Pigmentasa Hidroquinona bula do medicamento

Neste folheto:
1. O que é Pigmentasa e para que é utilizado
2. Antes de utilizar Pigmentasa
3. Como utilizar Pigmentasa
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar a Pigmentasa
6. Outras informações


FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Pigmentasa 40 mg/g Creme
Hidroquinona

Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento.
– Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
– Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
– Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:

1. O QUE É PIGMENTASA E PARA QUE É UTILIZADO

Pigmentasa contém como substância activa a hidroquinona que é um agentedespigmentante de acção local. Pigmentasa actua através de um mecanismo duplo. Porum lado, a hidroquinona despigmenta a pele mediante a diminuição da formação demelanina, substância responsável pela pigmentação da pele. Por outro lado, o cremeincorpora uma combinação eficaz de filtros solares que previnem a repigmentação ou oescurecimento que induz a exposição solar.

Pigmentasa está indicado no tratamento de hiperpigmentações cutâneas tais comomelasma, cloasma, sardas (efélide), lentigem senil ou solar e hiperpigmentações residuaispós inflamação.

2. ANTES DE UTILIZAR PIGMENTASA

Não utilize Pigmentasa
Se tem hipersensibilidade à hidroquinona ou a qualquer outro componente de
Pigmentasa.
Pigmentasa está contra-indicado para o tratamento das hiperpigmentações químicas comoa ocronose e a degeneração colóide (milium coloide), tanto de origem profissional comocosmética.

Tome especial cuidado com Pigmentasa

– Não se deve aplicar sobre feridas abertas, mucosas, pele eczematosa, irritada ou comqueimaduras solares.
? Evitar o contacto com os olhos e mucosas. Em caso de contacto acidental com os olhos,deve-se lavar abundantemente com água, para evitar a possível produção de manchasopacas na córnea. Em caso de contacto com os lábios, pode-se notar um sabor amargo eum ligeiro efeito anestésico.
? Se a área pigmentada for muito extensa, deve-se tratar em diferentes ciclos.
? Durante o tratamento com hidroquinona, é fundamental proteger a zona tratada do sol,uma vez que a mínima exposição aos raios solares pode reactivar a produção demelanina. Recomenda-se a utilização durante o dia de um protector solar com um elevado
índice de protecção.
? Lavar as mãos com sabão depois da aplicação do produto, uma vez que a hidroquinonapode produzir manchas castanhas reversíveis nas unhas.
? Este produto não pode ser utilizado para prevenir as queimaduras solares.
? Em pessoas com pele muito escura, os efeitos da hidroquinona podem ser menosvisíveis.

? Em algumas pessoas, especialmente as que têm a pele sensível, podem aparecerreacções de hipersensibilidade. Para o prevenir, aconselha-se a aplicação de uma pequenaquantidade do produto na parte interna do antebraço durante, pelo menos, 24 horas. Se severificar uma irritação forte, deve-se suspender a utilização deste produto.
? Em alguns casos pode aparecer um escurecimento ou uma irritação temporária da pele;se persistir, o tratamento deve ser interrompido.

O efeito de Pigmentasa não é imediato, uma vez que a hidroquinona só interfere naformação de nova melanina, e é temporário, porque quando se interrompe o tratamento aprodução de melanina é reactivada. Os efeitos podem manter-se entre 2 e 6 meses depoisde terminar o tratamento. Quanto mais escuras forem as lesões mais cedo serepigmentam.

Ao utilizar Pigmentasa com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a utilizar ou utilizou recentementequalquer outro medicamento na mesma zona da pele a tratar, inclusive os adquiridos semreceita médica.

A utilização simultânea da hidroquinona com peróxidos, tal como água oxigenada ouperóxido de benzoílo, pode produzir uma coloração temporária da pele, devido àoxidação da hidroquinona. Esta coloração temporária elimina-se com a interrupção de umdestes produtos e com a lavagem da zona de aplicação com um sabão suave.

Ao utilizar Pigmentasa com alimentos e bebidas
Não aplicável.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Pigmentasa é contra-indicado durante a gravidez, pois não existem dados suficientessobre a utilização de hidroquinona em mulheres grávidas.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Pigmentasa não afecta a capacidade de conduzir e utilização de máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Pigmentasa
O álcool cetostearílico emulsionante tipo B, o álcool cetílico e o polissorbato 20 sãocomponentes de Pigmentasa que podem provocar reacções cutâneas locais (ex. dermatitede contacto).
Outro componente de Pigmentasa, o propilenoglicol, pode provocar irritação cutânea.
Pigmentasa contém ainda parahidroxibenzoato de metilo (E-218) e parahidroxibenzoatode propilo (E-216) que podem provocar reacções alérgicas (possivelmente retardadas).

3. COMO UTILIZAR PIGMENTASA

Utilize Pigmentasa creme sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com oseu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Pigmentasa é um medicamento de uso cutâneo, exclusivamente de aplicação externa
(sobre a pele).

Adultos e crianças com idade superior a 12 anos
Aplicar uma fina camada de creme, apenas sobre pequenas superfícies hiperpigmentadas,evitando sempre o contacto com os olhos e mucosas.

Começar com uma aplicação por dia durante 10 ou 15 dias exclusivamente sobre amancha e continuar o tratamento com duas aplicações diárias, uma de manhã e outra ànoite.

Caso não se observe melhoria ao fim de 2 meses de tratamento, este deve serinterrompido.

A duração recomendada para o tratamento é de 60 a 90 dias.
Este medicamento não deve ser utilizado em caso algum durante mais de 6 meses.

Crianças
Não utilizar Pigmentasa creme em crianças com idade inferior a 12 anos.

Se utilizar mais Pigmentasa do que deveria
Em caso de ingestão acidental podem ocorrer manifestações graves de toxicidade
(tremor, convulsões e anemia). Em caso de sobredosagem ou ingestão acidental domedicamento deve entrar em contacto com o seu médico ou hospital, e levar consigo aembalagem do medicamento, ou contactar Centro de Informação Anti-Venenos (Tel. 808
250 143).

Devido ao seu uso externo, não é provável que ocorram casos de intoxicação.

Caso se tenha esquecido de utilizar Pigmentasa
Se se esquecer de aplicar o creme conforme o recomendado, não se preocupe. Faça umaaplicação logo que se lembre e depois continue como anteriormente. Não aplique umadose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de aplicar.

Se parar de utilizar Pigmentasa
Não pare de utilizar Pigmentasa a não ser que o seu médico lhe diga.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Pigmentasa pode causar efeitos secundários, no entantoestes não se manifestam em todas as pessoas. No caso de se observar o aparecimento deefeitos secundários, deve suspender-se o tratamento.

Reacções alérgicas
Se tiver uma reacção alérgica, consulte um médico imediatamente. Os sinais podemincluir inchaço da garganta, face, lábios e boca, dificuldade em respirar ou engolir eerupção cutânea com comichão (urticária), prurido ou rubor.

Outros efeitos secundários possíveis
– Ocasionalmente, podem ocorrer erupção cutânea, ardor, sensibilização cutânea edermatite. Se estas manifestações não desaparecem ao fim de uma semana, devesuspender-se o tratamento.
– Em caso de tratamentos muito prolongados, poderão ocorrer reacções dehiperpigmentação cutânea. Em casos isolados e durante tratamentos prolongados foramrelatadas reacções de despigmentação cutânea.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundáriosnão mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR A PIGMENTASA

– Manter Pigmentasa fora do alcance e da vista das crianças.
– Não utilize Pigmentasa após o prazo de validade impresso na embalagem, após VAL. Oprazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.
– Não utilize Pigmentasa se verificar sinais visíveis de deterioração do medicamento.
– Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão proteger o ambiente.
– Manter a bisnaga bem fechada após cada aplicação.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Pigmentasa
– A substância activa é a hidroquinona. Cada 100 g de creme contém 4 g de hidroquinona.
– Os outros componentes são: álcool cetostearílico emulsionante tipo B, metoxicinamatode octilo, álcool cetílico, éter cetostearilíco de macrogol, miristato de isopropilo,polissorbato 20, oleato de decilo, avobenzona, propilenoglicol, metabissulfito de sódio
(E-223); parahidroxibenzoato de metilo (E-218); parahidroxibenzoato de propilo (E-216);edetato de sódio e água purificada.

Qual o aspecto de Pigmentasa e conteúdo da embalagem
Creme de cor branca.
Pigmentasa creme está disponível em bisnagas de 25 g.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Zeler Farmacêutica ? Comércio e Indústria, Lda.
R. Sebastião e Silva nº56
2745?838 Massamá
Tel.: + 351 21 438 94 60
Fax: +351 21 438 94 69

Fabricante

Lecifarma-Especialidades Farmacêuticas e Produtos Galénicos Lda
Várzea do Andrade
Cabeço de Montachique
2670-741 Lousa
Portugal

Este folheto foi aprovado pela última vez em