Terbinafina Actavis Terbinafina bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Terbinafina Alpharma e para que é utilizada
2. Antes de tomar Terbinafina Alpharma
3. Como tomar Terbinafina Alpharma
4. Efeitos secundários possíveis
5. Conservação de Terbinafina Alpharma
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO

Terbinafina Alpharma 250mg Comprimidos

Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento.
– Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhesprejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.

Neste folheto:

Terbinafina Alpharma 250mg Comprimidos
Terbinafina

– A substância activa é a terbinafina (sob a forma de cloridrato)
– Os outros ingredientes são estearato de magnésio, silica anidra coloidal , croscarmelose sódica,hipromelose, celulose microcristalina.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado
Alpharma ApS
Rua Virgílio Correia, 11A
1600-219 Lisboa
Fabricado Por: Actavis hf, Reykjavikurvegi 78, PO Box 420, IS-222, Hafnarfjordur, Islândia.

1. O QUE É TERBINAFINA ALPHARMA E PARA QUE É UTILIZADA

A terbinafina é uma alilamina que possui um largo espectro de acção antifúngica. Em concentraçõesbaixas a terbinafina é um fungicida contra dermatófitos, fungos filamentosos e certos fungos dimórficos.
A sua actividade sobre leveduras é fungicida ou fungistática dependendo das espécies.

A Terbinafina Alpharma está indicada no:
– Tratamento de infecções fúngicas sensíveis à terbinafina tais como tinea corporis, tinea cruris e tineapedis, é considerado apropriado atendendo ao local, gravidade e extensão da infecção.
– Tratamento de onicomicoses (infecções fúngicas das unhas) causadas por fungos dermatófitos.
Nota: A terbinafina administrada oralmente não é eficaz na Pityriasis versicolor.

2. ANTES DE TOMAR TERBINAFINA ALPHARMA

Não tome Terbinafina Alpharma:
– Se tem hipersensibilidade (alergia) à terbinafina ou a qualquer outro ingrediente de Terbinafina
Alpharma.
– Se tem ou já teve problema de fígado ou rins, fale com o seu médico, ele irá avaliar a situação.

Tome especial cuidado com Terbinafina Alpharma:
– Se apresenta sinais ou sintomas sugestivos de disfunção hepática, tais como, prurido, náusea persistenteinexplicável, anorexia ou cansaço, icterícia, vómitos, fadiga, dor abdominal ou urina escura, fezesdescoloradas, deve verificar a origem hepática e deve interromper o tratamento com terbinafina;
– Se sofre de psoríase, visto ocorrer raramente exacerbação da psoríase;
– Se sofre alteração da função renal (depuração da creatinina inferior a 50ml/min ou creatinina séricasuperior a 300mmol/l) deve receber metade da dose normal;
– Doentes em tratamento com terbinafina que desenvolveram febre alta ou garganta inflamada devem serexaminados relativamente à possibilidade de reacções hematológicas.

Tomar Terbinafina Alpharma com alimentos e bebidas:
Os comprimidos de Terbinafina podem ser tomados entre ou durante as refeições.

Gravidez
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Não existe experiência clínica em mulheres grávidas com terbinafina, pelo que a terbinafina não deve serutilizada durante a gravidez a não ser que os possíveis benefícios ultrapassem os riscos potenciais.

Aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Não deve tomar terbinafina se estiver a amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas:
Não há indicação de efeitos prejudiciais sobre a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas.

Informações importantes sobre alguns ingredientes de Terbinafina Alpharma:
Não se aplica.

Tomar Terbinafina Alpharma com outros medicamentos:
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou tiver tomado recentemente outrosmedicamentos, incluindo medicamentos adquiridos sem receita médica.

Fármacos que induzem o metabolismo da terbinafina (rifampicina): aumento da eliminação daterbinafina.
Fármacos que inibem o citocrómo P450 ( cimetidina): diminuição da eliminação da terbinafina.
Contraceptivos orais: possível ocorrência de metrorragia e irregularidades no ciclo menstrual.
Antidepressivos tricíclicos, bloqueadores ?, inibidores selectivos da recaptação de serotonina (ISRSs) einibidores da monoamino oxidade (IMAOs) tipo B: é necessária precaução na sua administração comterbinafina devido à inibição do seu processo de metabolização.

3. COMO TOMAR TERBINAFINA ALPHARMA

Tomar Terbinafina Alpharma sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médicoou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos:
250mg uma vez por dia.

A duração do tratamento depende da indicação e da gravidade da infecção.

Infecções da pele: duração, provável, do tratamento:
Tinea pedis (interdigital, plantar): 2 a 6 semanas

Tinea corporis: 2 a 4 semanas
Tinea cruris: 2 a 4 semanas

Onicomicose:
A duração do um tratamento com êxito, para a maioria dos doentes, é de 6 a 12 semanas.
Onicomicose nas unhas das mãos: na maioria dos casos é suficiente um tratamento de 6 semanas.
Onicomicose nas unhas dos pés: na maioria dos casos é suficiente um tratamento de 12 semanas, noentanto, alguns doentes podem requer um tratamento até 6 meses. O crescimento deficiente das unhasnas primeiras semanas de tratamento pode permitir identificar quais os doentes que requerem umaterapêutica de maior duração. A completa resolução dos sinais e sintomas da infecção pode nãoocorrer senão várias semanas após a cura micológica, e é só observada vários meses após interrupçãodo tratamento, que é o tempo necessário para o crescimento de uma unha saudável.

Crianças:
O uso de terbinafina não está recomendado em crianças.

Idosos:
Não é necessário um ajuste da posologia excepto em situações de diminuição da função hepática ou renal
(ver Tome especial cuidado com Terbinafina Alpharma).

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que o efeito da Terbinafina Alpharma édemasiado forte ou demasiado fraco.

Se tomar mais Terbinafina Alpharma do que deveria:
Sintomas: cefaleias, náuseas, dor epigástrica e tonturas.
Tratamento: dependente dos seus sintomas, recomenda-se a eliminação do fármaco do organismo com aadministração de carvão activado.

Caso se tenha esquecido de tomar Terbinafina Alpharma:
Continue a tomar o medicamento de acordo com a posologia previamente estabelecida. Não tome umadose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Efeitos da interrupção do tratamento com Terbinafina Alpharma:
Não se aplica.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSIVEIS

Como os demais medicamentos, Terbinafina Alpharma pode ter efeitos secundários.

Efeitos secundários muito raros (incluindo casos isolados):
– Exacerbação da psoríase, queda de cabelo.
– Perturbações hematológicas tais como neutropenia, trombocitopenia e agranulocitose.
– Distúrbios psiquiátricos tais como depressão e ansiedade.
– Manifestação ou agravamento do lúpus eritematoso sistémico ou cutâneo.
– Angioedema e reacções anafilácticas.

Efeitos secundários raros:
– Reacções graves cutâneas (tais como síndrome de Stevens-Johnson, necrolises epidérmicas tóxicas,edema angioneurotico e fotosensibilidade). Se o exantema é progressivo o tratamento com terbinafinadeve ser descontinuado.
– Parestesias, hipoestesia, tonturas, fadiga e mal-estar.
– Artralgia e mialgia (podem ocorrer como parte da reacção de hipersensibilidade associada a reacçõesalérgicas cutâneas).
– Disfunção hepática grave, incluindo icterícia, descompensação hepática, colestase e hepatite. Se se

desenvolver disfunção hepática, o tratamento com terbinafina deve ser interrompido.

Efeitos secundários pouco frequentes:
– Perda de paladar e alteração do gosto.

Efeitos secundários frequentes:
Dispepsia, enfartamento, perda de apetite, náuseas, dor abdominal ligeira, diarreia.
– Reacções alérgicas cutâneas (exantema e urticária).
Cefaleias.

Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. CONSERVAÇÃO DE TERBINAFINA ALPHARMA

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar na embalagem original.
Não utilize Terbinafina Alpharma após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o titular da autorização deintrodução no mercado.

Alpharma ApS
Rua Vírgílio Correia, 11A
1600-219 Lisboa
Telf: 21 722 06 50

Este folheto foi aprovado em