Venlafaxina Catarina Vieira 37,5 mg Comprimidos Venlafaxina bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Venlafaxina Catarina Vieira e para que é utilizado
2. Antes de tomar Venlafaxina Catarina Vieira
3. Como tomar Venlafaxina Catarina Vieira
4. Efeitos secundários possíveis
5. Conservação de Venlafaxina Catarina Vieira


FOLHETO INFORMATIVO

Venlafaxina Catarina Vieira 37,5 mg Comprimidos
Venlafaxina Catarina Vieira 75 mg Comprimidos

Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento
Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.
Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicialmesmo que apresentem os mesmos sintomas.

Neste folheto:

Venlafaxina Catarina Vieira, é um medicamento genérico que contém como substância activa avenlafaxina, sob a forma de cloridrato.
Os outros ingredientes são: celulose microcristalina, lactose monohidratada, glicolato de amido sódico,estearato de magnésio, óxido de ferro amarelo e óxido de ferro castanho.

Venlafaxina Catarina Vieira, apresenta-se sob a forma de comprimidos contendo 37,5 ou 75 mg devenlafaxina.
Venlafaxina Catarina Vieira 37,5 mg apresenta-se em embalagens de 10, 20 e 60 comprimidos.
Venlafaxina Catarina Vieira 75 mg apresenta-se em embalagens de 60 comprimidos.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado:
Catarina Vieira
Rua Caetano Beirão, nº3 R/Chão Esq
2790-209 Carnaxide

1. O QUE É VENLAFAXINA CATARINA VIEIRA E PARA QUE É UTILIZADO

Venlafaxina Catarina Vieira, é um medicamento para o ajudar a tratar os sintomas da depressão,incluindo a depressão acompanhada de ansiedade, e para evitar recaídas ou o reaparecimento dadepressão.

2. ANTES DE TOMAR VENLAFAXINA CATARINA VIEIRA

Não tome este medicamento:
Se for hipersensível (alérgico) à substância activa ou a qualquer um dos excipientes, referidos no iníciodeste folheto.
Se está a tomar ou tomou recentemente (nas duas últimas semanas) outros medicamentos antidepressivos,conhecidos como inibidores da monoamina-oxidase (IMAO).

Cuidados especiais a ter com Venlafaxina Catarina Vieira:

Deve informar o seu médico se:
sofre de uma doença do fígado ou do rim;tem história de epilepsia, doença cardíaca, hemorragias, doença maníaca;

está a tomar medicamentos para prevenir a formação de coágulos sanguíneos, medicamentos com efeitona função plaquetária (por exemplo anti-inflamatórios não esteróides, ácido acetilsalicílico ou ticlopidina)ou medicamentos que possam aumentar o risco de hemorragia;está a tomar ou tomou recentemente qualquer outro medicamento, particularmente do tipo antidepressivoconhecido como inibidor da monoamina-oxidase (IMAO), está a tomar diuréticos ou sofre dedesidratação, ou está a tomar cimetidina (medicamento para o estômago) e é idoso ou tem problemas defígado; está a tomar algum medicamento para emagrecer; tem problemas de visão, nomeadamente tensão intra-ocular ou glaucoma agudo de ângulo fechado está grávida ou pretende engravidar durante o tratamento.

Não tome bebidas alcoólicas enquanto estiver a tomar Venlafaxina Catarina Vieira.

Venlafaxina Catarina Vieira não está indicado para o emagrecimento, nem tomado sozinho, nem comoutros medicamentos ou substâncias para emagrecer.

Se o seu médico o informou que sofre de intolerância a alguns açucares contacte–o antes de tomar estemedicamento.

Gravidez e aleitação
Se está grávida ou a amamentar não tome Venlafaxina Catarina Vieira.

Condução de veículos e utilização de máquinas:
Enquanto estiver a tomar Venlafaxina Catarina Vieira, deve certificar-se que o medicamento nãointerfere com o raciocínio ou coordenação dos movimentos antes de realizar determinadas actividadescomo a condução de veículos e a utilização de máquinas.

Tomar Venlafaxina Catarina Vieira com outros medicamentos:
O efeito da venlafaxina pode ser influenciado se se utilizarem simultaneamente outros medicamentos.
Por isso, deve informar sempre o seu médico se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo os quenão necessitam de receita médica.
Consulte também, o ponto 2: Antes de tomar Venlafaxina Catarina Vieira.

3. COMO TOMAR VENLAFAXINA CATARINA VIEIRA

Quando tomar Venlafaxina Catarina Vieira, siga exactamente as instruções do seu médico. A dose e aduração do tratamento será ajustada individualmente, pelo seu médico, de acordo com a sua respostaclínica e a sua tolerância. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A dose inicial habitualmente recomendada é de 1 comprimido de Venlafaxina Catarina Vieira 37,5 mgduas vezes por dia. No entanto, o seu médico pode-lhe recomendar uma posologia diferente maisadequada à sua situação. A dose máxima diária pode atingir 375 mg de venlafaxina.

O comprimido deve ser tomado inteiro com água ou outra bebida não alcoólica.
Os comprimidos devem ser tomados durante as refeições, de preferência um de manhã e outro à noite.

Caso o efeito esperado não surja logo nos primeiros dias após o início do tratamento, não se preocupeporque é normal. O tratamento com Venlafaxina Catarina Vieira pode ter que demorar vários meses. Seassim for, não ha razão para se preocupar.

Não pare de tomar a Venlafaxina Catarina Vieira sem o conselho do seu médico. O seu médicodecidirá, periodicamente, a necessidade de continuação do tratamento. A interrupção do tratamento,particularmente em doses elevadas, deve ser gradual e acompanhada pelo seu médico.

No caso de tomar mais compridos de Venlafaxina Catarina Vieira do que devia:
Caso tenha tomado inadvertidamente um comprimido extra, tome o comprimido habitual no dia seguinte.
No caso de ter tomado um número elevado de comprimidos, deve dirigir-se imediatamente a um serviçode saúde.

Se se esqueceu de tomar Venlafaxina Catarina Vieira:
Nunca tome uma dose dupla de comprimidos, para compensar a dose que se esqueceu de tomar, continueo tratamento como normalmente.

Efeitos da interrupção do tratamento com Venlafaxina Catarina Vieira
Se interromper o tratamento ou diminuir a dose pode sentir sintomas tais como hipomania (sensação degrande excitação), ansiedade, agitação, nervosismo, confusão, insónia ou outras perturbações do sono,fadiga, sonolência, parestesias (sensação de queimadura/formigueiro), tonturas, vertigens, cefaleias
(dores de cabeça), sudação, xerostomia (secura de boca), anorexia (perda de apetite), diarreia, náuseas evómitos. Se sentir estes ou outros sintomas, peça conselho ao seu médico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como acontece com outros medicamentos, a Venlafaxina Catarina Vieira, pode apresentar efeitossecundários, sendo na sua maioria de intensidade ligeira a moderada e não constituindo motivo paradeixar de tomar o medicamento.

Os efeitos secundários mais frequentes referidos com a venlafaxina foram: cansaço, aumento da tensãoarterial, afrontamentos, rubor, diminuição do apetite, obstipação (prisão de ventre), náuseas, vómitos,aumento do colesterol sérico, perda de peso, sonhos anormais, diminuição da líbido, tonturas, boca seca,aumento do tónus muscular, insónia, nervosismo, parestesias (sensação de queimadura/formigueiro),sedação, tremor, bocejos, sudação (incluindo suores nocturnos), alterações visuais, dilatação da pupila,alterações da acomodação ocular, alterações da função sexual e modificação da frequência urinária.

Os efeitos secundários menos frequentes referidos com venlafaxina foram: fotossensibilidade, tensãoarterial baixa, tonturas ao levantar, síncope, aumento dos batimentos cardíacos, ranger de dentesinvoluntário, alterações na pigmentação da pele , hemorragias ginecológicas, gastrointestinais e cutâneas,parâmetros da função hepática (exames do fígado) alterados, diminuição do sódio no organismo, aumentode peso, apatia, alucinações, contracções musculares, erupções cutâneas, queda de cabelo, alterações nopaladar, alterações menstruais e retenção urinária.

Os efeitos secundários raros referidos com a venlafaxina foram: diminuição do número de plaquetas,aumento do tempo de hemorragia, hepatite, desidratação, convulsões, reacção maníaca, síndromeneuroléptica maligna e síndrome serotoninérgica.

Os efeitos secundários muito raros referidos com a venlafaxina foram: anafilaxia, certas alteraçõescardíacas, eritema multiforme e síndrome de Stevens-Johnson.

Durante o tratamento com venlafaxina foram ainda referidos anemia e alterações a nível das célulassanguíneas, agitação, estados confusionais e eosinofilia pulmonar (um tipo de pneumonia).

Informe o seu médico ou farmacêutico se notar qualquer efeito secundário que não esteja referido nestefolheto.

5. CONSERVAÇÃO DE VENLAFAXINA CATARINA VIEIRA

Mantenha o medicamento num local seguro, fora da vista e do alcance das crianças.
Conservar na embalagem de origem.
Não utilize Venlafaxina Catarina Vieira após expirar o prazo de validade indicado no blister e na

embalagem exterior.

Data a aprovação deste folheto: a inscrever.