Livocet Cetirizina bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Livocet e para que é utilizado
2. Antes de tomar Livocet
3. Como tomar Livocet
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Livocet
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Livocet 10 mg Cápsulas
Dicloridrato de cetirizina

Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente.
Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto, é necessário tomar
Livocet com precaução, para obter os devidos resultados.
– Caso precise de esclarecimentos ou conselhos, consulte o seu farmacêutico.
– Em caso de agravamento ou persistência dos sintomas após 3 dias, consulte o seumédico.
– Se algum dos efeitos se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários nãomencionados neste folheto, informe o seu farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É Livocet E PARA QUE É UTILIZADO

O dicloridrato de cetirizina é a substância activa de Livocet s.
Livocet 10 mg Cápsulas é um medicamento anti-alérgico.
Nos adultos e crianças com idade igual ou superior a 12 anos, Livocet 10 mg Cápsulasestá indicado para
– o alívio de sintomas nasais e oculares de rinite alérgica perene e sazonal.
– o alívio do exantema crónico (urticária idiopática crónica).

2. ANTES DE TOMAR Livocet

Não tome Livocet
– em caso de doença renal (insuficiência renal moderada a grave com depuração dacreatinina inferior a 50 ml/min);
– se tem alergia (hipersensibilidade) à substância activa ou a qualquer outro componentede Livocet 10 mg Cápsulas, à hidroxizina ou aos derivados da piperazina (substânciasactivas relacionadas com outros medicamentos).

Tome especial cuidado com Livocet

– Se sofrer de insuficiência renal, fale com o seu médico; se necessário, deverá tomar umadose inferior. A nova dose será determinada pelo seu médico.
– Se sofrer de epilepsia ou de risco de convulsões, fale com o seu médico.
Não foram observadas interacções susceptíveis de impacto significativo entre bebidasalcoólicas (no nível sanguíneo de 0,5 g por ml, correspondente a um copo de vinho) ecetirizina usado em doses normais. Contudo, tal como com todos os anti-histamínicos,não se recomenda o consumo concomitante de bebidas alcoólicas.

Ao tomar Livocet com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Devido ao perfil da cetirizina, não são esperadas interacções com outros fármacos.

Ao tomar Livocet com alimentos e bebidas
Os alimentos não têm influência na absorção de cetirizina.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Tal como verificado com outros fármacos, o uso de Livocet 10 mg Cápsulas deve serevitado em mulheres grávidas. O uso acidental do fármaco por uma mulher grávida nãodeve produzir quaisquer efeitos prejudiciais ao feto. Contudo, a administração domedicamento deve ser descontinuada.
Não deve tomar Livocet 10 mg Cápsulas durante o aleitamento, uma vez que a cetirizina
é excretada no leite materno.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Os estudos clínicos não produziram qualquer evidência de défice de atenção, do estado dealerta e da capacidade de condução após a toma de Livocet 10 mg Cápsulas na doserecomendada.
Se pretender conduzir, realizar actividades potencialmente perigosas ou utilizarmáquinas, não deve exceder a dose recomendada. Deve observar rigorosamente a suaresposta ao fármaco.
Se for um doente sensível, pode considerar que o uso simultâneo de bebidas alcoólicas oude outros medicamentos depressores do sistema nervoso pode também afectar a suaatenção e capacidade de reacção.

Informação importante sobre alguns dos componentes de Livocet
Livocet contém sorbitol. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a algunsaçúcares, contacte- o antes de tomar este medicamento.

3. COMO TOMAR Livocet

Como e quando deve tomar Livocet?

Tomar Livocet s sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médicoou farmacêutico se tiver dúvidas.

Estas normas orientadoras só se aplicam se o seu médico lhe deu indicações diferentessobre como usar Livocet 10 mg Cápsulas.
Siga estas instruções, ou Livocet 10 mg Cápsulas pode não ser totalmente eficaz.
As cápsulas devem ser engolidas com um copo de água.

Adultos e adolescentes com idades superior a 12 anos
10 mg uma vez por dia (1 cápsula).

Doentes com compromisso renal moderado a grave
Se sofre de insuficiência renal moderada, deve consultar o seu médico. Se sentir que oefeito de Livocet 10 mg Cápsulas é demasiado fraco ou forte, fale com o seu médico.

Duração do tratamento:
A duração do tratamento depende do tipo, duração e extensão das suas queixas e édeterminado pelo seu médico.

Se tomar mais Livocet do que deveria

Caso pense que tenha tomado uma sobredosagem de Livocet 10 mg Cápsulas, informe oseu médico. O seu médico decidirá as medidas que devem ser tomadas.
Depois de uma sobredosagem, os efeitos secundários descritos abaixo podem ocorrercom intensidade aumentada. Foram reportados efeitos adversos como confusão, diarreia,tonturas, cansaço, cefaleias, indisposição, dilatação das pupilas, prurido, inquietação,sedação, sonolência, torpor, frequência cardíaca rápida e retenção urinária.

Caso se tenha esquecido de tomar Livocet 10 mg Cápsulas
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Livocet 10 mg Cápsulas
Se tiver alguma questão sobre a toma deste medicamento, fale com o seu médico oufarmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Livocet 10 mg Cápsulas pode causar efeitos secundários;no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Os seguintes efeitos secundários foram reportados na experiência pós-comercialização.
As frequências são definidas como se segue: (frequentes: 1 doente em cada 100 a 1 em

cada 10, pouco frequentes: 1 em cada 1.000 a 1 em cada 100, raros: 1 em cada 10.000 a 1em cada 1.000, muito raros: menos de 1 em cada 10.000).

– Doenças do sangue e do sistema linfático
Muito raros: trombocitopenia (níveis baixos de plaquetas no sangue)

– Todo o corpo
Frequentes: fadiga

– Cardiopatias
Raros: taquicardia (batimento cardíaco demasiado rápido)

– Afecções oculares
Muito raros: distúrbio de acomodação, visão turva, oculógiro (olhos com movimentoscirculares descontrolados)

– Doenças gastrointestinais
Frequentes: boca seca, náuseas, diarreia
Pouco frequentes: dor abdominal

– Perturbações gerais e alterações no local de administração
Pouco frequentes: astenia (fadiga extrema), malaise
Raros: edema (inchaço)

– Doenças do sistema imunitário
Raros: reacções alérgicas, algumas graves (muito raro)

– Afecções hepatobiliares
Raros: função hepática alterada

– Exames complementares de diagnóstico
Raros: aumento do peso

– Doenças do sistema nervoso
Frequentes: tonturas, cefaleias
Pouco frequentes: parestesia (sensações alteradas da pele)
Raros: convulsões, perturbações de movimento
Muito raros: síncope, tremores, disgeusia (alteração do paladar)

– Perturbações do foro psiquiátrico
Frequentes: sonolência
Pouco frequentes: agitação
Raros: agressividade, confusão, depressão, alucinações, insónias
Muito raros: tiques

– Doenças renais e urinárias

Muito raros: eliminação alterada de urina

– Doenças respiratórias
Frequentes: faringite, rinite

– Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneos
Pouco frequentes: prurido, exantema
Raros: urticária
Muito raros: edema, erupção fixa medicamentosa

Se sofrer de um dos efeitos secundários acima descritos, informe o seu médico. Aosprimeiros sinais de reacção de hipersensibilidade, pare de tomar Livocet. O seu médicoirá então avaliar a gravidade e decidir sobre outras medidas que possam ser necessárias.
Se pensa que está a sofrer de efeitos secundários que não constem neste folheto, deveinformar o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR Livocet

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conservar a temperatura inferior a 30ºC.
Não utilize Livocet 10 mg Cápsulas após o prazo de validade impresso na caixa e noblister após EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Livocet
– A substância activa de Livocet é o dicloridrato de cetirizina. Cada cápsula contém 10mg de dicloridrato de cetirizina.

– Os outros componentes são o macrogol, hidróxido de potássio 43% p/p, povidona, águapurificada, gelatina, sorbitol (E420), glicerol, lecitina, triglicéridos de cadeia média, tintade impressão (propilenoglicol, óxido de ferro preto (E172), ftalato de acetato depolivinilo, macrogol e hidróxido de amónio).

Qual o aspecto de Livocet s e conteúdo da embalagem
Cápsulas claras incolores a amareladas, com um enchimento claro, incolor e viscoso.
Cada cápsula de gelatina mole tem o logotipo ?C10? impresso a tinta preta.

Embalagem com 7 cápsulas.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Catalent Pharma Solutions Ltd.
Frankland Road
Blagrove
Swindon
Wiltshire
United Kingdom
SN5 8RU

Este medicamento está autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico Europeu
(EEE) sob as seguintes denominações:

Estónia:
REACTIN 10mg pehmekapslid
França:
ACTIFEDCAPS ALLERGIE 10mg, capsule molle
Grécia:
Reactine Allergy Total, 10mg, soft capsules
Irlanda:
Reactine 10mg Capsules
Itália:
LIQUIREACT 10mg capsule molli
Letónia:
REACTIN 10mg m?kst?s kapsulas
Portugal:
Livocet
Eslovénia:
REACTIN 10mg mehke kapsule
Reino Unido: Benadryl Allergy Liquid Release 10mg Capsules

Este folheto foi aprovado pela última vez em