Strepflam Flurbiprofeno bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Strepflam e para que é utilizado
2. Antes de tomar Strepflam
3. Como tomar Strepflam
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Strepflam
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o Utilizador

Strepflam 8,75 mg pastilhas

Flurbiprofeno

Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente.
Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto, é necessário tomar
Strepflam com precaução para obter os devidos resultados.
– Caso precise de esclarecimento ou conselhos, consulte o seu farmacêutico.
– Em caso de agravamento ou persistência dos sintomas após 3 dias, consulte o seumédico.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, pare de tomar o medicamento e informe o seu médico oufarmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É STREPFLAM E PARA QUE É UTILIZADO

Strepflam contém flurbiprofeno. O flurbiprofeno pertence ao grupo dos fármacosdenominados Anti-Inflamatórios Não-Esteroides (AINEs). Estes medicamentos alteram aforma como o organismo responde à dor, inchaço (edema) e temperatura elevada.
Strepflam é utilizado para o alívio dos sintomas da garganta irritada, como dor e inchaço.

2. ANTES DE TOMAR STREPFLAM

Não tome Strepflam
– se tem alergia (hipersensibilidade) ao flurbiprofeno ou a qualquer componente de
Strepflam (ver secção 6)
– se tem alergia (hipersensibilidade) ao ácido acetilsalicílico ou a qualquer outro fármaco
AINE
– se já teve asma, ruídos respiratórios inesperados ou dificuldade em respirar, corrimentonasal, inchaço facial ou erupção da pele com prurido (urticária) após tomar ácidoacetilsalicílico ou qualquer outro medicamento AINE
– se tem ou teve uma úlcera ou hemorragia (dois ou mais episódios de úlcera gástrica) noestômago ou intestinos

– se teve uma hemorragia ou perfuração gastrointestinal, colite grave ou distúrbiossanguíneos após utilizar outro medicamento AINE
– se está a tomar outros medicamentos AINEs (tais como o celecoxib, ibuprofeno,diclofenac de sódio, etc.)
– se está no último trimestre da gravidez
– se tem ou teve insuficiência cardíaca, renal ou hepática graves
– se tem idade inferior a 12 anos

Tome especial cuidado com Strepflam e fale com o seu médico antes de tomar estaspastilhas
– se já teve asma
– se tem uma infeção bacteriana (tosse produtiva com muco amarelo-esverdeado, dor nosseios perinasais, dor de garganta)
– se tem problemas renais ou hepáticos
– se tem problemas cardíacos, se teve um AVC ou considera que pode estar em riscodestes problemas (por exemplo, se tem pressão arterial elevada, diabetes ou colesterolelevado ou se é fumador)
– se tem pressão arterial elevada
– se tem doença autoimune crónica (incluindo lúpus eritematoso sistémico)
– se tem dores de cabeça habitualmente
– se tem doenças de pele graves (incluindo síndrome de Stevens-Johnson)
– se é idoso, pois tem maior probabilidade de apresentar os efeitos secundáriosmencionados neste folheto.

Precauções especiais
Os medicamentos como Strepflam podem estar associados a um pequeno aumento dorisco de ataque cardíaco (enfarte do miocárdio) ou AVC. Há maior probabilidade de riscocom doses elevadas e tratamento prolongado. Não exceder a dose recomendada ou aduração do tratamento (3 dias).
Se tem problemas cardíacos, antecedentes de AVC ou pensa que pode estar em risco dedesenvolver um destes problemas (por exemplo se tem pressão arterial elevada, diabetesou colesterol elevado ou se é fumador), deve falar do seu tratamento com o seu médicoou farmacêutico.

Ao tomar Strepflam com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo os medicamentos obtidos sem receita médica. Emespecial, informe-os se está a tomar:
– doses baixas de ácido acetilsalicílico (até 75 mg por dia)
– medicamentos para a pressão arterial elevada ou insuficiência cardíaca
– comprimidos que alteram o equilíbrio hídrico (diuréticos, incluindo fármacospoupadores de potássio)
– medicamentos para fluidificar o sangue (anticoagulantes)
– medicamentos para a gota
outros medicamentos AINEs ou esteroides (tais como celecoxib, ibuprofeno, diclofenacsódico ou prednisolona)

mifepristona (um medicamento usado para interrupção da gravidez)
– antibióticos da classe quinolonas (como a ciprofloxacina)
ciclosporina ou tacrolímus (medicamentos utilizados para suprimir o sistemaimunitário)
– fenitoína (medicamento para tratar a epilepsia)
metotrexato (medicamento para tratar o cancro)
lítio ou inibidores da recaptação da serotonina (medicamentos para a depressão)
antidiabéticos orais (para tratar a diabetes)
zidovudina (para tratar a infeção por VIH).

Ao tomar Strepflam com álcool
O álcool deve ser evitado durante o tratamento com Strepflam.

Gravidez e aleitamento
Strepflam pertence a um grupo de medicamentos que podem afetar a fertilidade namulher. Este efeito é reversível quando se deixa de tomar o medicamento. É poucoprovável que as pastilhas afetem as probabilidades de engravidar quando tomadasocasionalmente, contudo, informe o seu médico antes de tomar este medicamento se tiverdificuldades em engravidar.

Não tome este medicamento se está no último trimestre de gravidez. Se está nosprimeiros 6 meses de gravidez ou se está a amamentar, fale com o seu médico antes detomar estas pastilhas.
Aconselhe-se com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Strepflam não deve afetar a capacidade para conduzir e utilizar máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Strepflam
Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-oantes de tomar estas pastilhas, pois contêm glucose e sacarose.

3. COMO TOMAR STREPFLAM

Para adultos e crianças com 12 ou mais anos de idade. Não administrar estas pastilhas acrianças com menos de 12 anos de idade.
– Tome 1 pastilha e dissolva lentamente na boca.
– Mova sempre a pastilha na boca enquanto esta dissolve.
– A pastilha deve começar a atuar dentro de 30 minutos.
– A partir daí tome uma pastilha a cada 3-6 horas, se necessário.
– Não tome mais de 5 pastilhas em 24 horas.
Estas pastilhas são apenas para tratamentos de curta duração.
Deve tomar o menor número de pastilhas durante o menor período de tempo necessáriopara aliviar os sintomas.

Não tome Strepflam durante mais de 3 dias, exceto se o seu médico o recomendar. Se ossintomas não melhorarem ou se se agravarem, ou se surgirem novos sintomas, tais comouma infeção bacteriana, deverá consultar o seu médico ou farmacêutico.

Se tomar mais Strepflam do que deveria
Fale com o seu médico ou farmacêutico ou dirija-se imediatamente ao hospital maispróximo. Os sintomas de sobredosagem podem incluir náuseas, vómitos, dor de estômagoou mais raramente diarreia, zumbidos, dor de cabeça e hemorragia gastrointestinal.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento fale com o seu médico oufarmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Strepflam pode causar efeitos secundários, no entantoestes não se manifestam em todas as pessoas.

PARE DE TOMAR este medicamento e contacte imediatamente um médico sedesenvolver:
– Sinais de hemorragia gastrointestinal como sangue nas fezes, fezes escuras, vómitoscom sangue ou com partículas escuras semelhantes a borras de café.
– Reações alérgicas muito raras tais como asma, ruídos respiratórios inesperados,dificuldades em respirar, inchaço da face, lábios ou língua, reações na pele (incluindourticária e erupções na pele), desmaios.

PARE DE TOMAR este medicamento e informe o seu médico ou farmacêutico sedesenvolver:
– Sintomas abdominais como indigestão, azia, dores de estômago ou outros sintomasabdominais não usuais.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se apresentar algum dos seguintes efeitos ouqualquer outro efeito não descrito:

Muito frequentes (afetam mais de 1 em cada 10 utilizadores)
– desconforto oral como sensação de calor ou ardor na boca

Frequentes (afetam 1 a 10 em cada 100 utilizadores):
– dor de estômago, mal-estar, diarreia
– boca seca ou com formigueiro, úlceras na boca

Pouco frequentes (afetam 1 a 10 em cada 1000 utilizadores)
indigestão, gases (flatulência), má disposição (vómitos), erupções na pele
– dor de cabeça, tonturas

Raros (afetam 1 a 10 em cada 10000 utilizadores)

– sonolência, dificuldades em dormir
– prolongamento do tempo de hemorragia
– alterações no sangue (podem originar nódoas negras, febre, úlceras na boca, pele pálidae fraqueza)
– problemas nos rins que causam alterações na urina, dores de costas e inchaço
febre
– falta de ar e ruídos respiratórios inesperados
– perfuração gastrointestinal, úlceras gástricas

Muito raros (afetam menos de 1 em cada 10000 utilizadores)
problemas hepáticos incluindo icterícia (pele e parte branca dos olhos amareladas)
problemas de pele graves como Síndrome de Stevens-Johnson (erupção e bolhascutânea, úlceras na boca e nos olhos), e Síndrome de Lyell (pele vermelha, frágil edescamativa)

Outros efeitos adversos (reportados com medicamentos AINEs semelhantes aoibuprofeno)
prisão de ventre (raro), inflamação do estômago (muito raro)
– pequeno e raro aumento do risco de ataque cardíaco (enfarte do miocárdio), AVC,pressão arterial elevada, inflamação do cérebro.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR STREPFLAM

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Strepflam após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, a seguira ?VAL?.
O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação.
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Strepflam
– A substância ativa (a substância que faz o medicamento atuar) é o flurbiprofeno na dosede 8,75 mg.
– Os outros componentes são: macrogol 300, hidróxido de potássio, aroma de limão,levomentol, mel, sacarose líquida e glucose líquida.

Qual o aspeto de Strepflam e conteúdo da embalagem
As pastilhas têm forma redonda, uma gravação do logotipo da marca e são de coramarelada a acastanhada opaca.
Cada embalagem contém 8, 16 ou 24 pastilhas.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Reckitt Benckiser Healthcare, Lda.
Rua D. Cristóvão da Gama, n.º 1 ? 1º C/D
1400-113 Lisboa
Tel.: 21 303 30 00
Fax: 21 303 30 03

Fabricante

Reckitt Benckiser Healthcare International Ltd
Thane Road, Nottingham, NG90 2DB
Reino Unido

Este medicamento está autorizado nos Estados Membro do Espaço Económico Europeu
(EEE) sob as seguintes denominações:

Reino Unido
Strepflam 8.75mg lozenges
Áustria
Flurbiprofen Reckitt Benckiser 8,75 mg Lutschtabletten
Alemanha
Dobendan Strepsils Direkt Flurbiprofen 8,75 mg Lutschtabletten
Portugal
Strepflam 8,75 mg pastilhas
Bélgica
Streflurb 8.75mg Zuigtabletten
Chipre
Strepflam 8,75 mg Lozenge
Dinamarca
Steflam 8,75mg Sugetabletter
Estónia Strefen
Grécia
Strepflam 8,75 mg Lozenge
Espanha
Stredol 8,75 mg pastillas para chupar
Finlândia
Steflam 8,75mg Imeskelytabletti
Islândia
Steflam 8,75mg Munnsogstafla
Lituânia
Strepflam 8.75mg kietosias pastiles
Luxemburgo
Streflurb 8.75mg Zuigtabletten
Holanda
Strepflam Citroen & Honing 8,75 mg zuigtabletten
Suécia
Steflam 8,75mg Sugtablett
Eslovénia
Strepflam 8,75mg pastile

Este folheto foi aprovado pela última vez em