Silvederma Sulfadiazina prata bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Argirol, Dermazine,

 

Neste folheto:
1. O que é Silvederma e para que é utilizado
2. Antes de utilizar Silvederma
3. Como utilizar Silvederma
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Silvederma
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Silvederma 10 mg/g creme
Sulfadiazina de prata

Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento.
-Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
-Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
-Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:


1. O QUE É SILVEDERMA E PARA QUE É UTILIZADO

Silvederma é um antibacteriano tópico. Preventivo e curativo nas infecções por
Pseudomonas e Staphilococcus em todo o tipo de feridas e úlceras, especialmente emqueimaduras.


2. ANTES DE UTILIZAR SILVEDERMA

Não utilize Silvederma
-se tem alergia (hipersenbilidade) à substância activa ou a qualquer outro componente de
Silvederma;
-se está grávida, se é sensível às sulfamidas, em prematuros e recém-nascidos com menosde dois meses, contudo, dado o risco de septicémia nos queimados graves, o seu uso,nestes doentes, deve ser avaliado.

Tome especial cuidado com Silvederma
-se tem escaras, o tratamento deve incluir hidroterapia diária e desbridamento, quefacilitará o desprendimento rápido das escaras em doentes com queimaduras do terceirograu.
-se tem deficiência conhecida ou suspeita em glucose-6-fosfato desidrogenase, devemonitorizar os níveis de hemoglobina e de bilirrubina
-se suspeita de leucopenia deve realizar a contagem dos leucócitos

-se existir uma grande absorção sistémica da sulfadiazina, não se pode excluir apossibilidade de existência de insuficiência renal e lesão hepática.
-em caso de contacto com as mucosas, em particular as mucosas oculares, remover ocreme com água abundante.
-por exposição aos raios solares pode ocorrer uma descoloração acinzentada da pele.
Assim, é recomendável evitar a exposição directa ao sol das zonas tratadas.

Ao utilizar Silvederma com outros medicamentos
Não se conhecem interacções medicamentosas.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Silvederma não deve ser utilizado em mulheres grávidas ou a amamentar, a não serquando, por juízo do clínico, os benefícios da sua utilização sejam superiores aos seusriscos.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não tem efeitos sobre a capacidade de condução.

Informações importantes sobre alguns componentes de Silvederma
Silvederma contém:
-Álcool cetílico e álcool estearílico, os quais podem causar reacções cutâneas locais (porexemplo, dermatite de contacto);
-Propilenoglicol, que pode causar irritação cutânea;
-Metilparabeno (E 218), que pode causar reacções alérgicas (possivelmente retardadas).


3. COMO UTILIZAR SILVEDERMA

Utilizar Silvederma sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seumédico ou farmacêutico de tiver dúvidas.
Depois de efectuar a limpeza e o desbridamento da ferida, aplica-se com luvasesterilizadas, normalmente uma vez por dia, o creme Silvederma, cobrindo toda a zonaqueimada com uma camada de creme de 1mm de espessura tendo o cuidado de que todosos interstícios da ferida fiquem bem cobertos de creme.
Silvederma deve aplicar-se com maior frequência nas zonas do corpo que possam ficardesprovidas de creme por movimentos involuntários do doente. Prossegue-se otratamento até que se note uma evolução satisfatória ou até que as partes queimadasestejam prontas para enxertar. Podem aplicar-se apósitos sobre o creme, ainda que nãoseja necessário.
São recomendáveis a hidroterapia e o desbridamento mecânico, especialmente emdoentes com queimaduras do terceiro grau.

Se utilizar mais silvederma do que deveria
Cerca de 10% da sulfadiazina contida na sulfadiazina de prata (5g de sulfadiazina deprata contém aproximadamente 3g de sulfadiazina) é absorvida. Numa queimadura

extensa, podem aplicar-se 500g de creme, ou seja 5g de sulfadiazina de prata, dos quaispodem ser absorvidos 0,3g de sulfadiazina, quantidade insignificante para causarproblemas renais.
No entanto, em doentes com queimaduras muito extensas deve vigiar-se a presença decristais sulfadiazina na urina. O volume desta deve manter-se a 50-100ml/h, mediante aadministração de líquidos (soluções de electrólitos, etc.) parenterais ou orais.
É preciso reconhecer-se que, nos queimados, a absorção local de substâncias é muitovariável, já que, por vezes, através das queimaduras de terceiro grau a absorção é menorque em queimaduras de segundo grau, possivelmente pela presença de escaras de tecidocarbonizado.

Caso se tenha esquecido de utilizar Silvederma
Coloque a quantidade que se esqueceu de aplicar.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.


4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Silvederma pode causar efeitos secundários, no entantoestes não se manisfestam em todas as pessoas.
Silvederma é, em geral, muito bem tolerado, e a sua aplicação resulta indolor na maioriados doentes.
Pode, no entanto, ocorrer prurido e ligeiro ardor.
Por exposição aos raios solares, pode ocorrer uma descoloração acinzentada da pele,recomenda-se evitar a exposição directa ao sol.
Pode ocorrer leucopenia.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.


5. COMO CONSERVAR SILVEDERMA

Não conservar acima de 25º C.
Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Silvederma após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, após
VAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Não utilize Silvederma se verificar sinais visíveis de deterioração, tais como alteração dacor e separação do creme.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.


6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Silvederma

-A substância activa é Sulfadiazina de prata
-Os outros componentes são: álcool cetílico, álcool estearílico, vaselina branca, cetiol V,emulgin B2, propilenoglicol, metilparabeno (E 218) e água purificada.

Qual o aspecto de Silvederma e conteúdo da embalagem
Silvederma é um creme branco a beje, uniforme, com odor a cera embalado em bisnagasde polietileno (apresentação de 50g) ou em boiões pretos de polietileno (apresentação de
500g).

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Expomédica – Sociedade Exportadora e Importadora de Material Médico, Lda.
Av. 5 de Outubro, 89-1º
1050-050 Lisboa
Tel: +21 795 72 85
Fax: +21 795 72 86
Email: [email protected]

Fabricante

Laboratório Aldo-Unión
Baronesa de Maldá
08950 Esplugues de Llobregat-Barcelona
Espanha

Este folheto foi aprovado pela última vez em