Pipermel Piperazina bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Xarope de Piperazina, Propan,

 

Neste folheto:
1. O que é Pipermel e para que é utilizado
2. Antes de tomar Pipermel
3. Como tomar Pipermel
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Pipermel
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Pipermel 100 mg/g Xarope

Piperazina, hidratada

Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente.
Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto, é necessário tomar
Pipermel com precaução para obter os devidos resultados.
- Caso precise de esclarecimentos ou conselhos, consulte o seu farmacêutico.
- Em caso de agravamento ou não melhoria do estado de saúde após 7 dias consulte o seumédico.
- Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:


1. O QUE É Pipermel E PARA QUE É UTILIZADO

Pipermel pertence ao Grupo Farmacoterapêutico 1.4.1. Anti-helmínticos.

O hidrato de piperazina é um agente anti-helmíntico, activo contra Enterobiusvermicularis e Ascaris lumbricoides. Pipermel está assim indicado no tratamento deenterobíases e ascaridíases.


2. ANTES DE TOMAR Pipermel

Não tome Pipermel
- Se tem alergia (hipersensibilidade) à piperazina ou a qualquer outro componente de
Pipermel.
- Se tem doença hepática, epilepsia ou insuficiência renal, uma vez que a suaadministração deve ser vigiada em doentes com epilepsia latente, distúrbios neurológicosou debilidade da função renal.

Tome especial cuidado com Pipermel
- Se sofre de mal nutrição grave ou anemia. Neste caso Pipermel deve ser utilizado comespecial atenção, sendo idealmente indicada uma terapia de suporte ou de sustentação

para pacientes anémicos, desidratados ou mal nutridos antes de se iniciar a administraçãode Pipermel.
- Se está a tomar algum medicamento que contenha cloropromazina. O uso simultâneo decloropromazina com Pipermel deve ser cauteloso dada a possibilidade de ocorrência deefeitos indesejáveis, podendo mesmo levar a convulsões. Aconselha-se que aadministração simultânea destes medicamentos ocorra sob vigilância médica.
- Devido à potencial neurotoxicidade da piperazina, especialmente em crianças, otratamento prolongado ou repetido com dosagem superior à recomendada deve serevitado.
- Se ocorrerem reacções sobre o Sistema Nervoso, sobre o tracto gastrointestinal ou dehipersensibilidade durante o tratamento com Pipermel, deve imediatamente suspender-seo tratamento.

Tomar Pipermel com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
- A piperazina e o pamoato de pirantel não devem ser administrados concomitantemente.
- A piperazina e a cloropromazina não devem ser administradas concomitantemente semvigilância médica durante o tratamento, pois podem ocorrer convulsões. Apesar dainteracção destes fármacos ainda não estar sustentada de forma conclusiva, existemrelatos de ocorrência de efeitos indesejáveis.

Tomar Pipermel com alimentos ou bebidas
Não aplicável.

Gravidez e aleitamento
O uso seguro da piperazina durante a gravidez ainda não foi totalmente estabelecido, noentanto, foi relatada a sua administração a mulheres grávidas sem qualquer efeito adversosobre a gravidez ou saúde do feto/recém-nascido.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Pipermel não é susceptível de ocasionar redução de reflexos ou influenciar negativamentea condução de veículos ou utilização de máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Pipermel
Este medicamento contém pequenas quantidades de etanol (álcool), inferior a 100 mg pordose diária.
Pipermel contém 6,44 g de sacarose por 18 g de xarope (1 colher de sopa). Estainformação deve ser tida em consideração em doentes com Diabetes mellitus. Se foiinformado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte o seu médicoantes de tomar este medicamento.

Pipermel contém metilparabeno (para-hidroxibenzoato de metilo) como excipiente, quepode causar reacções alérgicas (possivelmente retardadas).

3. COMO TOMAR Pipermel

Tomar Pipermel sempre de acordo com as indicações do seu médico ou farmacêutico.
Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
Pipermel destina-se a ser administrado por via oral. Não é necessário estar em jejum, nemuma dieta especial ou tratamento suplementar com catárticos ou enemas antes daadministração de Pipermel.

Ascaridíase – infecção por Ascaris lumbricoides (lombrigas):
- Adultos: 35 g de Pipermel (aproximadamente 2 colheres de sopa) numa dose únicadiária durante 2 dias consecutivos.
- Crianças: 0,75 g de Pipermel por kg de peso corporal (até ao máximo de 35 g) numadose única diária durante 2 dias consecutivos.
Para o tratamento de uma infecção massiva o tratamento pode ser prolongado por 4 dias.
Em ascardíases severas o tratamento deve repetir-se passada uma semana.

Enterobíase ? infecção por Enterobius vermicularis (oxiúros):
- Adultos: 0,65 g de Pipermel por kg de peso corporal (até um máximo de 25 g) numadose única daria durante 7 dias consecutivos.
- Crianças: 0,65 g de Pipermel por Kg de peso corporal (até um máximo de 25 g) numadose diária durante 7 dias consecutivos.
Alternativamente:
- até 7 kg de peso corporal:2,5 g de Pipermel 1 vez por dia durante 7 dias
- 7-14 kg de peso corporal: 5 g de Pipermel 1 vez por dia durante 7 dias
- 14-27 kg de peso corporal: 10 g de Pipermel 1 vez por dia durante 7 dias
- 27 kg ou mais de peso corporal: 20 g de Pipermel 1 vez por dia durante 7 dias.

Em enterobíases severas o tratamento deve repetir-se após uma semana.

Se tomar mais Pipermel do que deveria
Se tomou uma dose excessiva deste medicamento deverá recorrer aos serviços deassistência médica. Aconselha-se que seja provocada a emése e/ou se proceda a umacuidadosa lavagem gástrica.

Caso se tenha esquecido de tomar Pipermel
Se se esqueceu de tomar uma dose de Pipermel tome-a assim que se lembrar, no entantose a altura da próxima toma está próxima não tome a dose esquecida.
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Pipermel
Só deve parar de tomar Pipermel depois de fazer o tratamento completo conforme asindicações do seu médico ou farmacêutico. Se não completar o tratamento pode ocorreruma reinfestação.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.


4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como os demais medicamentos, Pipermel pode ter efeitos secundários.
Pipermel nas dosagens habituais, possui uma toxicidade muito baixa, os efeitosindesejáveis são normalmente transitórios e desaparecem com a interrupção daadministração do medicamento.
Podem ocorrer ocasionalmente náuseas, vómitos, diarreia, dores ou cãibras abdominais,dores de cabeça e tonturas.
Os efeitos indesejáveis mais graves são raros e são normalmente o resultado desobredosagem ou de debilidade na sua excreção.
Foram relatados efeitos indesejáveis no Sistema Nervoso Central, tais como ataxia,tremores, sonolência, fraqueza muscular, hipo-reflexia (perda de reflexos), nistagnus
(movimentos rítmicos e involuntários do olho), sensação de indiferença (apatia),parestesia, anormalidade EEG e falha de memória.
Podem também ocorrer distúrbios visuais passageiros (visão azul-vermelha), estrabismoparalítico e formação de cataratas.
Os efeitos indesejáveis decorrentes da alergia ou da hipersensibilidade consistem em:urticária, fotodermatite, eritema multiforme, febre, artralgia (dores nas articulações),reacções eczematosas da pele, lacrimejo, rinorreia (corrimento nasal), tosse produtiva ebroncospasmo.
Pipermel pode ainda ocasionar anemia hemolítica.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários,informe o seu médico ou farmacêutico.


5. COMO CONSERVAR Pipermel

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Embalagem fechada: Conservar a temperatura inferior a 30ºC. Conservar ao abrigo da luze da humidade

Prazo de validade após abertura do frasco: Conservar a temperatura inferior a 30ºC.
Conservar ao abrigo da luz e da humidade.

Após a primeira abertura do frasco, o prazo de validade é de 3 meses.

Não utilize Pipermel após o prazo de validade impresso no rótulo do frasco e naembalagem exterior a seguir a ?Val?. O prazo de validade corresponde ao último dia domês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.


6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Pipermel
A substância activa é a piperazina (na forma hidratada). Cada grama de Pipermel xarope,contém 100 mg de piperazina, hidratada.
Os outros componentes são: Ácido cítrico anidro, sacarose, mel, para-hidroxibenzoato demetilo (metilparabeno), sacarina sódica, etanol, aroma de ananás, aroma de maracujá e
água purificada.

Qual o aspecto de Pipermel e conteúdo da embalagem
Pipermel apresenta-se em embalagens de 60 a 120 g de xarope, em frascos de vidro Tipo
III de cor âmbar, com tampa inviolável.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante
Laboratórios BASI, Indústria Farmacêutica, S.A.
Rua do Padrão n.º 98
3000 – 312 Coimbra
Telefone: + 351 239.827021
Telefax: + 351 239.492845
E-mail: [email protected]

Medicamento não sujeito a receita médica

Este folheto foi aprovado pela última vez em