Tylenol 500 mg bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Tylenol Bebê, Tylenol Criança,

 

Neste folheto:

1.  O que é Tylenol e para que é utilizado

2.  Antes de tomar Tylenol

3.  Como tomar Tylenol

4.  Efeitos secundários Tylenol

5.  Como conservar Tylenol

6.  Outras informações

Tylenol 500 mg

Comprimidos

Paracetamol

Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente.

Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto, é necessário tomar Tylenol com precaução para obter os devidos resultados.

Caso precise de esclarecimentos ou conselhos, consulte o seu farmacêutico. Em caso de agravamento ou persistência dos sintomas após 3 dias, consulte o seu médico.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

1. O QUE É Tylenol E PARA QUE É UTILIZADO

Grupo farmacoterapêutico: 2.10 Sistema nervoso central. Analgésicos e antipiréticos.

Tylenol é um medicamento para o tratamento sintomático das crises dolorosas e estados febris.

Crises dolorosas – dores de cabeça, cefaleias, nevralgias, ciáticas, dores musculares, torcicolo, dores articulares, entorses, artrites. Dores de dentes. Dores menstruais. Dores pós-operatórias.

Estados febris – gripes.

2. ANTES DE TOMAR Tylenol

Não tome Tylenol

- Se tem hipersensibilidade (alergia) ao paracetamol ou a qualquer outro componente de Tylenol.

Tome especial cuidado com Tylenol

Tylenol não deve ser utilizado para a medicação da dor por mais de dez dias, excepto se prescrito pelo médico, uma vez que uma dor intensa e prolongada pode indicar uma doença que requer avaliação e tratamento médico.

No caso de febre elevada (superior a 39,5°C), febre de duração superior a três dias ou febre recorrente, deve continuar a utilizar Tylenol e consultar o seu médico, uma vez que estas situações podem ser indicativas de doença grave requerendo avaliação e tratamento médico.

Antes de utilizarem Tylenol os doentes que apresentem perturbações do fígado, dos rins, do estômago, intestinos, anemia ou se tiverem tido hemorragia digestiva, devem consultar o médico ou farmacêutico.

Tomar Tylenol com outros medicamentos

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Embora não haja risco de interacção antre o paracetamol e salicilatos ou anti-inflamatórios não esteróides, os doentes que precisem de tratamento concomitante devem consultar o médico, uma vez que estas situações podem ser indicativas de doença grave requerendo avaliação e tratamento médico.

Pode ser administrado com outros medicamentos com segurança, apenas se recomendando prudência quando utilizado simultaneamente com: rifampicina, pois pode provocar ou agravar lesão hepática.

Têm sido referidos casos de hepatotoxicidade em alcoólicos crónicos, com diferentes doses (moderadas e elevadas) de paracetamol, devido a um aumento dos seus efeitos.

Gravidez e aleitamento

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Não há evidência de qualquer efeito nocivo quando administrado a grávidas ou lactantes.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não interfere com a capacidade de condução ou utilização de máquinas.

3. COMO TOMAR Tylenol

Tomar Tylenol sempre de acordo com as indicações do médico ou farmacêutico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Administração oral.

Posologia média recomendada para adultos: 2 comprimidos 3 a 4 vezes ao dia. Dose máxima: 8 comprimidos no espaço de 24 horas.

Os comprimidos devem ser deglutidos com o auxílio de um líquido.

Crianças com menos de 12 anos:

Não utilize este medicamento em crianças com menos de 12 anos de idade, poderá existir risco de sobredosagem (administração de dose superior à recomendada) e causar consequentes danos hepáticos.

Se tomar mais Tylenol do que deveria

Sintomas:

No caso de sobredosagem acidental podem surgir os seguintes sintomas:

Organismo, como um todo, geral: Mal-estar geral, falha múltipla de órgãos, infecção bacteriana, hipofosfatémia, hipoglicémia, acidose metabólica (acidose láctica), infecção fúngica.

Afecções dos tecidos cutâneos e apêndices: diaforese, palidez.

Doenças gastrointestinais: irritabilidade, náuseas, vómitos, falta de apetite, dor abdominal, aumento das enzimas hepáticas, aumento da bilirrubina, aumento do tempo de protrombina/RIN, dor no quadrante superior direito, aumento do tamanho do fígado, dor no fígado, destruição das células do fígado, insuficiência hepática fulminante, icterícia, defeitos na coagulação.

Doenças do sistema nervoso: Confusão, estupo, encefalopatia (asterixis, tremor, alteração do pensamento, sonolência, coma), edema cerebral (convulsões).

Doenças renais e urinárias: Insuficiência Renal Aguda

Doenças do sangue e do sistema linfático: sépsia, coagulação intravascular disseminada, trobocitopénia.

Cardiovascular: Aumento do volume de saída cardíaco e diminuição da resistência vascular sistémica, hipoxémia arterial e hipoxia do tecido, hipotensão

Medidas de urgência e antídoto:

Em caso de sobredosagem, a N-acetilcisteína administrada oralmente ou por via intravenosa constitui o antídoto mais indicado.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS Tylenol

Os efeitos indesejáveis são pouco frequentes e só muito raramente graves, se não for ultrapassada a posologia recomendada.

Reacções alérgicas (erupção cutânea primária, urticária, prurido e eritema) ou casos de hipersensibilidade secundária ao paracetamol são raras.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR Tylenol

Manter fora do alcance e da vista das crianças. Conservar a temperatura inferior a 25°C.

Não utilize Tylenol após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e no blister a seguir a VAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Não utilize Tylenol se verificar descrição de sinais visíveis de deterioração.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Tylenol

-  A substância activa é o paracetamol. Cada comprimido contém 500 mg de paracetamol.

-  Os outros componentes são: amido pré-gelificado, amido de milho, celulose em pó, carboximetilamido sódico e estearato de magnésio.

Qual o aspecto de Tylenol e conteúdo da embalagem

Os comprimidos são oblongos brancos, com a gravação TYLENOL numa face e 500 mg na outra.

Embalagens de 8 e 24 comprimidos.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da autorização de introdução no mercado

Janssen-Cilag Farmacêutica, Lda.

Estrada Consiglieri Pedroso, 69 A – Queluz de Baixo

2734-503 Barcarena

Portugal

Fabricante

Lusomedicamenta – Sociedade Técnica Farmacêutica, S.A. Estrada Consiglieri Pedroso, 69 – B – Queluz de Baixo 2730-055 Barcarena Portugal

Este folheto foi aprovado pela última vez em 27-06-2007.