BRONCHO-VAXOM bula do medicamento

Bulas Relacionadas comercializadas no Brasil Broncho-vaxom, Uro-vaxom,

 

BRONCHO-VAXOM

Broncho-Vaxom Adultos 7 mg – Cápsulas
Infantil 3,5 mg – Cápsulas e Carteiras de granulado

Composicao:
Cada capsula contem:

- adultos:
-lisado bacteriano liofilizado ( Haemophilus influenzae, Diplococcus pneumoniae, Klebsiella pneumoniae e ozaenae, Staphylococcus aureus, Streptococcus pyo genes e viridans, Neisseria catarrhalis ) 7,00 mg- infantil:
-lisado bacteriano liofilizado ( Haemophilus influenzae, Dipiococcus pneumoniae, Klebsiella pneumoniae e ozaenae, Staphylococcus aureus, Streptococcus pyo genes e viridans, Neisseria catarrhalis ) 3,50 mg Cada carteira de granulado contem:
-lisado bacteriano liofilizado ( Haemophilus influenzae, Diplo coccus pneumoniae, Klebsiella pneumoniae e ozaenae, Staphylococcus aureus, Streptococcus pyo genes e viridans, Neisseria catarrhalis) 3,50 mg

Apresentação:
cápsulas:
- adultos: capsulas em embalagens de 30 unidades, doseadas a 7mg.
- infantil: capsulas em embalagens de 30 unidades doseadas a 3,5mg.

Carteiras de granulado:
- infantil: carteiras de granulado em embalagens de 30 unidades, doseadas a 3,5 mg. Categoria farmaco – terapêutica:Grupo XX-2, vacinas.
Responsavel pela autorizacão de introducão no mercado: OM PORTUGUESA S.A. Laboratório de Especialidades Farmacêuticas Rua da Inditstria, n°2
2720-302 Amadora

Indicações terapêuticas:
Broncho – Vaxom esta indicado nos estados infecciosos do aparelho respiratorio e da esfera ORL. Prevencão das recidivas e da passagem ao estado cronico.
Broncho – vaxom esta particularmente indicado em:
- bronquites agudas e cronicas
- anginas, amigdalites, faringites e laringites rinites, sinusites e otites
- infecções refractárias a antibioterapia corrente
-complicações bacterianas das viroses do aparelho respiratório, em particular nas crianças e idosos.

Contra – indicações e efeitos secundários
Até ao momento, não se conhecem contra – indicações.
Como efeitos secundarios, registam-se casos raros de perturbações gastrointestinais ligeiras (nanseas, vomitos e diarreias), reaccões cutâneas (p.ex. rashs, prurido), irritacões faringeas, dores de cabeca, vertigens, e raramente, um agravamento da tosse e da fadiga. A major parte dos efeitos são passageiros; caso persistam dever-se-a interromper a terapéutica e informar o medico.

Interacções medicamentosas e outras:
Nao se conhecem até ao momento quaisquer interaccões.

Efeitos na gravidez, lactentes, criancas, idosos e doentes com patologias especiais:
Ainda que os estudos efectuados em animais não tenham revelado efeitos teratogenicos ou fetotóxicos, recomenda-se, como para a maioria dos medicamentos, que o Broncho-Vaxom não seja administrado durante a gravidez. Relativamente ao aleitamento, não existem estudos especificos, não tendo sido referidos até ao momento quaisquer efeitos; o produto não deve, no entanto, como medida de precaução, ser utilizado, durante o aleitamento, salvo indicacdo medica contraria. Em crianças com menos de 6 meses o produto não deve ser administrado, visto o sistema imunitario não estar ainda completamente desenvolvido.

Efeitos na capacidade de condução ou na utilização de máquinas:
Nãose conhecem quaisquer efeitos na capacidade de condução ou na utilizacão
de máquinas.

Posologia:
Tratamento de situações agudas: uma cápsula por dia (durante um período mínimo de 10 dias), até ao desaparecimento dos sintomas. Quando a antibioterapia se torna necessaria, associar o Broncho – vaxom, de preferência, desde o início do tratamento. Tratamento de consolidação: uma cápsula por dia, durante 10 dias consecutivos do mes, durante 3 meses.
Na criança (entre os 6 meses e os 12 anos): esquema terapêutico semelhante ao dos adultos, com Broncho – Vaxom infantil (carteiras ou cápsulas), o que corresponde a metade da dose do adulto.

Modo e via de administracdo: Administração por via oral.
As cápsulas de Broncho -Vaxom infantil abrem-se facilmente e o seu conteudo, bem como o de Broncho-Vaxom infantil carteiras pode ser misturado com uma bebida ( sumo de frutas, leite, etc).
Momento mais favoravel para administracão do medicamento: 0 medicamento deve ser administrado em jejum.

Sobredosagem:
Desconhece-se, até ao momento, qualquer caso de sobredosagem. Dada a natureza do Broncho – Vaxom, e de acordo com os resultados dos testes toxicológicos nos animais, o aparecimento de efeitos de sobredosagem esta praticamente excluído.

Comunique ao seu médico ou farmacêutico efeitos indesejáveis detectados não
constantes deste folheto.
Verifique sempre o prazo de validade.

Conservação:
Broncho – Vaxom deve ser conservado entre 15 e 25°C.
Data da última revisão do folheto:08-03-1996