésicos, incluindo o ácido acetilsalicílico (substância presente em muitosmedicamentos usados no alívio da dor e diminuição da febre, bem como para prevenir acoagulação sanguínea);
– Suplementos de potássio;
– Substitutos do sal contento potássio.

Informe o seu médico se está a tomar qualquer um dos seguintes medicamentos para quetenha a certeza que é seguro tomar Perindopril Ripax simultaneamente:

Outros medicamentos para o tratamento da tensão arterial e / ou insuficiência cardíaca,incluindo medicamentos que aumentam a quantidade de urina (diuréticos);
– medicamentos para tratamento de batimentos cardíacos irregulares (procainamida);
– medicamentos para o tratamento de diabetes (insulina ou antidiabéticos orais);
– medicamentos para o tratamento da gota (alopurinol);
– medicamentos anti-inflamatórios não esteróides (AINEs como o ibuprofeno,diclofenac), incluindo aspirina usada para o alívio da dor;
vasodilatadores incluindo nitratos (medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos);
– medicamentos anti-inflamatórios (corticosteróides sistémicos);
– medicamentos para supressão do crescimento tumoral (agentes citostáticos);
– medicamentos para diminuir a resposta imunitária do organismo (agentesimunossupressores);
– medicamentos com uma acção estimulante em certas partes do sistema nervoso, taiscomo a efedrina, a noradrenalina ou adrenalina (simpaticomiméticos);
– medicamentos usados no tratamento da mania ou depressão (lítio);
– medicamentos para tratar perturbações mentais tal como depressão, ansiedade,esquizofrenia etc (anti-depressivos tricíclicos e antipsicóticos),
– Comprimidos de potássio.
– sais de ouro injectáveis para o tratamento da artrite (tiomalato sódico de ouro)

Ao tomar Perindopril Ripax com alimentos e bebidas
Recomenda-se que Perindopril Ripax seja tomado antes de uma refeição, de modo areduzir a influência dos alimentos no mecanismo de acção do medicamento.

Gravidez e Aleitamento
Gravidez
Deve informar o seu médico se pensa que está grávida (ou planeia engravidar). O seumédico normalmente aconselhá-la-á a interromper Perindopril Ripax antes de engravidarou assim que estiver grávida e a tomar outro medicamento em vez de Perindopril Ripax.
Perindopril Ripax não está recomendado no início da gravidez e não deve ser tomadoapós o terceiro mês de gravidez, uma vez que pode ser gravemente prejudicial para obebé se utilizado a partir desta altura.

Aleitamento
Deverá informar o seu médico de que se encontra a amamentar ou que pretende a iniciara amamentação. Perindopril Ripax não está recomendado em mães a amamentar,especialmente se o bebé for recém-nascido ou prematuro; nestes casos o seu médicopoderá indicar outro tratamento.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não é aconselhável a condução de veículos e utilização de máquinas antes de saber deque forma Perindopril Ripax o afecta. Em alguns doentes, podem ocorrer ocasionalmentereacções como tonturas ou cansaço, especialmente no início do tratamento, ou quando setoma concomitantemente outros anti-hipertensores. Como resultado, a capacidade deconduzir veículos e utilizar máquinas poderá estar diminuída.

Informações importantes sobre alguns componentes de Perindopril Ripax
Perindopril Ripax contém lactose (sob a forma de lactose mono-hidratada). Se foiinformado pelo seu médico que tem alguma intolerância a alguns açúcares, contacte-oantes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR PERINDOPRIL RIPAX

Tome sempre Perindopril Ripax de acordo com as indicações do seu médico. Fale com oseu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A posologia recomendada para o tratamento da tensão sanguínea elevada é de 4 mg deperindopril (1 comprimido de Perindopril Ripax 4 mg) uma vez por dia. Quandonecessário, pode ser aumentada para 8 mg de perindopril (2 comprimidos de Perindopril
Ripax 4 mg) uma vez por dia.
A posologia recomendada para o tratamento da insuficiência cardíaca sintomática é de 2mg de perindopril (1 comprimido de Perindopril Ripax 2 mg) uma vez por dia. Quandonecessário, pode ser aumentada para 4 mg de perindopril (1 comprimido de Perindopril
Ripax 4 mg ou 2 comprimidos de Perindopril Ripax 2 mg) uma vez por dia.
A posologia inicial recomendada para o tratamento da doença arterial coronária estável éde 4 mg de perindopril (1 comprimido de Perindopril Ripax 4 mg) uma vez por dia. Sebem tolerada, esta dose pode ser aumentada para 8 mg de perindopril (2 comprimidos de
Perindopril Ripax 4 mg) uma vez por dia.

Tome o seu comprimido com um copo de água, de preferência à mesma hora, de manhã,antes da refeição.

Durante o tratamento, o seu médico procederá a ajustamentos da dose de acordo com aresposta ao tratamento, bem como de acordo com as suas necessidades.

A dose pode ser inferior à recomendada e será determinada pelo seu médico:

– Nos doentes idosos;
– Nos doentes com insuficiência renal;
– Nos doentes com tensão sanguínea elevada devido a um estreitamento das artérias quefornecem o sangue aos rins (hipertensão renovascular);
– Doentes tratados concomitantemente com medicamentos que aumentam a quantidade deurina (diuréticos);
– Doentes hipertensos nos quais os diuréticos não podem ser descontinuados;
– Doentes com insuficiência cardíaca grave;
– Doentes tratados com medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos ? vasodilatadores.

Com base na sua condição clínica, o seu médico determinará a duração do seutratamento.

A eficácia e segurança da utilização em crianças não foram estabelecidas. Portanto, nãose recomenda a utilização em crianças.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que o Perindopril Ripax édemasiado forte ou demasiado fraco.

Se tomar mais Perindopril Ripax do que deveria
Se tomar demasiados comprimidos, contacte imediatamente o seu médico oufarmacêutico.

Os sintomas mais frequentemente associados a uma sobredosagem incluem queda bruscada tensão sanguínea (hipotensão). Outros sintomas como rápido ou lento ritmo cardíaco,sensação desagradável de batimento cardíaco irregular e / ou forte, taxa excessiva oudepressão respiratória, vertigem, ansiedade e / ou tosse podem estar incluídos.

Se ocorrer uma descida substancial da tensão sanguínea, deve-se deitar, levantar aspernas e usar uma pequena almofada para apoiar a cabeça.

Caso se tenha esquecido de tomar Perindopril Ripax
É importante que tome o seu medicamento todos os dias. No entanto, se se esquecer detomar uma dose, continue com a dose seguinte como normalmente. Não tome uma dose adobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Se se esquecer de tomar maisdo que uma dose, tome uma dose assim que se lembrar e continue com o esquemahabitual.

Se parar de tomar Perindopril Ripax
Após descontinuação do tratamento, a tensão sanguínea pode voltar a aumentar, o queaumenta o risco de complicações devido à tensão sanguínea elevada, especialmente nocoração, cérebro e rins. A condição dos doentes com insuficiência cardíaca pode-seagravar ao ponto de ser necessária a hospitalização. Assim, se considerar parar de tomar
Perindopril Ripax, discuta-o primeiro com o seu médico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como os demais medicamentos, o Perindopril Ripax pode causar efeitos secundários, noentanto estes não se manifestam em todos as pessoas.

Os efeitos secundários podem ser:
Muito frequentes (afecta mais de 1 em cada 10 pessoas),
Frequentes (afecta mais de 1 em cada 100 pessoas, mas em menos de 1 em 10 doentes),
Pouco frequentes (afecta mais de 1 em cada 1.000 pessoas, mas em menos de 1 em cada
100 pessoas),
Raros (afecta mais de 1 em cada 10 000 pessoas, mas em menos de 1 em cada 1.000pessoas),
Muito raros (afecta menos de 1 em cada 10.000 pessoas),
Desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis).

Frequentes
– dor de cabeça, tontura, vertigem, sensação de picadas e formigueiro nas mãos e pés
(parestesia),
– distúrbios da visão,
– sensação de toque de campainha, zumbido, rugido e estalo no ouvido, etc. (acufeno),
tensão arterial baixa (hipotensão) e efeitos relacionados com a hipotensão,
tosse, dificuldade em respirar (dispneia)
– sensação de enjoo (náuseas), estar enjoado (vómitos), dor abdominal, alteração dopaladar (disgeusia), alteração da digestão (dispepsia), diarreia e obstipação,
– erupção cutânea, comichão (prurido)
– cãibras musculares,
– cansaço (astenia)

Pouco frequentes
– alteração do humor ou perturbações do sono,
– estreitamento das vias aéreas devido a espasmos musculares (broncospasmos),
– boca seca,
– reacções de hipersensibilidade com inchaço súbito da face, pescoço, lábios, membranasda mucosa, língua, glote e / ou laringe (com sufocação e rouquidão), possivelmentetambém inchaço das mãos e pés, (angioedema), erupção (urticária),
– função renal diminuída,
– incapacidade de atingir ou manter uma erecção (impotência),
– sudação.

Muito raros
– confusão,

– ritmo cardíaco anormal (arritmias), dor no peito (angina de peito), ataque cardíaco eacidente vascular cerebral possivelmente devido ao excessivo abaixamento da tensãoarterial em doentes de risco,
– inflamação dos pulmões associado a acumulação de certas células sanguíneas
(eosinófilos) dentro do tecido pulmonar (pneumonia eosinofílica), inflamação damembrana da mucosa do nariz (rinite),
– inflamação do pâncreas (pancreatite),
– inflamação do fígado (hepatite),
– erupção cutânea alérgica apresentando-se com grandes pontos rosa escuro (eritemamultiforme),
insuficiência renal aguda.

Desconhecidos
– baixos níveis de açúcar no sangue (hipoglicemia),
– inflamação dos vasos sanguíneos, frequentemente com erupção cutânea (vasculite).

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou caso detecte efeitos secundários nãomencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR PERINDOPRIL RIPAX

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Perindopril Ripax após expirar o prazo de validade indicado na caixa e noblister, após VAL.. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Conservar na embalagem de origem para proteger da humidade e da luz. Não conservaracima de 30ºC.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição do Perindopril Ripax
A substância activa deste medicamento é o perindopril tert-butilamina.
Cada comprimido contém 2 mg de perindopril tert-butilamina, equivalente a 1,669mg deperindopril

Os outros componentes são: cloreto de cálcio hexa-hidratado, lactose mono-hidratada,crospovidona, celulose microcristalina, sílica coloidal anidra e estearato de magnésio.

Qual o aspecto de Perindopril Ripax e conteúdo da embalagem

Os comprimidos são brancos ou quase brancos, redondos, ligeiramente biconvexos comos bordos biselados.

Perindopril Ripax Comprimidos está disponível em caixas de 10, 14, 28, 30, 50, 56, 60,
90 ou 100 comprimidos acondicionados em blister.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

KRKA, d.d., Novo mesto
Smarjeska cesta 6
Novo mesto
Eslovénia

Para qualquer informação sobre este medicamento por favor contacte o titular da
Autorização de Introdução no Mercado

Fabricante

KRKA, d.d. Novo mesto, Smarjeska cesta 6, Novo mesto, Eslovénia

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico
Europeu (EEE) sob as seguintes denominações:

Áustria: Perindopril Ripax
Bélgica: Perindopril Ripax
Dinamarca: Perindopril Ripax
França: Perindopril Ripax
Alemanha: Perindopril Ripax
Irlanda: Perindopril Ripax
Itália: Perindopril Ripax
Portugal: Perindopril Ripax
Espanha: Perindopril Perindopril Ripax

Este folheto informativo foi aprovado pela última vez em