Ropinirol Labesfal Ropinirol bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Ropinirol Labesfal e para que é utilizado
2. Antes de tomar Ropinirol Labesfal
3. Como tomar Ropinirol Labesfal
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Ropinirol Labesfal
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Ropinirol Labesfal 0,25 mg Comprimidos revestidos por película
Ropinirol Labesfal 0,5 mg Comprimidos revestidos por película
Ropinirol Labesfal 1 mg Comprimidos revestidos por película
Ropinirol Labesfal 2 mg Comprimidos revestidos por película
Ropinirol Labesfal 5 mg Comprimidos revestidos por película

Ropinirol (sob a forma de cloridrato)

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É ROPINIROL LABESFAL E PARA QUE É UTILIZADO

Ropinirol Labesfal é utilizado no tratamento da doença de Parkinson. A doença de
Parkinson é causada pela diminuição dos níveis de uma substância existente no cérebrodenominada dopamina. Ropinirol Labesfal pertence a um grupo de medicamentosdenominado agonistas dopaminérgicos. Os agonistas dopaminérgicos actuam de umaforma semelhante à dopamina natural, ajudando a reduzir os sintomas da doença de
Parkinson.

2. ANTES DE TOMAR ROPINIROL LABESFAL

Não tome Ropinirol Labesfal:
– se tem alergia (hipersensibilidade) à substância activa, ropinirol, ou a qualquer outrodos ingredientes de Ropinirol Labesfal. Em caso de dúvida deverá consultar o seumédico.
– se tem uma doença grave no rim
– se tem uma doença no fígado
– se está grávida ou pensa estar grávida

– se está a amamentar

Tome especial cuidado com Ropinirol Labesfal
Informe o seu médico antes de começar a tomar este medicamento se:
– tem um problema grave de coração
– tem um problema mental
– é intolerante a alguns açúcares (ex. lactose)
Ropinirol Labesfal poderá não ser adequado para si, ou em algumas situações o seumédico necessitará de supervisionar cuidadosamente o tratamento.
Durante o tratamento com Ropinirol Labesfal tome especial cuidado quando conduzir ouutilizar máquinas. Caso sofra de sonolência extrema ou tenha ocorrido um episódio deadormecimento súbito sem aparentemente sentir sonolência, não conduza ou utilizemáquinas e contacte o seu médico.

Tomar Ropinirol Labesfal com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica. O efeito de
Ropinirol Labesfal pode ser aumentado ou diminuído por outros medicamentos ou viceversa. Estes medicamentos incluem:
ciprofloxacina (antibiótico)
– enoxacina (antibiótico)
fluvoxamina (fármaco usado no tratamento da depressão)
– terapêutica hormonal de substituição (também designada por THS)
Informe o seu médico se:
– está a tomar outros medicamentos para a doença de Parkinson.

Tomar Ropinirol Labesfal com alimentos e bebidas
Tomar Ropinirol Labesfal com os alimentos poderá reduzir a tendência para sentir-se ouficar indisposto.

Gravidez e aleitamento
Ropinirol Labesfal não deverá ser utilizado durante a gravidez ou aleitamento. Informe oseu médico se:
– estiver grávida, pensar que está grávida ou tencionar engravidar;
– estiver a amamentar ou planeia amamentar.
O seu médico irá aconselhá-la a interromper este medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Este medicamento não afecta habitualmente as actividades normais das pessoas. Noentanto, Ropinirol Labesfal pode causar sonolência excessiva (sonolência) e episódios deadormecimento súbito. Se sofrer destes efeitos não deverá conduzir ou colocar-se numasituação onde a sonolência ou o adormecimento possam colocá-lo a si em risco de lesõesgraves ou morte (por exemplo utilizar máquinas), até que estes episódios sejamresolvidos.

Informações importantes sobre alguns componentes de Ropinirol Labesfal

Os doentes com intolerância à lactose devem ter em conta que cada comprimido de
Ropinirol Labesfal contém lactose. Se o seu médico o informou que tinha um problemade intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR ROPINIROL LABESFAL

Tome Ropinirol Labesfal sempre de acordo com as instruções do seu médico. Se tiverdúvidas sobre como tomar este medicamento, pergunte ao seu médico ou farmacêutico.
Poderá ser-lhe prescrito Ropinirol Labesfal para tratar a doença de Parkinson. Tambémpoderá ser prescrito outro medicamento denominado Levodopa/L-Dopa, para melhorar ocontrolo dos sintomas.
Ropinirol Labesfal deverá ser tomado três vezes por dia. Engula o(s) comprimido(s) de
Ropinirol Labesfal inteiro(s) com água e de preferência com alimentos. Tomar Ropinirol
Labesfal com alimentos pode diminuir a ocorrência de náuseas (sensação deindisposição).
A dose exacta de Ropinirol Labesfal necessária para controlar os sintomas da doença de
Parkinson varia entre os doentes. O seu médico decidirá qual a dose que necessita tomar ecomo tal deve seguir as indicações do seu médico. Quando começar a tomar Ropinirol
Labesfal, a dose será aumentada gradualmente.
A dose inicial habitual é de 0,25 mg três vezes por dia durante a primeira semana. O seumédico irá provavelmente aumentar a dose em intervalos semanais de 0,25 mg três vezespor dia durante as primeiras quatro semanas de tratamento. O seu médico irá continuar aajustar a dose de Ropinirol Labesfal até atingir a dose adequada para si. Em algunsdoentes a dose poderá ser aumentada gradualmente até um máximo de 8 mg três vezespor dia (num total de 24 mg por dia).
Deve continuar a tomar Ropinirol Labesfal durante o período recomendado pelo seumédico. Poderá demorar algumas semanas até que Ropinirol Labesfal produza efeitos emsi. Não tome mais comprimidos para além dos recomendados pelo seu médico.

Se tomar mais Ropinirol Labesfal do que deveria
Em doentes que tenham tomado uma sobredosagem poderão ocorrer: desmaios,sonolência, sensação de indisposição, alucinações, indisposição, azia, dor no estômago,tonturas (ou sensação de vertigens), inchaço nas pernas. Se tomar mais Ropinirol
Labesfal do que deveria ou se alguém tiver tomado o seu medicamento, informeimediatamente um médico ou farmacêutico. Mostre-lhes a embalagem.

Caso se tenha esquecido de tomar Ropinirol Labesfal
Se se esquecer de tomar uma dose de Ropinirol Labesfal não tome uma dose dupla paracompensar a dose individual que se esqueceu de tomar.
Quando se lembrar de tomar Ropinirol Labesfal, deverá tomar a próxima dose no horáriohabitual.

Se parar de tomar Ropinirol Labesfal

Não pare de tomar Ropinirol Labesfal a não ser por instruções do seu médico. Casointerrompa o tratamento, a dose deverá ser sempre reduzida gradualmente. O seu médicoaconselhá-lo-á.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Ropinirol Labesfal pode causar efeitos secundários, noentanto nem todas as pessoas os sentem. Informe o seu médico caso sinta algum efeitosecundário que o preocupe. Os efeitos secundários mais frequentes de Ropinirol Labesfalpodem ocorrer no início do tratamento e/ou quando a dose é aumentada. Geralmente osefeitos secundários são ligeiros e podem diminuir após estar a tomar o medicamentodurante um curto período de tempo.
Os efeitos secundários muito frequentes de Ropinirol Labesfal incluem:
– desmaios
– sensação de tonturas
– sensação de indisposição.
Quando Ropinirol Labesfal é tomado com Levodopa/L-Dopa, poderá sentir os seguintesefeitos secundários muito frequentes:
– movimento convulsivo incontrolável
Os efeitos secundários frequentes de Ropinirol Labesfal incluem:
– alucinações
– indisposição
azia
– dor no estômago
– tontura (sensação de vertigem)
– inchaço nas pernas
Quando Ropinirol Labesfal é tomado com Levodopa/L-Dopa, poderá sentir os seguintesefeitos secundários frequentes:
– sensação de confusão
Os efeitos secundários pouco frequentes de Ropinirol Labesfal incluem:
– aumento do desejo sexual
– diminuição da pressão sanguínea, o que poderá originar tonturas ou desmaiosespecialmente na passagem da posição sentada ou deitada para a posição erecta
– outras reacções psicóticas para além de alucinações, como confusão (delírio), ideiasirracionais (ilusões) e suspeição irracional (paranóia)
– necessidade compulsiva de jogar. Fale com o seu médico caso note ou se algum familiarnotar um desejo invulgar de jogar
Ropinirol Labesfal pode causar sonolência diurna excessiva (sonolência excessiva) eepisódios de adormecimento súbito em que os doentes adormecem subitamente semaparentemente sentirem sono
Os efeitos secundários muito raros de Ropinirol Labesfal incluem:
– casos de alteração da função hepática (testes sanguíneos anormais)

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR ROPINIROL LABESFAL

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não utilize Ropinirol Labesfal após o prazo de validade impresso na embalagem exterior.
Após a primeira abertura do frasco, recomenda-se a utilização no prazo de 28 dias.
O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação.
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Ropinirol Labesfal:
A substância activa é o ropinirol (sob a forma de cloridrato)
Os outros componentes são:
Núcleo do comprimido: celulose microcristalina (PH101), lactose mono-hidratada,croscarmelose sódica, hipromelose (5 cps), celulose microcristalina (PH 102) e estearatode magnésio.

Revestimento do comprimido:
Comprimidos a 0,25 mg (branco): hipromelose (6 cps), macrogol 400, dióxido de titânio
(E171), polissorbato 80
Comprimidos a 0,5 mg (amarelo): hipromelose (6 cps), macrogol 400, dióxido de titânio
(E171), óxido de ferro amarelo (E171)
Comprimidos a 1 mg (verde): hipromelose (6 cps), macrogol 400, spectracol green
Comprimidos a 2 mg (rosa): hipromelose (6 cps), macrogol 400, dióxido de titânio
(E171), óxido de ferro amarelo (E172), óxido de ferro vermelho (E172)
Comprimidos a 5 mg (azul): hipromelose (6 cps), macrogol 400, dióxido de titânio
(E171), Indigotina (E132), polissorbato 80

Qual o aspecto de Ropinirol Labesfal e conteúdo da embalagem:
0,25 mg: Este medicamento é fornecido em comprimidos revestidos por película, de corbranca. Cada embalagem em frasco contém 21, 28, 56 ou 84 comprimidos.
0,5 mg: Este medicamento é fornecido em comprimidos revestidos por película, de coramarela. Cada embalagem em frasco contém 21, 28, 56 ou 84 comprimidos.
1 mg: Este medicamento é fornecido em comprimidos revestidos por película, de corverde. Cada embalagem em frasco contém 21, 28, 56 ou 84 comprimidos.
2 mg: Este medicamento é fornecido em comprimidos revestidos por película, de corrosa. Cada embalagem em frasco contém 21, 28, 56 ou 84 comprimidos.
5 mg: Este medicamento é fornecido em comprimidos revestidos por película, de corazul. Cada embalagem em frasco contém 21, 28, 56 ou 84 comprimidos.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante:
LABESFAL ? Laboratórios Almiro, S.A.
Zona Industrial do Lagedo
3465-157 Santiago de Besteiros
Portugal

Este folheto foi aprovado pela última vez em: