UL-250 Saccharomyces boulardii bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Florazin, Floratil,

 

Neste folheto:
2. Antes de tomar UL-250
3. Como tomar UL-250
4. Efeitos secundários possíveis
5. Conservação de UL-250
6. Outras informações

FOLHETO INFORMATIVO

Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento.
- Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhesprejudicial mesmo que apresentem os mesmo sintomas.

Neste folheto:

UL 250, 250 mg, cápsulas

Saccharomyces boulardii

A substância activa é a Saccharomyces boulardii.
Os excipientes são a sacarose, estearato de magnésio, lactose, indigotina (E132), dióxido de titânio
(E171), água purificada e gelatina.
.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Merck s.a.
Rua Alfredo da Silva 3 C
1300-040 Lisboa


1. O QUE É UL-250 E PARA QUE É UTILIZADO

Grupo farmacoterapêutico: 6.6 Suplementos enzimáticos, bacilos lácteos e análogos.

UL – 250, como normalizador da flora intestinal e antidiarreico microrgânico, está indicado nas situaçõesem que existam alterações do ecossistema intestinal, designadamente diarreias a rotavírus, em crianças.

Quando é possível determinar o agente causador da diarreia e para o qual exista terapêutica específica,
UL ? 250, como regularizador da flora intestinal, constituirá um adjuvante a esse tratamento, para alémde ser útil complemento de re-hidratação oral, quando esta se justificar.


2. ANTES DE TOMAR UL-250

Não tome UL-250:
- se tem hipersensibilidade (alergia) à substância activa ou a qualquer excipiente de UL-250.- se tem umcatéter venoso central.

Tome especial cuidado com UL-250:
- se o seu estado geral estiver debilitado, com alterações da mucosa digestiva.
- se estiver a tomar antibióticos de largo espectro.

- se tiver graves problemas imunitários.
Saccharomyces boulardii (Sb) é uma levedura que foi associada ao risco de fungémias (infecçõescausadas por fungos). A maioria dos casos de fungémias por Sb ocorreram em doentes com diversosfactores de risco: estado geral debilitado com alterações da mucosa digestiva e antibioterapia de largoespectro; imunossupressão; cateterização venosa central. A contaminação externa dos catéteres pelaausência de cuidados de manipulação e administração do conteúdo das saquetas de Sb têm sido tambémum dos factores implicados na causa das fungémias.

Tomar UL-250 com alimentos e bebidas:
UL-250, sendo constituído por células vivas não deve ser utilizado com líquidos levados a temperaturassuperiores a 50º C.

Gravidez
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
O produto UL-250 pode ser utilizado sem qualquer restrição durante a gravidez.

Aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
O produto UL-250 pode ser utilizado sem qualquer restrição durante o aleitamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas:
O produto UL-250 pelas suas características, não tem qualquer efeito sobre a capacidade de condução eutilização de máquinas.

Informações importantes sobre alguns excipientes de UL-250:
Este medicamento contém lactose e sacarose, pelo que, se foi informado pelo seu médico que temintolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.
Tomar UL-250 com outros medicamentos:
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outrosmedicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Não são conhecidas interacções medicamentosas para o medicamento UL-250 para além da diminuiçãoda sua acção quando é prescrito em associação com um medicamento antifúngico oral ou sistémico.


3. COMO TOMAR UL-250

Tomar UL-250 sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêuticose tiver dúvidas.
A dose habitual é: 1 cápsula 3 vezes por dia.
O seu médico indicar-lhe-á o momento mais favorável para tomar o medicamento.
Modo de administração:
? Crianças
- Engolir a cápsula sem trincar, com um pouco de líquido.
? Lactentes
- Abrir a cápsula e misturar o pó no conteúdo do biberão, agitando bem.

A duração do tratamento deverá ser estabelecida pelo seu médico assistente, em função da resposta doseu organismo e da gravidade da sintomatologia.

Se tomar mais UL-250 do que deveria:
Não são conhecidos sintomas de sobredosagem para o UL?250.

Caso se tenha esquecido de tomar UL-250:
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.


4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como os demais medicamentos, UL-250 pode ter efeitos secundários.

Foram descritos casos raros de gases intestinais e reacções alérgicas, principalmente comichão, pequenaslesões cutâneas e pele vermelha (localizada ou distribuída por todo o corpo).
Verificaram-se casos raros de fungémias (ver Tome especial cuidado com UL-250).

Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste medicamento, informe o seu médico oufarmacêutico.


5. CONSERVAÇÃO DE UL-250

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não conservar acima de 25°C.
Proteger da humidade.
Não utilize UL-250 após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES
Modo de retirar a cápsula do blister:
1. Dobre a extremidade solta do alumínio

2. Puxe a folha de alumínio de modo a destacá-la do blister

Data da elaboração do texto: Julho 2005